Chalé de Hermes

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Chalé de Hermes

Mensagem por Mabelle Kohls Hatfield em Sab 23 Nov 2013 - 0:53


I'm just too young to care
Ao que tudo indicava, o dia seria mais longo o que o previsto por Mabelle. O céu estava terrivelmente nublado aquela manhã, por uma olhada por sua janela ela previu que a tendência era só piorar, um presente de Zeus, não para Belle, ela odiava frio e adorava quando não tinha isso. Deu de ombros quando uma rajada de vento adentrou ferozmente a janela derrubando um vaso em cima da mesinha de cabeceira. Abaixou os olhos na direção do chão notando os estilhaços, “Mais um vaso”, pensou jogando as pernas para fora da cama. Cuidou para não pisar nos cacos enquanto procurava vagarosamente suas pantufas, era sábado, alguns de seus irmãos estavam no chalé, outros deviam ter acordado bem cedo para treinar. Era quase uma rotina, nas primeiras semanas até gostara disso, depois se tornara cansativo. Caminhou até o armário tirando uma vassoura e uma pá, como de praxe todos os presentes direcionaram os olhos para ela, Belle apontou para os cacos e revirou os olhos – Caiu. – falou em um tom vago e descontraído, talvez já tivesse se acostumado com coisas caindo perto de si, por mais que algumas vezes não tivesse culpa.
 
Puxou os cacos de vidro com a vassoura e quando terminou se jogou na cama, a mesma rangeu fazendo com que Mabelle imaginasse que deveria perder peso, o que estava fora de cogitação já que pela sua estatura, o peso estava mais do que bom. Piscou algumas vezes postando as mãos sobre a barriga, ouvindo mais a distância o barulho da porta abrindo, o que era bem comum quando se é filho de Hermes, os novos campistas sempre passar por ali, o que faz com que Belle sempre esteja com um sorriso no rosto. Alargou um sorriso pensando pensando no seu primeiro dia ali, algumas pessoas tentariam arrancar suas cabeças a fim de conseguir esquecer qualquer coisa desse gênero, mas ela só se sentira bem ali. Sentou na ponta da cama enquanto puxava com o pé os tênis surrados, calçou-os rapidamente saindo apressada pela porta. 
® Credits to Lux
avatar
Filhos de Hermes

Idade : 18
Mensagens : 1

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Maëve Bennett Holmes em Dom 24 Nov 2013 - 13:47

Those days when you don't even...

Depois de minha ida ter mudado totalmente, nao sabia mais como controlar-la. Acordei com aquele quente sol no meu rosto, iluminando o chalé inteiro. Vi que nao tinha ninguém ali, virei para o lado para olhar as horas, já eram 3 horas da tarde. Nao sei como consegui dormir tanto assim, Deve ser por que passei muito tempo no chalé de Dionisio fazendo farra com as Filhas dele. 

Eu estava começando a adorar aquele acampamento. Fazendo muitos amigos, e me divertindo mais do que eu me divertia antes. Os treinos e missões me dao adrenalina, o que me deixa feliz, e eu amo treinar, Adoro me aventurar. 


Pego meu livro e ali fico lendo ele na minha cama ate adormecer de novo, Aquele dia estava bom para ficar na cama o dia inteiro dormindo, mas tinha certeza que iria levar bronca por nao ter trinado...
 

A Sleepy day...
avatar
Filhos de Hades

Mensagens : 3

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Cavalo Carnívoro
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Paulo Paske Hermano em Qua 11 Dez 2013 - 0:37



Acabara de chegar de um tour pela cidade de NY e já estava com várias encomendas e mais outros itens pra trocar por dracmas no AMS. É impressionante como as pessoas ficam distraídas em uma black friday a ponto de nem perceberem sacolas inteiras sumirem com o papai aqui. Roupas, eletrônicos, relógios, comidas, etc etc. Ainda tinha que me preocupar com as encomendas de itens mágicos, mas essas coisas mais f*didas de se conseguir eu geralmente deixava pro Vitor. Sacomé, sempre deixe o trabalho pesado pro seu irmão gêmeo e o culpe se der merda.
 Entrei no chalé numa boa, observando a grande quantidade de mochilas dos novatos e verificando se tinha algo bom. Não... todos sem graça, sem carregar nada de especial ou ser especial. Os semideuses geralmente chegam no AMS achando ser lá grande coisa, heróis como Hércules e essas viadagens, mas na verdade não passam de adolescentes apavorados com muitos hormônios, poderes idiotas e um imenso ego. O que fazer com eles? Roubar suas coisas, é claro. Dinheiro de trouxa é matula de malandro. Pessoas ordinárias não são ótimas?
 Finalmente cheguei em meu beliche e tranquei os itens roubados com um cadeado mágico, impedindo que outra cria de meu pai se achasse especial demais pra roubar um Hermano. Depois pulei na cama, tirando os vans com meus próprios pés, e tirei um cochilo.


avatar
Filhos de Hermes

Mensagens : 16

Ficha Campista/Divina
Level: 2
Mascote: Serpentes Gêmeas
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Gabriella Malk. Haferlach em Sex 20 Dez 2013 - 17:34



♥ Look like a girl



Entrei no meu chalé depois de dias vivendo no Chalé 69, tinha tanta coisa pra fazer por lá que eu passava mais tempo dentro dele do que fora. Eu esperava, do fundo do meu coraçãozinho, que meus irmãos e irmãs tivessem mantido o chalé em ordem na minha ausencia, já que eles conseguem muito bem tomar conta de si mesmos, mas eu estava errada.

A cena naquele lugar era alarmante: sapatos sem par por cima da TV, fezes de cobra debaixo das camas, meias fedidas cobrindo o chão, toalhas molhadas servindo de edredom nas camas, restos de comida e pacotes de biscoitos transbordando da lixeira e, como eu já deveria ter imaginado, cuecas sujas e fedorentas por toda parte.

Fiquei seriamente tentada a deitar na minha cama (a única arrumada e limpa como se houvesse uma barreira anti-sujeira com raio de 6 metros)e dormir, mas ignorei isso, sacudi a cabeça e fui até o banheiro trocar de roupas (prefiro não mencionar aqui o estado do banheiro).

Peguei umas luvas de borracha roubadas de uma Harpia e as calcei, prendi o cabelo em um coque apertado, respirei fundo - me engasgando com o cheiro deplorável - e comecei a limpar. A porta do chalé estava trancada para ninguém vir me incomodar enquanto eu fazia algo útil sem egoísmo e tão raro. Da Janela vi aos poucos o sol baixando e ouvi as batidas frenéticas na porta, de algum irmãozinho (ou indefinido) que estava apertado para urinar, foram totalmente ignoradas por mim.

Quando o ultimo raio de sol sumiu sob o Lago eu olhei meu serviço: Chão brilhando, camas feitas, toalhas no lugar, cuecas dentro do saco de lixo (que estava quase do meu tamanho) e suor pingando da minha nuca. Nas gavetas de roupas intimas tinha um bilhete fofo escrito por mim " Lave suas roupas ou ande nu" porque é claro que eu não iria lavar roupa intima de marmanjo sem ter nenhuma remuneração ainda mais se fosse daqueles gêmeos porcos ou desse povo que nem o pai divino liga.

Pensei umas cinco vezes em deixar a porta trancada e continuar vivendo a boa vida de filha única, mas o saco de lixo gigante e fedido implorou pra ser posto para fora. Olhei pela janela e vi 20 cabeças ansiosas, eles queriam entrar? Então teriam que pagar pelo o que fizeram. Abri a porta olhando com raiva para o baixinho, que batia na porta com tanta força que os nós de seus dedos estavam escarlate, ele deu um pulo para trás com o susto mas ninguém fez menção de entrar no chalé.

Olhei um por um e disse calma e claramente: - Levem o lixo pra fora e não entrem sem antes limparem esses pézinhos imundos porque o Joaquim adora carne de desobedientes - Dei meia volta sorridente e deitei na minha cama olhando os pirralhinhos tentando levantar o monstro de lixo ensacado que estava a beira da porta.

Os mais velhos nem fizeram questão de ajuda-los, mas isso já não era da minha conta. Tirei a Amelia e o Joaquim (minhas lindas cobras)da gaiola e brinquei de entrelaça-los nos meus braços.


Act like a lady ♥
WE!
avatar
Filhos de Hermes

Idade : 21
Mensagens : 349

Ficha Campista/Divina
Level: 18
Mascote: Serpentes Gêmeas
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Benjamin W. Dawson em Sex 3 Jan 2014 - 1:48

But I still wake up, I still see your ghost
Oh, Lord, I'm still not sure what I stand for, oh

Então era um semideus, ao que tudo indicava. Hm, estranho. Ok, BEM estranho, na verdade. Ele nem ao menos acreditava em Deus, com "d" maiúsculo, como é que de uma hora para a outra esperavam que ele acreditasse em deuses, no plural? Não só em um, mas em um monte deles, e que tecnicamente eram sua família. Certeza que isso não era uma espécie de pegadinha de mal gosto? Na verdade, PÉSSIMO gosto? Ben ainda não conseguia acreditar em toda aquela história, apesar do esforço de seu amigo Jordan, que aparentemente era um sátiro. Ele tinha chifres e tudo, para provar, o que Ben acreditava que era a coisa mais estranha que tinha visto naquele ano, não! Na sua vida. Pelo menos fora o que pensara até ver as pernas de bode.

Estava no acampamento há poucas horas, onde Jordan dizia que ele ficaria "seguro". Sabia que era um imã para acidentes, todos sempre lhe diziam isso, mas ainda não conseguia acreditar esses acidentes eram causados na verdade por monstros, que eram atraídos a ele pelo simples fato de ele ter sangue divino correndo em suas veias. Então aparentemente essa seria sua nova vida de verão, passar os dias no acampamento treinando para que conseguisse sobreviver no mundo real, onde ninguém acreditava em monstros, sátiros, ninfas ou deuses gregos, e precisava fazer sua parte para garantir que as coisas continuariam dessa maneira, segundo Jordan.

Sentindo-se confuso e irritado, Ben seguiu o sátiro por todo o acampamento, indo até um velho chalé de madeira onde Jordan lhe disse que ele poderia descansar. O garoto olhou incrédulo ao redor, vendo todos aqueles outros chalés que pareciam bem mais inteiros e vazios do que os que Jordan lhe apontava, sem entender porque não poderia ficar em um dos outros.

- É complicado, disse Jordan, como se entendesse a dúvida do rapaz. - Amanhã eu te explico, por hoje você precisa dormir. Pelo amor de Zeus, EU preciso dormir. São duas horas da manhã, cara, nós dois precisamos de um descanso depois do dia de hoje...

- Okay, okay... Vou tentar dormir, mas você me deve muitas explicações. E não aceitarei um "é complicado" como resposta, acho que depois de ser arrastado por metade do país o mínimo que eu mereço é a verdade.

Sem dar tempo para Jordan rebater qualquer coisa Ben se virou e entrou no chalé, constatando que estava tão cheio quanto parecera ao dar a primeira olhada pela janela. Escolheu para si um canto mais vazio, já que todas as beliches estavam ocupadas, e dormiu usando sua mochila de travesseiro, sem nem ter ideia de como fora uma medida segura dado o lugar em que se encontrava.

What do I stand for? What do I stand for? Most nights, I don't know anymore
avatar
Indefinidos

Mensagens : 1

Ficha Campista/Divina
Level: 5
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Lauren Hulshöff Ehrarck em Sab 4 Jan 2014 - 10:51

First day of a journey...

E aqui estou eu, sendo empurrada acampamento a dentro como um indivíduo de um atmosfera que admito não acreditar tão bem assim. Ser semideusa, meus pais não terem me contado tal fato e ainda por cima ser uma indefinida aqui. Se tinha algo ainda para piorar isso eu não acreditava. Alguns filhos de Hermes até eram gentis e prestativos, outros só queriam zoar com a nossa cara. Sendo chatos, irritantes e incrivelmente barulhentos.

Quíron apareceu meio que do nada dizendo a nós indefinidos que deveríamos treinar. Maldita hora em que disse que nada poderia piorar. Respirei fundo deixando minhas coisas em um canto escondido, não queria mesmo que eles mexessem. E me retirei do chalé.
 

And I'm tired
avatar
Filhos de Quione

Idade : 25
Mensagens : 12

Ficha Campista/Divina
Level: 3
Mascote: Lobo Albino Gigante
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Siobhan O'Connell em Sex 10 Jan 2014 - 23:35



Shining like a fiery beacon.

Depois da festa e de uns valentes copos, era típico de uma Irlandesa. Graças a Zeus que tinha uma genética assim tão resistente ao álcool. E ainda por cima, sentia-me imunda. O meu cabelo parecia ter passado por um generoso turbilhão de vento e o posto apontando para todos os lados. As minhas roupas, igualmente imundas de um copo ou outro entornados de campistas já mais que alterados pelas fortes bebidas. Por isso é que nunca misturava bebidas. Um arrepio passou-me pelas costas. Olhei para trás que nem instinto, mas nada estava atrás de mim. Franzi as minhas sobrancelhas ao escuro do vazio. Devia ser um pouco da bebida... Descalcei-me cuidadosamente sem querer acordar nenhum outro campista ou filhos de hermes. Pé ante pé caminhei para a minha cama e vesti o meu pijama. Deitei-me ao aconchegar-me à almofada sentindo falta de Logan. Um vazio preencheu-me o coração. Era estes momentos que odiava ficar sozinha. Abanei a cabeça para afastar os maus pensamentos. Um ultimo suspiro e adormeci que nem uma pedra.

Algo cortou-me a respiração. Acordei sobressaltada com o coração aos saltos e com suor por todo o meu corpo. Parecia que tinha corrido uma maratona. A minha cabeça latejava de dores e agarrei-a com as minhas mãos. O sol incomodava-me nos olhos. Que era isto? Sabia que não bebia álcool há muito tempo, mas não assim tanto para ficar desta maneira. Até tive um sonho maluco com Hades e Zeus. Uma confusão danada. Porém, não me recordava de que se tratava. Olhei para os meus cobertores e lentamente lá ia diminuindo a dor aos poucos e poucos. Engoli em seco. A saliva custava a descer, como se fosse uma pedra na minha garganta. O álcool não me tinha caído nada bem...

— Duche. — resmunguei baixinho sem querer enfrentar alguém. Apostava que parecia um zombie andante. Apanhei a minha roupa de hoje e fui directa à busca de um bom e quente duche para diminuir as dores de cabeça.

Já afagando o meu cabelo ruivo com a toalha, Logan tinha vindo à minha procura mesmo no meio de tantas pessoas, ele encontrou-me. O meu sorriso cresceu à velocidade da luz. 
 

 eu | pensamentos | narrador
thanks tess
avatar
Devotas de Hera

Mensagens : 84

Ficha Campista/Divina
Level: 18
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Katherine K. Henkonita em Dom 12 Jan 2014 - 23:16







Cheguei no acampamento meio-sangue muito perdida. Até onde sei, meu amigo era um sátiro e me trouxe pra cá.Existe uma coisa chamada ''Reclamação'' onde você descobre quem é seu pai ou mãe Deus. Os Deuses existem,embora eu já soubesse bem lá no fundo de mim; e ser ''Semi-Deusa'' era agora o que eu era, metade Humano metade Deus. Era estranho para mim ser uma Semi-Deusa, pois a duas semanas atrás ainda era só uma garota..no mundo.Pois bem,veremos.. ''Semi-Deusa'' ... e agora? quem era meu pai ou mãe Deus?? será uma Deusa? Hera talvez fosse, por causa de meu jeito ciumento, e vaidoso.. ou será um Deus? Hipnos até poderia ser, pois sou preguiçosa e boa conselheira.. mas como saberei? queria tanto ser reclamada logo.. mas ao invés disso terei de esperar.Entrei no chalé do Deus Hermes, ou como todos o conhecem 'Deus dos Ladrões', para ficar lá até ser reclamada. 

...

Depois de ajeitar minhas coisas no chalé cheio de filhos de Hermes e também, assim como eu 'indefinidos'.Tomei banho, coloquei uma roupa confortável para dormir consegui uma cama para mim, perto da parede. Falavam pelo acampamento que Hera teve um filho ou filha e que ela quebrou os próprios princípios de fidelidade tendo esta criança. Eu atinha certeza que não..Hera jamais faria isso, ela é fiel a Zeus..*Pobre Deusa Hera.. esses boatos falsos de que você não é fiel a Zeus devem ter te deixado furiosa* pensei. Soube também, que os Semi-Deuses tinham sonhos, de coisas que iam acontecer, ou que estavam acontecendo e que esses sonhos, poderiam ajudar para a finalidade deles; *será que terei um também? será que serei útil para algo mesmo ainda sendo indefinida..?* questionei a mim mesma. Resolvi parar de pensar nessas coisas e mergulhei em um sono profundo.. esperando ver se tinha teria sonhos ou não.



Acho que errei alguma coisa ..
avatar
Indefinidos

Idade : 22
Mensagens : 1

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Paulo Paske Hermano em Dom 26 Jan 2014 - 23:36



Quando se tem um irmão gêmeo pra lutar contra monstros e um futuro promissor como membro de alguma quadrilha ou máfia, treinos passam a ser triviais. Ou talvez a preguiça de fato reinasse em meu cotidiano. Por isso, como de costume, entrei no chalé com minha trouxinha de itens roubados e os guardei no baú. Depois do procedimento de proteção dos produtos a serem vendidos no mercado negro olimpiano, deitei na cama da Gabriella Malks. A minha estava muito desarrumada e a do Hermano mais ainda, então notei que a cama da toda sexy conselheira era a mais limpa. Tirei os vans e me joguei ali, dormindo tranquilamente e babando no travesseiro dela.


avatar
Filhos de Hermes

Mensagens : 16

Ficha Campista/Divina
Level: 2
Mascote: Serpentes Gêmeas
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Gabriella Malk. Haferlach em Ter 28 Jan 2014 - 15:12



Depois de lavar meus lençóis com o limpador de coisas mais poderoso do mundo, o cheiro daquela criatura imunda que se deitou na minha cama diminuiu... um pouco, mas diminuiu.

-Acho que vou ter que incinerar esta meleca - Disse olhando para a fronha melecadinha de baba, ai que nojo... Enfim

-Vamos por umas falas aqui pro texto render né? - Pensei em voz alta, depois de ver que só tinha escrito um nadinha - Agora vou cantar - Liguei o radio e aumentei o som para acordar as vadias.

- DIGA AONDE VOCE VAI QUE EU VOU VARRENDO, DIGA AONDE VOCÊ VAAAAAAAI QUE EU VOU VARRENDO... EU VOU VARRENDO VOU VARRENDO VOU VARRENDO VOU VARRENDO VOU VARRENDO VOU VARRENDO VOU VARRENDO VOU VARRENDO. OOOOOOO MENININHA EU SOOOOOOOOU SEU FÃ ooooo menininha eu SOOO seu fã... dFDÇKJNGVDFÇJVNFDVLDJFV ATÉ DEEEEEEEEEEEEEEEEEEE MANHÃ jvgndfkjvgnfdjvkndfkvjdnvjf até deeeee manhã.- Pronto, ficou num tamanho decente... Até o mês que vem, povo e obrigada pelo table Paulinho lindo do meu coração.


avatar
Filhos de Hermes

Idade : 21
Mensagens : 349

Ficha Campista/Divina
Level: 18
Mascote: Serpentes Gêmeas
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

1° postagem: Chegando ao acampamento

Mensagem por Alexandra Campbell em Sab 1 Mar 2014 - 15:31



..............................................


Alexandra tropeçou para dentro do chalé e pelo menos quinze pares de olhos se viraram para observa-la. O garoto alto e barbado que a acompanhada desde a entrada, passando brevemente pela enfermaria, e a trouxera ali apenas deu um sorriso encorajador e saiu. A morena se sentia totalmente deslocada, parada ali com as roupas rasgadas e uma muda com um par de calças e a camiseta do acampamento doadas nas mãos. Ainda não se olhara no espelho, mas considerando tudo que passara desde o caminho de casa até ali, sua aparência não deveria estar nem minimamente apresentável.

O rapaz loiro que a guiara lhe avisara para tomar cuidado para que os campistas do chalé de Hermes não roubassem nada seu. Mas no fim das costas, ela não possuía nada consigo para roubar. Antes que ela pudesse se situar o suficiente para agir, outro rapaz, também alto, mas muito magro, se aproximou. Ele envolveu seu braços pelos ombros de Alexandra, com um sorriso divertido, e a aproximou de si.

- Bem vinda ao nosso humilde chalé senhorita. Eu sou Alan. - Disse num tom galante. Seus olhos brilhavam de divertimento, provavelmente pela feição perdida de Alexandra.

- Alexandra. - Respondeu sem jeito.

- Nova por aqui, não é? Não se preocupe, nós vamos ajuda-la a se sentir em casa. Anna! Pode mostrar a ela onde ficam os chuveiros e dar a ela uma cama para dormir?

- Tudo por você querido. - Anna, uma garota loira, disse sarcasticamente para Alan.

Ela se aproximou dos dois e empurrou Alan para longe de Alexandra. A morena arregalou os olhos, mas Alan apenas riu enquanto Anna o fuzilava com o olhar.

- Agora deixe a menina em paz. Ela obviamente não tem nada de valor que você possa passar as mãos.

- Ah... Mas com certeza ela tem... - Ele murmurou baixo, com um sorrisinho malicioso.

Mas não baixo o suficiente, pelo visto, ou o sorriso o entregou. Anna deu-lhe um chute forte na canela, que o fez deixar escapar um grito e sair pulando pelo comodo em um pé só, fazendo todos os outros rirem. A loira pegou Alexandra pelo pulso e a puxou, guiando-a para os banheiros. Ela entregou a Alexandra uma toalha, sabonete e um shampoo/condicionador, que aceitou agradecendo. Após limpa, seca e vestida, Alexandra se sentia muito melhor. Anna novamente a guiou entre as muitas camas do chalé e lhe ofereceu uma.

- Geralmente aqui é bem cheio, mas com a guerra deu uma boa reduzida. Agora, eu sugiro que você durma. Amanha você começa a treinar e, se você quiser permanecer viva, é melhor se esforçar. Boa noite.

- Boa noite. 

Alexandra virou para o lado. Imaginou que sua mente fosse permanecer por horas tentando assimilar tudo que acontecera naquele dia. Para sua surpresa, ela já estava dormindo antes desmo de poder ouvir Anna voltar a discutir com Alan a poucos metros de si.

..............................................



this thing was made by fafs @ TDN and you better not steal it, unless you wanna wake up without a kidney in a bathtub full of ice!


avatar
Indefinidos

Idade : 23
Mensagens : 1

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Katie R. Garfield em Dom 30 Mar 2014 - 21:53





 
Ainda como indefinida,eu tinha que ficar no chalé dos filhos de Hermes com filhos deste e outros iguais a mim. Eu não estava com a minima vontade de me levantar da cama naquele dia; eu estava morrendo de preguiça. Logo vi que não tinha mal nenhum eu ficar somente ali, deitada; então pensando que talvez eu poderia ser uma filha de Hipnos voltei a dormir como se o dia tivesse se transformado em noite novamente, mas antes disse - Boa noite dia - e assim, finalmente cai no sono.

OFF: Post pra não perder a Ebba sz
avatar
Filhos de Hécate

Idade : 20
Mensagens : 23

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Phoebe Bertrand O'Malley em Qui 29 Maio 2014 - 21:21



Era realmente um saco ser indefinida. Isso de não ter um pai para chamar de seu e um chalé para chamar de lar era incomodativo. O chalé de Hermes, sempre cheio, era um inferno. Eu não via a hora de sair dali. E era sobre aquilo que eu pensava enquanto lutava contra o sono que fazia meus olhos quase fecharem. Meu cabelo estava molhado devido ao banho recente que eu tomara para aliviar a tensão dos treinos. Por fim, adormeci.

avatar
Adotados de Hestia

Idade : 20
Mensagens : 32

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por David Crash em Ter 17 Jun 2014 - 16:57

Adentrei o chalé. Minha cama, a parte de baixo de uma beliche estava cheia de meus pertences. Eu não tinha muita coisa, mas o suficiente para uma vida chata e tediante no acampamento. A maior parte de meu tempo era passado fora do chalé, já que eu sentia que aquele não era o meu lugar. Eu seria reclamado algum dia, disso eu sabia. Mas até lá eu teria que esperar, e esperar sendo roubado pelos filho de Hermes.

— Ok! Quem foi o engraçadinho que roubou a minha sétima escova? — gritei. Eu já estava cansado daquilo.
avatar
Indefinidos

Idade : 21
Mensagens : 26

Ficha Campista/Divina
Level: 7
Mascote: Leokampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Cassie Ferrer Schmidth em Dom 22 Jun 2014 - 11:13



Acordei com a barulheira que só o chalé mais abarrotado de campistas poderia proporcionar. Meu mau humor era visível, afinal de contas quem gostava de ser acordada de uma forma tão carinhosa assim? Honestamente eu não era uma opção. Apertei o travesseiro sobre o rosto, querendo sumir dali, mas sem muito êxito. Desisti de tentar voltar a dormir, admito, e desci do beliche quase pisando um campista que ocupava um colchonete ao  meu lado. — Desculpe. —  Murmurei enquanto pulava por cima dele, seguindo até a cômoda onde eu obtive duas gavetas para guardar os meus pertences. Minhas roupas e objetos pessoais estavam extremamente organizados dentro da gaveta, em compensação fora dela tudo era uma bagunça descabida. Haviam toalhas penduradas em todos os locais possíveis, assim como roupas, sapatos e demais objetos que eu nem sempre tentei identificar espalhados por ai. Senti o sangue subir, aquilo era quase um atentado, nosso Chalé já era o mais difícil e ninguém tentava cooperar. — EEEEEEEEEEEEI! —  Gritei o mais alto que meus pulmões permitiram, e todos os campistas viraram para olhar a pequena garota de cabelos negros e desgrenhados que gritava com eles. — Esse Chalé é o mais cheio, mais dificil e mais bagunçado que existe no Acampamento, e isso tudo naturalmente. —  Todos fizeram expressões diferentes, enquanto me encaravam. Não sei se ia receber um soco ou um abraço, mas decidi que continuar era a melhor solução, afinal de contas eu já havia começado mesmo. — Então não seria uma boa ideia se ele pelo menos fosse organizado? —  Minha pergunta não pedia resposta, e eu nem queria que eles se manifestassem, ergui uma camiseta jogada a frente da cômoda que eu ocupava e joguei na direção do campista que revirava os olhos diante das minhas palavras. — É sério, não custa nada vocês recolherem as suas coisas e cooperarem com a organização desse lugar. Não da pra viver na bagunça. — Dito isso recolhi todas as roupas que estavam a minha frente, pelo menos aquelas peças que eu enxergava fora do lugar e coloquei em cima de um colchonete vazio. Um dos filhos de Hermes, que eu nem esperava que concordasse comigo, pegou algumas peças que estavam jogadas e fez o mesmo, colocando-as ali. Alguns minutos depois vários campistas tinham feito o mesmo e recolhiam do monte seus próprios pertences, dando fim aquela bagunça absurda, pelo menos o melhor que conseguíamos. Sorri satisfeita e deixei o chalé, migrando para o banheiro onde uma ducha me aguardava.


 40 Dracmas - Deméter
avatar
Filhos de Fobos

Mensagens : 29

Ficha Campista/Divina
Level: 19
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Leslie Belikov Ashford em Sex 27 Jun 2014 - 18:06

aufräumen das chaos
Adentrei o chalé sem me importar com os olhares dirigidos a mim, isso era totalmente normal por conta da cor do meu cabelo. Soltei um suspiro pesado e me dirigi a um canto do chalé, onde o garoto do dia anterior disse que eu ficaria, ele também tinha dito que era pra eu ter cuidado com os meus pertences, mas eu não tinha dado muita importância; Se algum daqueles filhos de Hermes ousasse roubar minhas roupas, ele iriam ver a minha verdadeira fúria. Revirei minha mochila e soltei novamente um suspiro, ficar naquele chalé porque não sabia qual era meu pai ou mãe olimpiano estava se tornando uma verdadeira tortura.

O chalé de Hermes estava sempre bagunçado e cheio, e isso me deixava irritada. Eu odiava viver no meio da bagunça e da super lotação, vi algumas roupas jogadas pelo chão e lixo acumulado debaixo de uma das camas (não era difícil notar quando se estava “morando” no chão), só tinha algumas beliches arrumadas e olha que eu tinha visto uma menina limpar o chalé dois dias atrás. – Não aguento mais! – Resmunguei e me levantei do meu colchão, comecei a juntar as roupas do chão e as pessoas começaram a olhar como se eu fosse louca. – Não me olhem assim, só não aguento mais essa bagunça – Murmurei e continuei catando as roupas do chão, aquelas roupas fediam mais que comida estragada, prendi a respiração enquanto as segurava e joguei tudo num cesto, eles teriam que dar um jeito de lavar aquilo depois.

Organizei as beliches desarrumadas e passei a arrumar as escrivaninhas, tinha papel jogado pra tudo que é lado e todos eles continham um plano para roubar alguma coisa, isso não me deixou impressionada e nem nada, era de se esperar uma atitude daquelas vinda dos filhos de Hermes. Quando terminei, peguei uma vassoura e comecei a varrer o chão, que estava cheio de terra, varri o chão da melhor maneira que consegui e joguei a sujeira lá pra fora. Peguei um pano úmido e passei pelas janelas para tirar o pó acumulado, quando terminei estava toda suada e minhas roupas estavam um pouco sujas, mas o chalé estava limpo. – Ótimo! Agora se desarrumarem de novo, eu não vou arrumar – Resmunguei enquanto pegava uma toalha, roupas limpas e me dirigia para o banheiro.
valeu @ carol!


 40 Dracmas - Deméter
avatar
Indefinidos

Mensagens : 1

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Kristen Ludwing Miller em Dom 29 Jun 2014 - 10:57

A different life, different plans.

A noite talvez poderia ter sido boa, se eu não estivesse tão cansada e exausta depois de treinar adagas a tarde inteira e ainda por cima chegar no chalé e encontrar a mesma baderna de sempre. Não é que eu não gostasse do Chalé de Hermes, só que tantos os filhos de hermes quanto os demais campistas, os indefinidos adoravam fazer uma bagunça para variar. Sério. Se eu soubesse o que eu encontraria aqui no acampamento talvez nem teria entrado preferiria até ser perseguida por um monstro. Com certeza essa noite foi uma das piores da minha vida. Sabe quando você se pega pressa dentro de uma insônia que parece mais ou menos como se você estivesse  dentro de um garrafa de vidro transparente que você pode ver tudo do lado de fora. Então era assim que eu me sentia, tantos sentimentos e sonhos me peguei pensando na minha vida antes de tudo isso aqui, antes de eu descobrir que era uma semideusa.

Acordei já era meio tarde, o sol ardia sobre o acampamento. Me soltei do travesseiro mesmo não querendo e sentei na cama, estava tentando processar as minhas ideias e pensamentos no meu cérebro. Levantei do colchão e dei uma espreitada na janela só pra ver o que se passava e me direcionei direto para o banheiro que pra variar não estava com uma fila de campistas. Saí do banheiro e voltei para o meu canto, peguei minha escova e comecei a pentear os cabelos que estavam uma loucura. Como o espaço era pequeno e eu só trouxe o necessário peguei minha pequena necessaire que estava desposta na mesa e tasquei  o rímel que estava dentro da bolsa. Abri, girando os dedos sobre a tampa e passei levemente nos olhos. Peguei uma camiseta e se vesti, voltei a sentar na cama com os pensamentos longes. — Pensativa? Argumentou a garota que se posicionava bem atrás da beliche. Já que estava um pouco tarde para dormir todos os semideuses dispostos no chalé já estariam de pé, não sei como não acordei com a barulheira que todos estavam fazendo. — Sim, revendo planos, poucos planos. Comentei com a menina e me levantei da beliche pois a faladeira estava muito alta. — Você não vai ir tomar Café da Manhã? Mesmo não estando com muito fome levantei o rosto e disse. — Sim, já estou indo.  A garota saiu e voltou ao encontro da barulheira que estava desposta no chalé.

Andei pra frente, seguindo os passos da garota que tinha acabado de sair. Me deparo com alguns campistas indefinidos jogados em umas poltronas e outros jogando algum tipo de jogo. Dei um pequeno sorriso ao garoto que tinha me cumprimentado e segui em direção a porta do chalé. O céu estava um tanto azul e os campistas estavam fazendo suas tarefas diárias o acampamento não parava. Uns estavam escalando na parede de escalada, ou tentando e outros estavam empurrando um pequeno barco ao lago e pra variar ninguém estava correndo. Desci a escada do chalé e  entrei na trilha afim de encontrar o Pavilhão.



Alice Schiochett Cornwell
I'm miss autonomy, miss nowhere I'm at the bottom of me Miss androgyny, miss don't care What I've done to me I am misused , I don't wanna do Be not your slave Misguided, I mind it I'm missin' the train And I don't know where I've been And I don't know what I'm into And I don't know what I've done to me And as I watch you disappear into the ground My one mistake was that I never let you down So I'll waste my time and I'll burn my mind I'm miss nothing, I miss everything
avatar
Indefinidos

Idade : 19
Mensagens : 2

Ficha Campista/Divina
Level: 2
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Edward Üshoa Donati em Seg 11 Ago 2014 - 11:33

Depois de um dia cansativo e sem muitas novidades pelo acampamento decidi então juntar-me ao consolo do meu bom amigo que é o meu cobertor em minha amada cama no chalé de meu pai. Meus pés estavam doendo de tanta correria que fora o dia de hoje, minhas mãos sujas com a terra preta e fértil do bosque e bom.. minhas roupas já não pareciam mais roupas como antes. – Aquelas plantas carnívoras me detonaram hoje.. – Comentei comigo mesmo enquanto caminhava já nas proximidades da entrada do chalé. Zeus, como era bom sentir aquele velho odor da minha toca, do meu refúgio de longa data. Estava aflito para logo chegar e após uma devida limpeza, cair sobre a minha bela cama mas tudo pareceu tão difícil depois que aquele meio-sangue filho de sei lá quem apareceu no meu caminho para discutir sobre o sumiço de seus pertences, minha cara se fechou de imediato e aquele maldito não pareceu entender o perigo que estaria correndo naquele exato momento em que resolveu cruzar o meu caminho. – Não Roberto, não faço a minima ideia de onde possa estar a droga da sua carteira, posso assegura-lo de que não foi eu. Não dessa vez! – Afirmei ainda tendo o pingo de paciência que ainda me era concedida. O outro meio-sangue como os demais outros não acreditou na minha versão e ficou me encarando com uma cara desconfiada. – Caralho vou partir sua cara ao meio se continuar com essa idiotice meu amigo, já disse que não foi eu! – Retruquei novamente, agora aos berros. Minha paciência se esgotou, sem pensar duas vezes empurrei o desgraçado contra uma parede e finalmente entrei no chalé.

Pouco me importava se ele estava bem ou se partiu a cara em pedaços quando se chocou contra a parede, estava cansado, sujo e agora violento por causa do estresse, só queria encerrar meu dia descansando mas alguns malditos bastardos me impediam de fazer isso, trágico.. para eles. Por fim consegui completar a minha até então jornada para o chalé. – Oh glória.. – Disse aliviado enquanto tirava aquelas roupas que estavam grudadas em meu corpo. Depois de uma ducha quente e demorada no banheiro do chalé vesti novas roupas e cai sobre a cama, após fechar meus olhos um breu tomou conta. Era o meu tão esperado descanso. Saio dali logo após.

avatar
Filhos de Hermes

Idade : 22
Mensagens : 7

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Leslie Wittels. Brückner em Qui 21 Ago 2014 - 18:50



Ser indefinido era algo extremamente complicado, por onde se andava recebia aquele olhar de 'e ai, quem vai te reclamar?', parecia que todo mundo estava interessado no meu progenitor divino, até mais que eu em alguns casos. Era um pouco cansativo não ter certeza de nada. O Chalé de Hermes, por hora, era o meu lar. E seria até que algo acontecesse e eu fosse reclamada. Era extremamente dificil conviver com isso, e eu normalmente passava todo o meu tempo livre no chalé, como fazia nesse momento, sentada na minha cama lendo um livro ou apenas pensando na vida. Algum tempo depois, provavelmente algumas horas, ouço meu estomago roncar exigindo comida, e escapo dali um tanto quanto contrariada.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Allison Thousk Prentess em Sab 23 Ago 2014 - 17:24

Chego boladona no chalé, já que sou deusamente orfã. -q Me ajeito deitadinha no chão por alguns minutos, porque a droga do lugar é cheio. Depois de um tempo no desconforto, saio dali.
avatar
Indefinidos

Idade : 19
Mensagens : 3

Ficha Campista/Divina
Level: 3
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Noralys Carter em Qui 28 Ago 2014 - 18:46

Depois de alguns treinos, achei melhor descansar a mente e o corpo. O Chalé de Hermes é cheio mas é que nem coração de mãe ou a casa da Mãe Joana, sempre cabe mais um ou sempre enfiam mais um. Troquei olhares com alguns colegas de quarto, me joguei na minha cama no meu canto afastado. Fechei bem minha mochila que guardava algumas roupas, fotos pessoais e minha adaga. A coloquei debaixo do meu travesseiro e me deitei, estava agitada demais para dormir. Pelo menos, minha mente hiberna um pouco antes de meu corpo pedir mais um treino.
avatar
Filhos de Afrodite

Idade : 23
Mensagens : 17

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Noralys Carter em Qui 28 Ago 2014 - 19:46

Não me contive e saí para treinar canoagem.
Agora estou de volta, prometendo a mim mesma que não treinaria mais nada por hoje, meu corpo está feio geleia e como eu queria um banho quente, uma manicure e uma cabeleireira. Chequei minha mochila para ver se não estava faltando nada, por aqui não se pode confiar em ninguém, mãos ágeis e olhos cobiçosos, eram todos assim aqui em Hermes. Por enquanto nada me faltava, abracei minha mochila e me deitei, fechando os olhos. 

Que amanhã tudo melhore, minha mãe me reclame seja quem for e eu possa ter minha mente em total paz.
avatar
Filhos de Afrodite

Idade : 23
Mensagens : 17

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Noralys Carter em Qui 28 Ago 2014 - 21:31

Acordei pouco tempo depois, pelos deuses, que fome! Levantei e coloquei minha mochila embaixo da cama, fui até a entrada pegar algum utensilio que pudesse me ajudar numa breve limpeza no chalé. Vassoura, pá, baldes com água e alguns outros produtos de limpeza. Tendo isto tudo em mão, comecei a varrer cada pedacinho do chalé, ignorando os olhares que alguns colegas me lançavam, pedia licença e continuava meu serviço. Após tudo varrido e o lixo recolhido, passei pano no chão todo, meus deuses estava tudo encardido. Há quanto tempo alguém não limpa essa bodega?
Respirei exausta após tudo estar limpo, o ar até ficava mais leve.
avatar
Filhos de Afrodite

Idade : 23
Mensagens : 17

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Mabelle Legrand LeRoux em Qui 8 Jan 2015 - 11:09

Ser indefinida era realmente um porre. Principalmente pelo fato de ter que aturar os campistas de Hermes. Acordar com pasta de dente na cara não era muito legal, sabe? E foi o que aconteceu por dias seguidos, até que eu explodisse. Analisei meu rosto de frente ao espelho: agora só desenhos feitos com maquiagem eram encontrados ali, e isso eu resolveria depois. Sorri para o reflexo e decidi deixar o salé para comer algo, saindo dali. 
avatar
Adotados de Hestia

Mensagens : 5

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Cashmere Leff. Vendramini em Sab 7 Fev 2015 - 13:28

Unicórnios e borboletas rosa fluorescente estavam sentados em minha cama, conversando sobre a Disney. EU JÁ BEIJEI UM LOIRO! Gritei e todos riram. Aquela tal de Flor de Lótus não parava de dar em cima de mim. Minha língua logo sentiu seu gosto novamente. Céus, ela beijava tão bem! Desejei boa noite para meus novos amigos do coração e deitei na cama com a Flor ainda ao meu lado. Logo, apaguei. 

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé de Hermes

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Aliados e ParceirosCréditos e Copyright©
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Wild Scream RPG RPG Hogwarts Todos os direitos reservados a Monte Olimpus RPG® 2011-2016