Praia dos Fogos de Artifício

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Davos H. Grümmer em Qui 21 Nov 2013 - 19:58

king of darkness,
as confusões sempre estão comigo.

Devo assumir que eu já não suportava mais esperar ter que vir para este acampamento, minhas ferias anteriores foram agradáveis, havia conhecido algumas pessoas e feito alguns amigos, mesmo que você, caro leito, esteja duvidando disto no momento, eu tenho amigos. Não é porque eu sou lindo, perfeito, extrovertido, elegante, sexy, sedutor, atraente, perfeito e maravilhoso, que eu não tenho amigos. É obvio que eu também sou um cara muito humilde e cheio da realidade nas palavras, sou filho da escuridão mas tenho um clarão no coração, isso soou muito gay... Mas eu não me importo, até porque isso são meus pensamentos. Estava eu, caminhando lindamente pelos terrenos do acampamento, até meus pés guiarem-me direto para a praia, onde retirei minha jaqueta de couro preta e a pus na areia, sentando-me em cima da mesma e fiquei olhando ao céu.  — Deve ser interessante sentir frio. — Por pura sorte do destino, ou talvez azar, eu não era um cara que sentia frio, geralmente eu era o cara que esquentava as pessoas do frio, no entanto, eu devo assumir que sou pegador. Mas sou também muito quieto e calado, falo com as pessoas quando eu julgo necessário falar, e quando falo é somente aquilo que eu acho que é útil a ser dito, tenho o péssimo (outalvezotimo) habito de não gastar saliva atoa. Dei de ombros novamente e passei a mão por meu cabelo, erguendo a sobrancelha e observando com mais atenção ao céu, naquela noite.

avatar
Guardião de Perséfone

Idade : 26
Mensagens : 117

Ficha Campista/Divina
Level: 50
Mascote: Cavalo Carnívoro
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Valenttina W. Mensen em Dom 24 Nov 2013 - 14:24


Era uma manhã ensolarada no acampamento meio-sangue e, por causa daquilo, decidi não ficar no chalé ou em qualquer outro lugar do acampamento, mentira, eu teria que ficar em algum lugar do acampamento, porém, eu decidi ir à praia dos fogos de artifício, nunca havia ido no tal lugar, então eu decidi ir lá mesmo. Sai do chalé já arrumada; usava um short jeans e uma blusa que tampava quase todo o short, decidi deixar o all star de lado e calcei uma rasteirinha qualquer e como sempre, deixei meu cabelo solto. Comecei a caminhar em direção à praia e, por sorte, eu não estava sentindo fome nenhuma então nem iria me preocupar em passar no refeitório ou em qualquer lugar para tomar o café da manhã. Após alguns minutos andando, cheguei no local escolhido daquela manhã. Sentei-me em uma pedra qualquer e logo olhei para o nada, observando a linda paisagem que aquele lugar tinha. – And we'll be burnin' up like neon lights... – Cantarolei uma música da Demi, uma cantora do meu mundo, joguei o cabelo de um lado para o outro enquanto cantava mentalmente Neon Ligths, a música da Demi. E em seguida levantei-me da pedra que eu estava sentada e caminhei até o outro lado da praia - o lado em que a areia era rosada - e em seguida sentei-me no chão mesmo, enquanto soltava um leve suspiro.
avatar
Indefinidos

Idade : 19
Mensagens : 4

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Eoin W. Skynnbastian em Dom 24 Nov 2013 - 15:22





Bebendo
Narras, Falas - Pensamentos


O Eoin adorava dar um fugida do acampamento, aquele sentimento de se sentir preso com correntes sobre os pés ao pescoço era agonizante. Ele era um filho de Éolo, um lobo solitário, livre e selvagem. Eoin estava na praia, não fazia ideia de como tinha parado lá, deitado a mercê na água. Seus lábios estavam molhados com aquele gosto de água salgada. Seu cabelo tampava o seu olho esquerdo, ele parecia até um emo. Ele olhava para o sol deitado sobre a água. -To com fome... Odeio esse lugar... - Ele falou erguendo uma de suas mãos para o céu tentando pegar o sol. Seu corpo estava ficando arrepiado com o frio, então Eoin mergulha em direção das areias. Quando sai da água, ele se estica todo como se estivesse acabado de dormir. Caminha em direção a sua toalha e a pega, enrola no seu pescoço e se aproxima de uma menina solitária. - Buuuuuu, o que faz aqui sozinha, criança ? - Eoin tenta dar um susto na menina que estava suspirando, ela parecia cansada e muito preguiçosa por sinal.




avatar
Filhos de Éolo

Idade : 24
Mensagens : 1

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Valenttina W. Mensen em Dom 24 Nov 2013 - 15:47


Ok, aquilo estava me fazendo sentir saudades da Califórnia, o lugar onde eu vivia antes de vim parar aqui nesse acampamento que, para mim, era estranhamente estranho. Ok, a alguns meses atrás eu nem acreditava em Atena ou em qualquer outro deus ou deusa, claro, eu acreditava apenas no Deus do mundo real, se é que alguém me entendia. Ninguém me entendia, na verdade. Soltei um leve suspiro e logo fitei o mar, como eu queria saber quem era minha mãe, sabe? Conhecer ela pessoalmente, abraçar ela e falar o quanto eu a odeio. Sai dos meus pensamentos quando ouvi uma voz masculina, dei um pulo do lugar de onde eu estava e levantei-me enquanto fitava o desconhecido. –  AI, MEU, DEUS! – Falei pausando cada palavra que eu falava e em seguida bufei de raiva.
avatar
Indefinidos

Idade : 19
Mensagens : 4

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por David H. Grümmer em Seg 25 Nov 2013 - 23:14



Era mais um dia que eu não queria sair do chalé, por que? Porque eu estava com uma bela ressaca, era parte de ser o gêmeo sociável, enquanto o Davos fazia o antissocial para as menininhas correrem atrás dele e implorarem por seu corpo nu, mas eu era diferente do meu gêmeo, eu curtia essa brincadeira de ir atrás e conquistar, mesmo que alguns achassem burrice ou submissão, mas isso não atraía somente a garota alvo, todas as meninas dão em cima de você, quando notam que você quer outra, vai entender a lógica! Eu levantei da minha cama, sentindo a cabeça doer um pouco e latejar pouco depois. "Bela ideia a de seguir os filhos de Dionísio nos shots extras de Tequila, Ivan.", pensei comigo mesmo, antes de levantar da cama e me espreguiçar. Fui para o chuveiro e tomei um bom banho, aproveitando os jatos de água como massageadores em meus ombros, porque sou desses que tem preguiça e inabilidade para se fazer massagem, mas nos outros é mestre nisso. Sai do banho e botei roupas limpas, uma bermuda preta e uma regata preta, juntamente com um par de sandálias daquelas havaianas, e em seguida rumei para o lado de fora, fazendo uma senhora careta com aquele sol do lado de fora, que fez minha cabeça voltar a latejar. - Mas que droga!! - Resmunguei em voz baixa, enquanto me encaminhava para a praia, lá era um local calmo e eu gostava do cheiro da maresia, apesar de ter receio com o mar, por ser área de Poseidon e este ter uma rincha com Hades, meu pai olimpiano. Eu vi uma figura conhecida, de iguais cabelos negros e postura nada relaxada, assim como a minha era naturalmente. "Por Hades! Já não basta ser parecido, tem que escolher o mesmo canto que eu!", resmunguei em pensamento, enquanto me aproximava no meu "copiar e colar", vulgo Davos. - E aí? Apreciando a vista ou esperando alguma garotinha que caiu na sua lábia? - Perguntei bem humorado, enquanto dava uma leve contovelada no braço dele.


Template by: Nicole Goulart
avatar
Filhos de Hades

Idade : 24
Mensagens : 25

Ficha Campista/Divina
Level: 5
Mascote: Cavalo Carnívoro
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Valenttina W. Mensen em Qua 27 Nov 2013 - 14:21

Saio dali deixando o desconhecido sozinho. sz
avatar
Indefinidos

Idade : 19
Mensagens : 4

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Davos H. Grümmer em Qua 27 Nov 2013 - 14:59

king of darkness,
as confusões sempre estão comigo.

Aquele lugar era confortável e ao mesmo tempo assombroso, eu não estava nem um pouquinho adaptado a algumas coisas no Acampamento, devo assumir que mesmo estando em um nível um pouco elevado, meu conhecimento para algumas coisas era vago. Respirei bem fundo e fiquei olhando fixamente para o mar, aquele mar era tenebroso, Poseidon deveria querer me matar sempre que eu me aproximava dele, até porque sou filho de Hades. Não consigo compreender essa rincha ridícula entre os três deuses grandes, reclamam à beça isso porque não nasceram gêmeos, porque se não...  Mas não é que foi só pensar nisso? Pude sentir a presença da escuridão se aproximando, se não fosse um dos meus irmãos com certeza eu estaria ficando doido, e claro, para minha incrível surpresa... Não era apenas um dos meus irmãos, era o meu irmão. Ergui a sobrancelha e pude perceber que ele não estava nem um pouquinho bem, diria que aquilo chama-se ressaca. — Acho que ou Poseidon quer nos matar, ou somos ligados demais para termos vindo ao mesmo lugar. Palhacinho. — Revirei os olhos com a parte a respeito da garotinha, e senti a cotovelada segurando seu cotovelo e o fiz sentar-se ao meu lado o puxando apenas pelo mesmo de forma um pouco bruta, olhei para ele e passei a mão pelo cabelo. — Ao julgar pela sua aparência horrível, a festa foi boa? — Sempre tive um ótimo senso de percepção, de fato além de ser irmão gêmeo dele, eu sabia seus gostos e seu jeito... Ser do mesmo sangue e tem lá seus defeitos e também suas qualidades, claro... No caso de Ivan, ele era até mais divertido do que eu, apenas não conseguia me habituar a ser um cara sociável, eu sempre curti ser quieto e calado.

avatar
Guardião de Perséfone

Idade : 26
Mensagens : 117

Ficha Campista/Divina
Level: 50
Mascote: Cavalo Carnívoro
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por David H. Grümmer em Sab 30 Nov 2013 - 5:59



Ressaca era algo que não podia ter vindo do meu pai, Dionísio quem era chegado nas bebidas e tinha feito isso com os seres humanos e isso refletia nos que são meio-humanos, como eu. Eu sabia que era estranho um filho de Hades buscar paz perto do mar, mas eu não era completamente fiel aos padrões que impunham aos filhos de Hades, eu era diferente e tentava ser um pouco mais bem humorado que os outros, apesar de ser tão fechado e recluso quanto os demais. - De fato, Poseidon deve nos a-mar, porque... Pra mandar justo o mais chato dos irmãos, só pode amar demais. - Falei ironicamente, enquanto me acomodava na areia, depois dele praticamente querer me jogar nela, amor demais, estou dizendo. - Ligados? Não creio. Mais fácil ser Poseidon querendo ver sangue de Hades sendo levado pelo mar. - Impliquei, apesar de não gostar de falar o nome dos deuses, eu não tinha medo, mas no mundo em que nós vivíamos, as vezes, falar os nomes não era uma boa ideia, no entanto, estávamos sob a proteção do velocino de ouro e em terras consideradas seguras, por isso me arriscava de tal modo. Ouvi a pergunta dele e acenei com a cabeça e sorri, ele me conhecia muito bem, acho que era parte de nos conhecermos desde as fraldas, coisa que muito poucas pessoas tinham nessa vida. - Sim, foi, tinha uma garota loira lá... Que vou te contar! Eu acho que casava, era daquelas com tudo em cima e ainda era inteligente. Porém, muito fresca, então, desisti. - Comentei bem humorado e respirei fundo, soltando o ar em um suspiro longo. - E você, por que veio parar aqui? - Questionei-o curioso, porque era estranho vê-lo tão quieto por tanto tempo, de nós dois ele era o que era mais de ficar só, por horas, pensando em sabe-se-lá-o-quê.


Template by: Nicole Goulart
avatar
Filhos de Hades

Idade : 24
Mensagens : 25

Ficha Campista/Divina
Level: 5
Mascote: Cavalo Carnívoro
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Maxine H. Grümmer em Sab 30 Nov 2013 - 15:15

❝ Natural Born Killer ------------------------ ❞

Havia me metido em confusão, como sempre fazia. Dessa vez a minha briga fora com um menino do chalé número dez. Sim, eu estava sendo um pouco insana a ponto de comprar briga com um filho de Afrodite; só que a minha justificativa era o fato de que não é de hoje que eu tinha uma pequena implicância com o garoto. Tudo começou quando eu comecei a zombar da filha de Ares, que era sua namorada — sim, um casal muito estranho — quando havia, finalmente, conseguido ganhar dela de alguma coisa; no caso, havia finalizado três harpias, quando ela mal havia conseguido dar conta de duas por seu orgulho. Seu namoradinho comprara briga comigo no lugar dela, e depois disso a implicância nunca mais parou. E brigas no Acampamento Meio-Sangue não são apenas gritos e tapas como no mundo mortal. Não. Resultado: Eu tinha um galo atrás da cabeça, causado por um espelho voador. Em compensação, eu havia atirado minha adaga de ferro estígio de volta, e o garoto não tem mais seu cabelo tão perfeito assim. Alguns colegas tiveram que nos conter, porém eu quase caíra em cima do menino de novo, pois os demais tinham o instinto falando mais alto, que dizia para se desvencilharem do caminho da filha de Hades.

Eu caminhava cegamente pelos terrenos, reclamando com um forte sotaque castelhano, que é o meu primeiro idioma. Eu conseguia falar o inglês quase o mais próximo possível do que os americanos falavam, entrementes eu sempre pensava e me continha bem nas palavras. E nesse momento, eu não estava nem um pouco contida perante minha raiva. — Eu poderia arrancar os olhos daquele imbecil para brincar de bolinha de gude. — Chegando à praia, eu começava a chutar areia por todos os lados, o latejar de minha cabeça esquecido depois disso. Antes de jogar o espelho, o garoto deve a audácia de falar que eu não parecia uma garota por conta da minha índole agressiva e grosseira, e minha língua afiada. Palhaço! — Tomara que o miolo daquele acéfalo derreta, e que aquilo escorra pelas orelhas e que caiam pelas perninhas dele. Aí ele escorrega no próprio cérebro escorrido, bata com a cabeça, tenha um traumatismo e que suje todo aquele cabelinho oxigenado dele. — Rancorosa, nem um pouco. Mas pelo menos eu estava um pouquinho mais aliviada, só que a raiva ainda estava ali. Há alguns metros à minha direita, duas figuras estavam descontraidamente sentadas ali.

Com certeza eram dos meus companheiros de chalé, afinal as proles de meu pai carregavam uma índole tão diferenciada da dos demais semideuses que nossa presença era facilmente perceptível, a não ser que nos escondamos no meio das sombras para passarmos despercebidos. Porém, no meio do dia e um local como a praia, era impossível nos camuflarmos para o restante dos que nos cercam.

Imaginava a carga negativa que eu havia trazido para a praia, em função do meu humor. Apesar do tamanho, eu conseguia exalar uma índole sinistra quando incontida. Essa eu só conseguia camuflar quando estava de bom humor, que apesar de tudo, não era uma coisa rara. Eu tinha simpatia natural por conta de minha mãe e do local onde eu vivi uma boa parte de minha vida; Madri. Porém hoje não era um dos dias que a Espanha tomava conta de meu estado de espírito. Meus irmãos, principalmente os dois juntos, não passavam despercebidos ali. Cegamente, cheguei perto deles enquanto um dos gêmeos respondia o outro. O mais antissocial, Davos estava dizendo alguma coisa enquanto eu parava alguns passos de onde Ivan se mantinha acomodado. Não havia sido convidada para acompanhar o diálogo, então apenas cruzei os braços e forcei um sorriso amarelo para ambos. Em função da minha recém briga, a expressão se assemelhava mais à uma careta do que um sorriso. De todos os meus meios-irmãos, eu tinha muito mais afinidade com Hunter, e achava que era por isso que brigávamos tanto; por isso não me sentia confortável perto dos gêmeos. — E aí? — Perguntei, abraçando os meus próprios braços.
avatar
Filhos de Hades

Mensagens : 26

Ficha Campista/Divina
Level: 50
Mascote: Cavalo Carnívoro
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Davos H. Grümmer em Seg 2 Dez 2013 - 19:59

king of darkness,
as confusões sempre estão comigo.

Devo mencionar que as coisas nesse acampamento são interessantes, eu até poderia ser considerado antissocial, porém eu sempre me saia bem em todas as atividades das quais costumava praticar, não era atoa que mesmo sendo o irmão ‘anormal’ eu era o mais interessante, as pessoas tendem a querer decifrar os pensamentos daqueles que são discretos, calados e quietos, devo dizer que também gosto de ser assim... Havia crescido ao lado de Ivan, porém nem sempre é tudo aquilo que podemos e queremos que seja, Ivan sempre se deu bem com as amizades, com as namoradas e etc. Estava distraído e perdido dentro da minha própria mente, ergui a sobrancelha e virei o rosto para o lado, observando o semblante de palhacinho que Ivo tinha. — Hoje você acordou com as piadinhas na ponta da língua, em?! — Ergui a sobrancelha enquanto dava um tapa leve no ombro dele, vendo-o já sentado ao meu lado, o que havia ocorrido de uma forma absolutamente carinhosa e cuidadosa, claro nunca. — Obvio, sangue de hades pelo mar. Irônico. Poseidon quer poluir o próprio lar. Sua frase foi interessante, como a garota consegue ser inteligente e fresca ao mesmo tempo? Isso chega a ser um absurdo. — Revirei os olhos e voltei a olhar para o mar, aquele era um lugar estranho para dois filhos de Hades estarem, até porque mesmo o Deus do Mar sendo nosso tio, ele não se dava bem com nosso pai, o que de fato ainda acredito que seja uma mera brincadeira de criança que não aprendeu a crescer ainda, e provável que algum dos deuses estejam lendo minha mente, mas eu não ligo, é a mais pura realidade da vida. Pude perceber um leve raio ao longe no mar e sorri, é Poseidon sempre insistia em ser durão. — Eu vim esquecer que eu existo, não é para entender, serio. — Sorri leve, era raro isso acontecer, mas sempre acontecia. Dei de ombros e pude sentir uma áurea negra se aproximando, novamente poupei olhar para os lados ou para trás, apenas senti a pessoa aproximar-se, realmente os filhos de Hades haviam resolvido conversar com o senhor dos mares, uma coisa como essas, com toda certeza não acontecia nunca. — Isabelle. Acredito que já podemos questionar de quem somos filhos, não?! — Isso foi uma pergunta interessante, embora não parecesse, até porque haviam três filhos de Hades observando com atenção ao mar que estava com leve ondas, eu estava começando a me perguntar se éramos mesmo filhos de Hades ou se Poseidon havia feito alguma espécie de macumba bem forte para atrair todos nós para aquele lugar, não que eu não ache isso comum entre qualquer outra pessoa, seja humana ou semideus.

avatar
Guardião de Perséfone

Idade : 26
Mensagens : 117

Ficha Campista/Divina
Level: 50
Mascote: Cavalo Carnívoro
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Tessa Hoyer Lightwood em Sex 6 Dez 2013 - 0:09


Hey, how ya doin'?
Juro pelos deuses que ainda não sabia por que diabos eu fazia questão de SEMPRE participar do Eu Nunca e geralmente perder. Beleza que não existe muita coisa que eu nunca tenha feita, mas cara, é a vida. Ainda assim é injustiça. Pelo menos, não seria sozinha. Skyzinha linda filha de Zeus perdeu junto. tuts tuts I’m not alone.
As duas com roupas comuns e lindas, para variar. -q Chegamos divamente na praia e a pare ruim era estar frio, mas não era um problema já que nós duas somos quentes. Como pessoinha legal e honesta que sou, tirei a roupa e olhei sexymente para Sky. - Nós duas, para variar. -q  - Disse e pulei na água em seguida. Maravilha gelada do cão. Sky entrou logo atrás de mim e nadamos normalmente como pessoinhas lindas por um tempo. -q’

OFF: É a vida... Perdemos, fazer o que -q




Post: #001
Onde:Somewhere only we know -q knows
Roupa:Essa ;

template por Lena do Aglomerado
avatar
Filhos de Ares

Idade : 20
Mensagens : 94

Ficha Campista/Divina
Level: 16
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário http://fuck-off-fucked.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Sky Wittelsbach Colfer em Sex 6 Dez 2013 - 0:22

Por que raios eu continuava participando dos jogos que os panacas daquele acampamento decidiam jogar? Certo, dessa vez, eu havia incentivado todos os gatos e um fantasma a jogarem, mas o objetivo era ganhar e rir da cara deles, e não o contrário. Ao menos eu não estava pagando o mico sozinha; Tessa, chalé de Ares, não era muito boa em jogos como o “eu nunca”. Ri, enquanto caminhávamos brilhando mais que a lua até a praia.

Anh... Você primeiro, Tessa. –murmurei, vendo se alguém estava por ali. Quando a menina já estava dentro d’agua, me despi e entrei. A aula estava gelada, mas como ambas éramos mais quentes que Apolo, isso não fez muita diferença. Nadamos um pouco e depois de alguns minutos saímos. –Run, bitch, run. –disse, enquanto vestia minha roupa apressadamente e puxava a garota para longe dali. –Q

OFF: próxima eu acabo com everybody nesse jogo. q
avatar
Filhos de Zeus

Idade : 20
Mensagens : 111

Ficha Campista/Divina
Level: 39
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Nina Hoff. Kostantinova em Sex 6 Dez 2013 - 19:08


Just a small town girl living in a lonely world!!!
Hell yeah, let's crush that party like we don't care.


Nao sei porque mais aquele lugar me trazia paz. Aquele era o momento mais feliz do meu dia, ir para a praia, sentar na areia branca e macia, admirando o alto sol.

Estico minha toalha e me deito, olhando aquele céu mais azul, Com algumas nuvens carregadas. já estava trovejando, peste a chover, mas eu nao me movia, talvez a chuva me faria bem.

Senti um pingo direto no centro da minha testa, abri os olhos e sorri. Outro pingo em minha perna e assim vários pingos pelo meu corpo. Me levantei e abri os braços, olhando para cima em direção o mar. 

Depois de encharcada, sabia que iria pegar uma gripe forte, mas nao ligava muito a ponto de estragar aquele momento perfeito. 


Caminhei lentamente de volta para meu chalé.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sab 7 Dez 2013 - 15:45


Estava acostumado desde criança a acordar muito cedo, antes mesmo do sol nascer, e ir caminhar na praia pra ver os golfinhos do litoral californiano saltarem no mar. Até porque  nadar com a maré descendo é mais gostoso do que com ela subindo. Como naquele dia havia combinado com Chris de ensiná-la a surfar, decidi retomar a velha rotina. Vesti uma bermuda, óculos escuros e peguei minha prancha, pegando também uma longboard do chalé pra emprestar pra Chris porque é uma prancha mais larga e seria mais seguro pra ela.
 Passei pelo refeitório pra pegar uma maçã e fui pra praia dos fogos de artifício, comendo a fruta enquanto caminhava pela beirada da água. Cheguei ao local combinado de encontrar minha namorada, mas ela ainda não estava ali. Então deixei a prancha dela na restinga, com meus óculos em cima, e fui pegar umas ondas até ela chegar. Entrei no mar, subindo na prancha e nadando até estar mais distante da praia. Esperei algumas ondas passarem, o local tinha ondas pequenas - o que seria bom pra ensinar, mas péssimo pra surfar de verdade. E quando finalmente uma maior apareceu, nadei ainda mais depressa e subi na prancha, ficando na crista da onda. Inclinei o corpo e curvei os joelhos, estendendo os braços pra dar equilíbrio, e persisti na onda até que ela se quebrasse. Mergulhei na água, arrumando o cabelo, e vi de longe uma garota que imaginei poder ser Chris. Então saí da água, carregando minha prancha, e corri naquela direção.

 

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 7 Dez 2013 - 16:11

Havia combinado com Chaz de estar na praia bem cedo, antes do sol estar quente e capaz de criar queimaduras de segundo grau nos descuidados, mas quem me conhece sabe que sou péssima para acordar cedo, principalmente para compromissos - e eu juro que me esforço para isso não acontecer, mas é inevitável. Ao acordar, realizei minha higiene matinal o mais rápido que pude, e deixei o chalé doze vestindo biquíni sob uma camiseta simples, um shorts e levando comigo um óculos de sol.

Segui em direção a praia em passos apressados, e ao chegar me deparei com Chaz já surfando. Fiquei ali parada por alguns minutos observando aquela cena, e não pude deixar de sorrir. Chaz era bom naquilo, não só por ser filho de Poseidon, mas ele tinha jeito daqueles caras californianos que passam o dia inteiro surfando, quando não estão no colégio vestindo jaquetas de times de futebol e sendo populares. Pensar nisso me fez rir sozinha, e quando dei por mim, ele já havia me visto e estava correndo em minha direção. Sorri e o cumprimentei com um beijo demorado, enquanto passava meus braços arredor do seu pescoço, o que consequentemente acabou molhando minha camiseta. - Me desculpe o atrasado - disse sorrindo para o namorado que não parecia se importar com aquilo. Notei que havia ali outra prancha diferente da que ele usava, e conclui que seria a que eu iria usar. - Aquela é minha prancha, certo? - perguntei e o garoto afirmou. - E então? Por onde começamos? - perguntei apoiando o braço em seu ombro, observando-o. Sabia que filhos de Poseidon poderiam escolher se queriam se molhar ou não ao adentrar a água, e fazia sentido que Chaz estivesse. Afinal, qual a graça de nadar sem se molhar?
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sab 7 Dez 2013 - 16:34


 Depois de finalmente alcançar Chris, joguei minha prancha no chão e sorri ao vê-la também sorrindo pra mim. Tomei-a nos braços, abraçando sua cintura, e a beijei. Sua blusa acabou molhando, mas não ia pedir desculpa por beijá-la - e ela também não parecia irritada. - Você fica mais linda a cada dia, não sei como consegue. - disse dando um selinho em seguida - E sim, aquela é a sua prancha. E é melhor não estragar, porque peguei no chalé e nem sei quem é o dono.
 
- Deixa eu te ensinar primeiro como ficar em pé na prancha se você por acaso conseguir pegar umas ondas por aqui. Porque, sério, as ondas daqui não chegam nem perto as de San Diego. Um dia eu te levo lá, minha avó ia gostar de você... - senti estar falando demais e ri. Tirei o óculos de cima da longboard, colocando no rosto, e peguei a prancha. - Vem. - Segurei em sua mão e a levei até um local mais próximo do mar. Coloquei a prancha no chão pra que ela subisse e comecei a dar minhas instruções.
- Nunca ensinei ninguém a surfar, mas vamos lá... Primeiro, você precisa ter equilíbrio e isso varia quando você está na onda. Dobrar os joelhos ajuda na coordenação, porque você vai ter que inclinar o corpo pra frente ou pra trás dependendo da situação. E levantar os braços... - segurei seus braços e os levantei - ... também ajuda. - Terminei de falar rapidamente a parte teórica mais fácil e esperei pra ver o resultado.


 

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 7 Dez 2013 - 16:54

Sorri para o elogio de Chaz e fechei a cara, numa careta fofa quando o garoto pediu para mim não estragar a prancha, por não saber quem era o dono. - Não sou tão desastrada assim, consigo usar a prancha sem destruí-la - disse rindo em seguida. Chaz começou a comparar as ondas dali com as de San Diego e mencionou algo sobre conhecer sua vó. Não pude deixar de sorrir com aquilo, era algo fofo da parte dele, mas sobre as ondas... Bem, ao ver pessoas que de fato sabiam surfar, qualquer um imagina que deve ser fácil, mas não precisa saber demais para dizer que aquilo era mais complexo do que aparentava ser. Então para mim que não tinha experiência nenhuma, as ondas da praia do acampamento estavam de bom tamanho.

Em seguida acompanhei Chaz até mais perto do mar, enquanto ele dava suas instruções sobre equilíbrio. Tirei os chinelos e fiquem em pé na prancha enquanto ouvia atentamente suas instruções. Com a prancha na areia, obviamente eu não tive problemas. Recapitulei mentalmente o que Chaz havia dito, e ainda assim parecia simples. - Flexionar os joelhos, levantar os braços e se equilibrar - disse enquanto fazia cada um dos passos, observando Chaz que me observava minha palhaçada sorrindo. - É só isso? Parece simples. Só espero que me lembrei disso na hora. Mais alguma coisa? - perguntei, descendo da prancha e me aproximando para deixar um selinho em seus lábios. Em seguida tirei a camiseta, o shorts e peguei a prancha em baixo do braço, esperando Chaz dizer que já podemos ir.
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sab 7 Dez 2013 - 17:11


 Precisei morder as bochechas pra não dar um gargalhada, ela ficava engraçada na posição de equilíbrio fora d'água. Mas não falei nada porque eu era responsável por essa cena ridícula. Então apenas concordei com o que ela disse em seguida, cruzando os braços e deixando os óculos descerem no nariz pra que eu pudesse ver sem as lentes escuras seu corpo delineado só de biquíni. - Na verdade não é só isso. Tenho que te ensinar a fazer o pop-up, que é pular na prancha, saindo da água pra ficar em pé nela. Mas precisamos entrar pra eu te mostrar como faz...
 Entramos no mar até a água ficar batendo, aproximadamente, na cintura dela. Como a maré estava baixando, preferi não ir muito pro fundo pois a água nos puxava pra mais longe. Não resisti dar um mergulho e puxar o pé dela debaixo d'água, pra depois voltar a superfície e posicionar a prancha a minha frente. - É fácil, você já vai estar com parte do corpo em cima da prancha porque precisará remar com os braços. Quando a crista da onda estiver prestes a começar a quebrar e você estiver dentro dela, você vai colocar força nos braços e empurrar seu corpo pra cima. Aí você pula e mantém o equilíbrio como eu ensinei. - Demonstrei o que disse, ficando poucos segundos em cima da prancha pra depois saltar na água. Devolvi a prancha pra ela, e esperei que tentasse.
 

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 7 Dez 2013 - 17:41

Me arrependi do que havia dito sobre aquilo parecer simples imediatamente, quando Chaz começou a dizer algo sobre "pop-up", e outras palavras cujas quais não conhecia o significado. Mas como Chaz era um namorado super paciente e prestativo, logo tratou de explicar o significado. Eu estava animada para aquilo. Seguimos então até a água, e admito que dei um pulo quando Chaz puxou meu pé, ainda submerso. - Isso não tem graça! - disse sem esconder o riso, observando-o atentamente enquanto explicava o que deveria fazer. - Claro, muito fácil. Já estou até prevendo você rindo do tombo que vou levar - disse, fazendo Chaz rir novamente. Observei em seguida o garoto demonstrar como eu deveria ficar em cima da prancha, até que ele a devolveu para que eu tentasse.

Respirei fundo e puxei a prancha pra mais perto, me colando em cima dela. - É, vamos lá - disse agora pouco animada, prevendo o tombo que eu levaria. Usei meus braços para remar, como Chaz havia feito, e me afastei um pouco. Observei ao meu redor, esperando que a onda se formasse sob a prancha. Isso aconteceu mais rápido do que eu previa, e logo a onda já estava arrastando a prancha comigo em cima. Ao longe pude ouvir Chaz gritando para que eu ficasse em pé. Criei coragem, segurei nas bordas da prancha e me esforcei para ficar em pé, flexionando o joelho. Por um milésimo de segundo achei que poderia dar certo, mas a prancha era mais rápida que meu pouco equilíbrio, e antes que eu percebesse ela se foi, me deixando para trás. Consequentemente, eu cai de costas no mar, como previa. Como não estava muito fundo, foi fácil voltar a superfície. Ao longe vi a prancha já na areia, e Chaz rindo ao longe. Fiz uma careta, recolhi a prancha na areia e voltei para o mar, indo em direção de Chaz - Nem comenta! Vamos tentar de novo.
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sab 7 Dez 2013 - 17:51


Fiquei atento olhando-a remar. Estava prestando atenção em seus movimentos pra em qualquer emergência ajudá-la, ser filho de Poseidon me dava certa vantagem nessas situações. Ela estava fazendo tudo certo até então, o que me deixava orgulhoso. Logo apareceu uma onda que seria boa pra ela pegar, mas Chris não parecia certa. - Agora! Sobe! - gritei, usando as duas mãos de amplificador. E ela tentou, mas subiu errado na prancha, torta e com um dos pés muito na borda. Assim, eu sabia que não daria. Dito e feito: ela caiu na água e a prancha voou.
 Já estava pronto pra ir socorrê-la quando ela levantou. O cabelo molhado na cara me fez dar gargalhadas. Estava rindo tanto que até lágrimas saíram. Quando ela se aproximou de mim, depois de buscar a prancha que fora parar na praia, eu puxei sua cintura. - Você está bem? Não se machucou? - disse segurando a risada.

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 7 Dez 2013 - 18:03

Fiz uma careta fofa para Chaz quando perguntou se eu havia me machucado, pois não parecia tão preocupado rindo a um minuto atrás. - Não, eu estou bem - disse fazendo bico, deixando um selinho em seus lábios em seguida. - E então professor, onde foi que eu errei? - perguntei passando meus braços ao redor de seu pescoço. Não estava irritada de verdade, apenas frustrada comigo mesma. Torci e ajeitei meus cabelos em um nó/coque alto, para evitar assim que caísse na minha cara.

- Estou começando a achar que seria melhor você me colocar em pé na prancha e empurrar, igual fazem com as crianças nas bicicletas, porque né... Mas aposto que vou cair de novo de qualquer forma - dei de ombros. Mesmo que não conseguisse surfar de verdade naquele dia, estava feliz por estar passando um tempo com Chaz. Havia descoberto que a melhor parte do meu dia era quando estava com ele.
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sab 7 Dez 2013 - 18:20


Continuei segurando sua cintura com um braço e usei o outro pra não deixar a prancha escapar. Sorri com suas caras e bocas, e fiz uma cara séria pra parecer perito naquilo enquanto respondia - Não entorte o corpo na hora de pular ou coloque os pés na beirada da prancha. Flexione os braços na altura do peito antes de saltar e tente não cair. 
Desfiz a cara séria com seu comentário sobre surfar e andar de bicicleta, porque realmente era semelhante... Depois que se aprende não se esquece. - Eu caí e ralei o joelho várias vezes antes de aprender a andar de bicicleta, então você pode cair algumas antes de aprender a surfar. E não vai se afogar porque eu vou estar do seu lado, ok? - Sorri, tentando estimulá-la a não desistir, e lhe dei um beijo salgado de mar. Eu não queria parar de beijá-la, mas uma onda nos cobriu e me atrapalhou. Trouxe ela pra superfície e ri. -Mas se você quiser deixar isso de surfar pra outro dia eu concordo em ficar aqui só beijando você... E eu acho que eu acabei de perder meus óculos.

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 7 Dez 2013 - 18:41

Não pude deixar de rir quando uma onda passou por nós, atrapalhando nosso beijo e levando os óculos escuros de Chaz embora. Admito que fiquei tentada a deixar o surf pra lá e passar o resto do dia beijando o garoto, mas não queria desistir - não depois de ter feito a proeza de ficar em pé por um segundo, cair e molhar o cabelo. Virei o rosto e pude ver o óculos sendo levado pela onda, o que me fez rir. - Podemos tentar de novo, só mais uma vez? Por favor? - pedi com uma expressão fofa, enquanto Chaz ria fazendo uma careta. Eu estava aliviada por Chaz ter dito que eu não me afogaria, então peguei a prancha de sua mão, me livrando de seus braços. - Vou tentar de novo - disse lhe dando outro selinho.

Coloquei a prancha na frente de meu corpo e pulei novamente na água. Repeti os processos que Chaz havia explicado, sobre remar, não pisar muito na borda e manter o equilíbrio. Logo estava em pé novamente, flexionando os joelhos com mais cuidado, mantendo os braços esticados. Chaz realmente de fato era um ótimo professor, pois suas dicas haviam dado resultado. Consegui ficar por mais alguns segundos em pé sobre a prancha enquanto ela era levada pela onda. Meu único erro foi ter me animado cedo demais, o que me fez perder o equilíbrio e cair para trás novamente. Voltei pra superfície novamente, animada, enquanto voltava a correr pela água na direção de Chaz.
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sab 7 Dez 2013 - 18:56


Eu realmente preferia ficar beijando os lábios dela, mas se ela queria continuar tentando, o que eu podia fazer? Fiz uma careta desanimada, cedendo ao seu desejo. Enquanto ela remava na prancha, mergulhei pra ver se achava meus óculos. O encontrei não muito distante e rapidamente cheguei onde estava, pegando-o de volta e colocando no rosto. Levantei bem a tempo de ver Chris subir perfeitamente na prancha e surfar. Não durou muito tempo, mas ela era até boa naquilo, aprendeu rápido. Esperei que ela se erguesse a superfície depois da queda e bati palmas, em seguida coloquei dois dedos na boca e assobiei. - Isso aí! - gritei rindo.
 Quando ela estava próxima novamente, eu empurrei a prancha pra que fosse pra areia. Então mergulhei, segurando suas pernas, e me ergui com ela no colo. - Meus parabéns! - sorri e dei um selinho - Você é muito boa, tem certeza que não é filha de Poseidon? Ou de Afrodite, considerando o outro sentido da palavra... - ri e voltei a beijá-la.

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 7 Dez 2013 - 19:19

Por mais que não fosse fácil, corri contra as ondas, em direção de Chaz e logo estava em seus braços, enquanto o garoto me parabenizava. Ri de seu comentário sobre eu ser filha de Poseidon ou Afrodite. - Seria uma pena se eu fosse filha de Poseidon, creio que não poderíamos mais estar juntos. Afrodite... - fiz uma careta com a ideia definitivamente não. Eu só tive um bom professor - sorri observando-o antes de voltar a beija-lo, sorrindo em seus lábios, que tinham gosto de água salgada.

- É claro, fiquei por alguns minutos em pé em cima da prancha, mas isso não significa que superei meu professor ou que eu não precise de mais algumas aulinhas, sabe? - disse sorrindo e lhe dei outro selinho - Além do mais, gostei de passar esse tempo todo com meu professor de surf favorito - disse em seus lábios, enquanto o abraçava pelo pescoço. O beijei novamente, até que minha pele começou a arder. Só então notei o quão forte estava o sol e a quanto tempo estávamos ali. - É melhor sairmos daqui - disse soltando Chaz e jogando um pouco de água nos ombros e no rosto. Chaz concordou e pegou a prancha que se encontrava ali ao seu lado. Peguei sua mão e deixamos a água. Na areia peguei minha roupa e meu chinelo e saímos dali juntos.
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praia dos Fogos de Artifício

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Aliados e ParceirosCréditos e Copyright©
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Wild Scream RPG RPG Hogwarts Todos os direitos reservados a Monte Olimpus RPG® 2011-2016