Pavilhão Refeitório

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pavilhão Refeitório

Mensagem por Harlan A. Bréhier em Dom 8 Dez 2013 - 22:35


Estava sentindo fome, a preguiça de usar poderes estava no auge, então fui diretamente até o pavilhão do refeitório para fazer uma bela e maravilhosa refeição, me sentei no mesmo e fiquei observando distraidamente as poucas pessoas que passavam pelo lugar, minha comida apareceu como num piscas de olhos fiquei ali comendo distraído e pensando em alguma coisa interessante, na verdade não estava pensando em absolutamente nada, mas fazer? Dei de ombros e voltei meu olhar distraído para algumas coisas que aconteciam por ali, fiquei distraído enquanto comia, estava com preguiça até para comer, revirei os olhos e voltei a me concentrar na comida. Enquanto continuava observando atentamente todos os movimentos dos campistas ao meu redor.

avatar
Filhos de Ares

Idade : 22
Mensagens : 11

Ficha Campista/Divina
Level: 6
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Harmonia C. G. Fittipaldi em Dom 8 Dez 2013 - 23:02


if i could be your supergirl...?
I'd fly you to the stars and back again


Eu só não sabia qual era o meu problema com comida. Porque eu precisava sempre comer, mas eu continuava magricela e ossuda. Isso que eu só comia doces. E quando digo "só" doces. Eu SÓ como doces. Salgados não me atraem, a não ser espaguete ou comida japonesa em geral. Mas doces era minha paixão de verdade. Particularmente, naquela hora eu precisava comer. Estava faminta, e cansada. Depois de treinar incansavelmente com espadas e escudos. Meus braços estavam dormentes depois de tanta porrada, sério. De qualquer forma, consegui chegar ao pavilhão, onde tinha alguns semideuses. Só me sentei em uma mesa qualquer com uma bandeja, e logo, ao fechar meus olhos, apenas pedi um pavê de amendoim e... Ta-da! Lá estava. Porém, quando subi os olhos, percebi que tinha um rapaz na minha frente. — Oh! Perdão. Não o vi. Espero que eu não vá o incomodar, claro. — comentei com um sorriso pequeno nos lábio. Mas logo voltei um pouco da minha atenção pro doce à minha frente. —Aliás, sou Harmonia. E você, é? — indaguei, antes de levar o garfo até os lábios e puxar o pavê pra mim.
avatar
Filhos de Zeus

Idade : 20
Mensagens : 11

Ficha Campista/Divina
Level: 5
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Harlan A. Bréhier em Dom 8 Dez 2013 - 23:22


Como eu sempre digo, andar sozinho é legal, mas a preguiça para fazer as coisas é maior do que eu mesmo, estava começando a ficar com vontade de me lamuriar e chorar por não ter nenhum dos meus amigos por perto para me ajudar com a minha mochila, revirei os olhos e voltei a olhar para o lugar, assustei-me com um menina muito linda sentando na minha frente, acho que ela se perdeu ou realmente não me viu aqui... Demorou alguns instantes ela abriu a boca para falar, a sua voz era doce e a garota parecia ser meio hiperativa, sorri para ela. — Drew, e seu nome é muito legal. A proposito, não se preocupe, não está incomodando. — Mantive um sorriso travesso no rosto enquanto voltava a me concentrar naquele prato de macarronada, estava comendo calmamente porém de forma urgente, tinha um apetite eterno e era alucinado por coisas salgadas, já não podia dizer o mesmo dos doces, mesmo comendo igual a um javali, eu não era gordo e sempre tive o corpo meio magricela. Dei de ombros aos meus pensamentos e voltei a me concentrar na garota a minha frente. — Cheguei a achar que você tinha errado de mesa... Sou filho de Eros, e você? — Ergui a sobrancelha enquanto bebia um pouco do vinho que eu havia feito aparecer em minha taça, ergui o mesmo na altura dos lábios e tomei um gole pequeno, voltando calmamente a olhar para a menina, ela era realmente muito bonita.

avatar
Filhos de Ares

Idade : 22
Mensagens : 11

Ficha Campista/Divina
Level: 6
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Harmonia C. G. Fittipaldi em Seg 9 Dez 2013 - 0:30


if i could be your supergirl...?
I'd fly you to the stars and back again


Tá ok. Esse garoto estava me deixando vermelha. Até demais, pra ser sincera. E o por quê disso? Foi explicado rapidamente. Ele era filho de Eros. Não só pelo fato de eu estar meio que "derretendo" perto dele, mas é porque qualquer garota que passasse - ou até mesmo garoto - e olhasse pra ele, ficasse encantada! Mas aí ao ver que ele estava "acompanhado" por mim, me olhava muito estranho. Como se estivesse com ciúmes. Percebi isso porque eu meio que alternava um pouco o olhar entre ele e as pessoas ao redor, como se eu estivesse falando com um daqueles colegiais super populares. — Seu nome também é muito legal. Bonito, pra falar a verdade. E... Ah, eu sou filha de Zeus. E eu só me sentei em qualquer mesa. Eu não tinha reparado que você estava aqui. Não sei como não f...

Ao me dar conta do que estava prestes a falar, tampei minha boca rapidamente e procurei beber um pouco do refri de tutti frutti que surgiu em minha taça, naquele exato momento. — Enfim, onde estávamos? — indaguei, com as maçãs do rosto inteiramente coradas. Mas que porra...?, pensei comigo mesma enquanto voltava a cortar o pavê e colocar o pedaço na boca. Com o mínimo de coragem, olhava pra ele, meio de lado.
avatar
Filhos de Zeus

Idade : 20
Mensagens : 11

Ficha Campista/Divina
Level: 5
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Harlan A. Bréhier em Ter 10 Dez 2013 - 17:42


Drew estava meio confuso, a garota a sua frente era diferente das outras, porém tinha o mesmo olhar que as demais direcionado para si, o fato do mesmo ser filho de Eros sempre o atrapalhava em algumas ocasiões. O garoto passou a mão pelo cabelo o bagunçando e depois balançou a cabeça deixando-os mais bagunçado ainda, enquanto ouvia a garota falar a respeito dele e do seu nome, mencionando também de quem era filha, ele parou por um instante de brincar com o próprio cabelo e a olhou. — Zeus? Que legal! — O garoto exclamou feliz em saber que estava fazendo amizade com uma filha do deus maior, ele sorriu enquanto estava distraído, não havia percebido o que a garota havia dito ao final, quando ergueu o rosto para olhar a mesma e perguntar novamente ela já havia mudado de assunto, ele apenas terminou de tomar seu vinho calmamente enquanto voltava a falar. — Eu acredito que sentados, hahahaha. — Ele falou sorrindo e piscando para ela de forma marota e divertida, pelo seu próprio comentário idiota e desnecessário, porém ele era sempre assim, espontâneo e ao mesmo tempo divertido, não tinha o péssimo habito de ser reservado e quieto, ele gostava de conversar com as pessoas e também gostava de comer coisas salgadas, fazendo assim surgir um pedaço de lasanha a sua frente.

avatar
Filhos de Ares

Idade : 22
Mensagens : 11

Ficha Campista/Divina
Level: 6
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Harmonia C. G. Fittipaldi em Qua 11 Dez 2013 - 16:42


if i could be your supergirl...?
I'd fly you to the stars and back again


Aquela olhadela de lado que eu dava para o rapaz foi o suficiente para poder ver a piscadinha que ele deu após a resposta brincalhona e divertida. Minhas mãos que até então estavam no meu colo, mas depois daquela atitude do rapaz - eu até aquele dia estava acostumada com pessoas do tipo do meu primo Davos ou com os filhos de Hefesto, algumas atitudes que eles faziam não davam em nada por eles não serem tão bonitos quanto... O Drew - minhas mãos foram direto para o meu rosto, na tentativa de esconder ele inteiro, por estar ficando corada. Enquanto isso, eu dava uma risada besta e infantil. — Você é todo cara de pau com todas as mulheres que sentam na mesma mesa que você, mesmo que por querer? — indaguei, descendo novamente minhas mãos, dessa vez para o refrigerante, trazendo o mesmo pra mim e tomando-o pelo canudo que surgira lá também. Eu mordia a ponta do plástico, mas com um sorriso besta nos lábios. Deuses, desde quando eu agia daquela forma?
avatar
Filhos de Zeus

Idade : 20
Mensagens : 11

Ficha Campista/Divina
Level: 5
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Qui 19 Dez 2013 - 19:07


 
 A noite caiu sobre o acampamento, fazendo com que as luzes dos chalés fossem acesas e os campistas voltassem de  seus treinos. Aproveitei o chalé praticamente vazio pra tomar um banho quente e me arrumar pra ir jantar no pavilhão do refeitório. Acabei por vestir também uma jaqueta do meu antigo colégio além dos jeans e da camisa do CHB, o tempo estava frio lá fora. Antes de sair dei uma olhada na minha meia-irmã só pra verificar se não estava morta. Ela voltara de uma missão e estava apagada o dia inteiro. O acampamento todo estava comentando: estavam atrás de um filho de Hera. Hera com um filho, parece até piada.


 Cheguei ao pavilhão, subindo rapidamente as escadas, e observei que tinham alguns gatos pingados. O local estava todo iluminado por tochas e tinha um cheiro delicioso de fritas. Apressei-me em pegar um sanduíche, batatas e suco de laranja. No caminho até a mesa com o 3 grego, parei em frente à pira e joguei metade das minhas batatas como oferenda pro coroa. Depois segui meu caminho e sentei sozinho, virado de frente pro mar. Eu odiava ter sempre que sentar sozinho no refeitório devido ao número escasso de irmãos. Comecei a comer o sanduíche observando as ondas agitadas ao longe.

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Christina R. Lockhart em Qui 19 Dez 2013 - 19:27

Já era noite quando deixei o chalé, em direção do Pavilhão do Refeitório. Havia tomado um banho rápido após a tarde inteira de treinos e uma experiencia ruim com canoagem, o que definitivamente abriu meu apetite. Caminhei amarrando os cabelos num rabo de cavalo antes de me servir de de um pedaço de pizza e refrigerante. Como sempre, joguei um pouco do meu refrigerante na fogueira para meu pai, o que era algo estranhando, sendo que eu poderia simplesmente chegar até ele e perguntar se ele queria um gole, mas enfim. Apesar de bizarro, seria de meu feitio fazer algo assim, mas regras são regras. Mas, felizmente ou não, eu não obedecia todas que me empunham.

Enquanto caminhava em direção a mesa a fim de me juntar a meus irmãos, vi Chaz sozinho na mesa de seu chalé, o que me fez sorrir - não o fato dele estar sozinho. Com a rotina cheia de treinos, era difícil nos vermos com frequência, o que fazia cada momento junto dele raro. Dei meia volta e segui em direção a sua mesa. Coloquei minha bandeja ao seu lado e lhe dei um beijo no rosto - Bu! - disse enquanto me sentava ao seu lado. Chaz levantou a cabeça para me olhar e sorriu, com batata frita na boca e tudo mais, o que me fez rir. Me acomodei ao seu lado e abri a lata de refrigerante, começando a sentir os olhares metralhando minhas costas por estar ali.
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Qui 19 Dez 2013 - 19:46



Eu estava com tanta fome que nem ligava pro fato de a batata estar sem sal. Enchi a boca com as fritas, mastigando devagar pra apreciar o sabor. Estava distraído, organizando mentalmente meus afazeres do dia seguinte, quando fui surpreendido por um beijo na bochecha. Deixei a cabeça tombar pra trás e vi Chris, linda até de cabeça pra baixo. Sorri com a boca cheia enquanto ela se sentava ao meu lado. Terminei de engolir antes de  beijar seu rosto de volta e coloquei meu braço direito em seu ombro, puxando-a pra mais perto. - Boa noite, amor. Tudo bem? - perguntei abrindo mais o sorriso. Peguei a caixinha do suco com a mão esquerda e bebi um gole antes de continuar a falar. - Ficou sabendo do filho de Hera? Não sei das coisas que acontecem aqui, mas eu achava que ela não pudesse ter filhos. - disse com uma expressão confusa.


avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Christina R. Lockhart em Qui 19 Dez 2013 - 19:59

Eu definitivamente podia sentir os olhares de desaprovação metralhando minhas costas, mas eu não estava me importando. Estar com Chaz era mais importante que aquilo. Ele me abraçou pelo ombro após beijar meu rosto, e eu apoiei minha cabeça em seu ombro, enquanto comia um pedaço de pizza. - Sim e você? Como foi seu dia? - perguntei me virando para ver seus olhos. Era estranho fazer aquele tipo de pergunta que se via em filmes de famílias felizes, na mesa do jantar após o trabalho. Chaz comentou sobre algo que todos estavam falando: O boato sobre o filho de Hera. Havia se ouvido falar bastante naquele assunto, a ponto de ser difícil de encontrar alguém que não estivesse sabendo. - Houvi sim. Pelo o que parece, ela o gerou sozinha, consigo mesma. Estranho né? - comentei e sorri, antes de tomar um gole do refrigerante. - Sua irmã não comentou nada sobre isso? Ela voltou de uma missão que tinha a ver com isso - comentei enquanto olhava o rosto de Chaz. - Tá sujinho aqui - comentei rindo, enquanto pegava um guardanapo e limpava o katchup do seu rosto, beijando-o novamente em seguida.
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Qui 19 Dez 2013 - 20:27



Mordi o sanduíche com hambúrguer duplo, alface, tomate, queijo e muito ketchup enquanto ela explicava a reprodução assexuada da rainha do Olimpo. Fiz uma careta, imaginando Hera se dividindo ao meio e tendo uma cria igual a ela por bipartição. Estranho era pouco. Talvez ela só estivesse cansada de Zeus pular a cerca, mas isso não fazia a história menos estranha. Dei de ombros concordando enquanto dava outra mordida no sanduíche. - Minha irmã? - perguntei confuso, o que Ari tinha haver com aquilo? Aí lembrei da outra irmã em estado vegetativo no chalé. - Ah! Kristen. Não falei com ela ainda, tenho quase certeza de que ela está morta, dormiu o dia todo. - disse despreocupado.
 Chris limpou minha boca rindo, eu realmente não tenho boas maneiras pra comer. Acompanhei sua risada e sorri com seu beijo. - E meu dia foi bom. Teria matado um minotauro se Quíron não tivesse atrapalhado. - respondi sua pergunta anterior, suspirando frustrado. Depois tentei esboçar um sorriso. - E o seu dia? Fez o que de interessante?

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Christina R. Lockhart em Qui 19 Dez 2013 - 20:46

Pensar o que fiz de interessante - ou nem tão interessante assim - fez meu estômago revirar. A sorte era que havia acabado minha pizza - incrível minha velocidade para comer quando estou com fome -, e agora só tomava refrigerante. - Treinei canoagem, o que foi mais um passeio macabro do que treino. Dei alguns mergulhos contra minha vontade, matei umas piranhas assassinas... É, o dia foi salvo graças a mim novamente - disse com uma expressão convencida, tomando outro gole do refrigerante em seguida, o que fez Chaz rir. Pensei no que ele havia dito sobre sua irmã e ri. Pelo o que ouvia pelo acampamento, Quíron os mandou de volta por segurança. Sabia lá o que estava acontecendo, mas eu tinha o pressentimento de estar só começando. Repassei mentalmente palavras de Chaz e o que disse sobre ter matado um minotauro e sorri. - Minotauros não são fáceis de se achar e capturar quanto dracaenaes e benevolentes. Eu entendo porque você "quase" o matou - disse fazendo aspas com os dedos. Chaz fechou a cara e eu ri de sua expressão. - Mas estou orgulhosa de você, sabia? Tem se saído bem - disse sorrindo, observando seu rosto.
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Qui 19 Dez 2013 - 21:43



 Escutei atentamente a descrição de Chris sobre o seu dia enquanto terminava de comer o sanduíche. Desci meu braço de seu ombro para a sua cintura, rindo da sua pose de super-heroína. Só faltava uma capa pra ser Super Chris q . Terminei de comer as batatas que sobravam e ela comentava minha luta fracassada. Enruguei a testa e entortei a boca de desgosto, mas ela só riu da minha cara. Bebi o resto do suco, ainda injuriado. Contudo, acabou amenizando o clima ao dizer que estava orgulhosa de mim. Olhei minha namorada pelo canto do olho, prendendo o sorriso. Pretendia fazer um drama por charme, mas acabei cedendo ao seu sorriso. Sorri de volta e segurei seu queixo. - Obrigado. - respondi, beijando-a em seguida devagar e finalizando com um selinho.
 - Acho que já fui responsável por você quebrar a sua regra diária, não preciso também te fazer desrespeitar o toque de recolher. Talvez outro dia... - disse enquanto analisava como fugir das harpias - Te acompanho até o chalé, senhorita. - saltei de onde estava, estendendo o braço e fazendo cara de don juan. 

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Christina R. Lockhart em Qui 19 Dez 2013 - 22:20

Retribui o beijo de Chaz sorrindo e fechei a cara quando ele fez menção sobre desrespeitar o toque de recolher. Só então olhei ao redor e notei que o Pavilhão estava praticamente vazio. Me levantei da cadeira, ainda fazendo bico, e o observei esticando seu braço. - Justo hoje que eu estava disposta a visitar seu chalé e te fazer companhia? - disse desfazendo o bico e arqueando uma sobrancelha. Sem dúvidas eu não estava com a mínima vontade de voltar para o chalé. O que estava acontecendo comigo? Se continuasse nesse ritmo, deixaria de ser um exemplo a ser seguido por meus irmãos, e perderia o cargo de conselheira - embora eles também não estivessem tão diferentes. - Não estou com a mínima vontade de voltar pro chalé - disse caminhando de mãos dados com Chaz, e repentinamente, subindo em cima de um dos bancos, como uma criança retardada em cima de um muro. - Together, together, together every one - comecei a cantar, e pulei ao fim do banco como se fosse a foto da capa de High School Musical, como se a foto fosse tirada enquanto estivessem pulando. Em seguida segurei a mão de Chaz de novo, dei um giro, e passei sua mão ao redor da minha cintura, abraçando-o. - Juro que parei - disse sorrindo, olhando seu rosto com uma expressão inocente.

OFF: Agindo como louca por livre e espontânea obrigação <3
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Qui 19 Dez 2013 - 23:51



Sorri malicioso com seu comentário sobre me fazer companhia no chalé, segurando em sua mão quando ela decidiu me acompanhar. - Então não vou te levar pro chalé, vamos pra outro lugar. - disse dando de ombros. Então, de repente, como numa cena de musical retardado, ela soltou minha mão e saltou no banco. Começou a dançar e cantar, pulando em seguida como se preparando para uma foto. Eu sabia que ela estava fazendo isso por uma piada particular, o que me fez gargalhar ainda mais. Minha risada ecoou no pavilhão vazio. Consegui parar de rir quando ela voltou pros meus braços. Segurei seu rosto com expressão inocente entre minhas mãos e a beijei. - Vamos sair daqui antes que dançarinos apareçam repetindo sua coreografia em sintonia, ok? - disse rindo nos lábios dela. Saímos dali juntos pra um destino por hora desconhecido.


OFF: namorada obediente s2

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Heather Martínez em Qua 15 Jan 2014 - 15:00



Mais uma dia puxado no acampamento estava começando. Mas nem tudo estava como sempre. Eu sempre achei que aquele clima meio tenso era normal no acampamento, porque quando eu cheguei, as coisas já eram desse jeito. Mas ao saber o porquê de toda a tensão, as coisas pareceram diferentes para mim. Bastou eu fazer algumas amizades meio avulsas para saber que as coisas nem sempre foram daquele jeito. Uma coisa estranha estava acontecendo, até mesmo para os semideuses. Em cada rodinha de conversas eu escutava uma conversa, enttão eu ficava confusa e não sabia em quem acrditar. Só sabia que tinha alguma coisa a ver com a rivalidade entre gregos e romanos. Historicamente, romanos eram usurpadores dos gregos, mas eu não sabia como aquela rivalidade se aplicava para nós, semideuses. Não eram os mesmos deuses só que com nomes diferentes? Ao meu ver, eram irmãos de qualquer forma. Mas eu era uma novata, então, talvez tivesse algo mais que eu estava deixando passar.

O refeitório estava apinhado para o café da manhã. Alguns campistas estavam mais energéticos que outros, que estavam mais sonolentos. Hipnos pelo visto tinha pegado mais pesado com alguns, que dormiam ao lado de seus pratos de bacon e ovos. Outros até já estavam suados e com as roupas sujas, que preferiam monstros antes do café da manhã. Eu estava sozinha à mesa de Hebe, comendo algumas frutas, observando aquela agitação. As conversinhas e os rumores nunca paravam, e eu já tinha notado que o acampamento era movido a fofocas. Eu preferia não repassar a informação, preferia ficar na minha e lidar apenas com o que me diria a respeito. Eu não dava a mínima praquela richa idiota entre gregos e romanos, nem mesmo os deuses pareciam se importar.

avatar
Caçadoras de Artemis

Idade : 20
Mensagens : 30

Ficha Campista/Divina
Level: 10
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Rebecca K. Gildery em Qua 15 Jan 2014 - 20:11



War is Coming
Prepare it


 
Depois de conseguir me preparar mentalmente para comunicar a todos sobre a guerra que estava a caminho, caminhei em direção ao pavilhão Refeitório para fazer imediatamente o que Hera me pediu para fazer. Entrando no Pavilhão, vejo rodinhas e mais rodinhas de conversas sobre a rivalidade ao que me parecia eterna, entre Gregos e Romanos. Preferi ir de encontro a mesa onde sentavam eu e meus irmãos. Eles olharam pra mim com caras que diziam 'E então Bugada,vai falar ou não vai??..' e eu sussurrei - Ei vocês,quero que principalmente vocês prestem atenção no que direi,são as palavras de Hera, e tenho certeza de que não gostariam de desobedece-la..-Avisei a eles; só espero que desta vez eles sejam racionais como Hera pediu,pelo menos por estes tempos..


XXX


Assim que tive coragem,puxei minha cadeira e subi nela; fiquei de costas para a mesa que estava meus irmãos; logo, todos de todas as mesas começaram a me observar,e meu lado tímido estava querendo vir a tona,logo apressei-me a dizer - Meu nome é Rebecca,sou filha de Ares.. -Neste momento escutei algum irmão meu gritar 'Bugada!!' bem alto e uns riram, mas prossegui - Vou direto ao ponto. Tive um sonho com Hera noite passada, ela pediu minha ajuda e falou com todas as letras para eu avisar a vocês : Uma guerra está vindo.. - Começou um '' Ai meu Zeus'' daqui e ''Não quero morrer'' dali e outras frases. Procurei não me importar e continuar - Seremos pegos de surpresa, então a qualquer dia e hora, ou até mesmo daqui a 5 minutos a guerra pode começar, Hera também pediu para todos, mas principalmente vocês meus irmãos.. - Me virei para dar uma olhadinha para eles e disse fitando-os - Que sejamos racionais.. - Virei-me para as outras mesas a minha frente, e olhando no rosto de cada campista continuei - Ela me disse, que aqueles que vão nos confrontar,pensam ser donos da razão quando não sabem nem pelo o que exatamente lutam. Na verdade estão guerrilhando sob ordens superiores,o que os torna ainda mais perigosos. Temos que ter em mente a diplomacia e a união acima de tudo,e que devemos ao máximo manter a paz. Ela precisa de nossa união, e não de nossa discórdia. E o mais importante de tudo.. -Respirei fundo e disse com um ar mais sério que o de antes - Nós não devemos matar, a menos que seja realmente necessário, ou em legítima defesa. Quero que se lembrem muito do que eu disse.. Hera me pediu ajuda, e aqui avisando a todos vocês a ajudei. Na verdade espero fazer mais.. mas por enquanto ela me pediu somente isto. - Desci da cadeira,vários murmúrios,sussurros e frases que demonstravam medo começaram a preencher o espaço do Pavilhão. Resolvi dar uma volta pelo acampamento do que olhar pessoas perplexas de como Hera havia me escolhido para dizer toda aquela informação importante. Com todas as pessoas ali, me olhando ainda, sai o mais rápido possível, para algum lugar do acampamento, e pensando, que para fazer uma guerra com nosso acampamento, chegar de surpresa para nos atacar, era meio obvio quem viria..eram eles.



OBS: Quem ganhou um sonho de Hera também, vem falar comigo via MP se querem ou não fazer uma pequena reunião, e dai se eu conseguir, tadá, eu faço uma reuniãozinha.. bjus *não liguem pro post ser um lixo*

avatar
Filhos de Ares

Idade : 21
Mensagens : 13

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Heather Martínez em Qua 15 Jan 2014 - 23:03



De repente, as conversinhas cessaram e eu comecei a olhar pelo refeitório a procura de um motivo. Uma garota tinha subido à mesa de Ares para dar um recado. Rebecca - ou Bugada - era o nome dela. As palavras da menina eram um pouco confusas a mim no início, falando sobre romanos e guerra. Mas não havia segredo em sua mensagem: uma guerra estava a caminho. Uma inquietação atingiu o meu estômago enquanto Rebecca ia falando e eu perdi totalmente a minha fome. - Não matar, ah, certo... - Murmurei sozinha na mesa de Hebe, enquanto mexia os pedaços de fruta com um garfo na tigela. Era uma coisa sensata pedir a união dos dois acampamentos, sim. Mas Hera não estava sendo um pouco sonhadora demais? Era quase como pedir para que um cão não caçasse o gato, ou pedir que o gato não caçasse o rato. Era utopia. Hera não podia esperar que cumprissemos aquele pedido, não depois de um aviso eminente de guerra.

- Isso é loucura. - Pensei alto mais uma vez enquanto a filha de Ares deixava o pavilhão. Minha voz foi só mais uma entre os murmúrios e a confusão que se instalava no acampamento. Alguns eram tão sonhadores quando Hera, acreditavam mesmo na paz entre os dois povos; outros eram extremamente intolerantes, e só falavam em quebrer os pescoços de nossos irmãos romanos. Eu era daquelas que queria a paz e via tudo para que ela desse certo. Mas infelizmente, havia uma enorme barreira de ignorância que nos separava da união e da paz. Eu bem que queria, mas era sensata o suficiente para saber que aquilo não era possível, não em tão pouco tempo. Uma guerra viria, fosse para exterminar um dos grupos ou, até mesmo, para trazer a paz. Larguei as minhas frutas ali e saí do pavilhão, com uma indigestão terrível.

avatar
Caçadoras de Artemis

Idade : 20
Mensagens : 30

Ficha Campista/Divina
Level: 10
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Sky Wittelsbach Colfer em Sab 18 Jan 2014 - 8:54

We 'bout to get up and burn this floor
O acampamento tornara-se um campo de refugiados assustados temendo que uma bomba explodisse a qualquer momento depois que um grupo enviado para o Alasca, em uma missão de busca por informações ou até pelo próprio herdeiro de Hera, voltara trazendo consigo o fracasso. Claro que, mesmo que algum tempo depois, o assunto não morrera por total e isso, de fato, enchia a paciência daqueles que de certa forma precisavam explicar para os novatos que apareciam o que estava acontecendo. Ah, e claro, isso me incluía. Bufei, terminando de trançar meu cabelo, e saí do chalé de número um, que tinha que dividir com as outra crias de Zeus -e não eram poucas-. O dia não aparentava nada desigual dos seus antepassados, mas uma coceira no dedo mindinho da mão esquerda me incomodava; ou algo ia acontecer ou eu estava tendo outro ataque alérgico. Suspirei e continuei andando em direção ao pavilhão.

Não foi surpresa alguma notar que as mesas em sua maioria estavam quase totalmente cheias. Nos últimos tempos alguns chalés haviam aderido à regra dos covardes: ande em bando e não se ferre sozinho. Enquanto isso eu nem ao menos sabia onde meus meio-irmãos estavam. Não que o fato de ser líder do chalé implicasse em algo. Queria ver me obrigarem a andar com aquelas pestes o tempo todo. Em passos curtos me dirigi até a mesa de Zeus, não avistando nenhum de meus escravos no caminho. -Ah, eles que se virem. -murmurei, sentando-me. Não recebia nada para bancar a babá deles, logo não tinha que bancar.

Sorri de lado e sentei em posição de índio, com as pernas cruzadas, passando a brincar com o cadarço de meus acabados tênis. Continuei com essa distração até que ouvi uns murmurinhos do tipo “o que aquela louca ta fazendo subindo na cadeira?”. Levantei meu olhar e, mais a frente, encontrei uma ruiva já posicionada acima de uma das cadeiras da mesa de Ares. -Wow, é treta. -comentei, já sabendo que quando alguém de Ares se manifestava para algo que não brigas, não era coisa boa. Prestei atenção em cada palavra da menina, não deixando de sussurrar um “hera que pariutchê” ao assimilar a atual situação com o que ocorrera na geração passada, quando romanos foram possuídos pelas forças de um assassino de pelúcia e decidiram atacar o Acampamento Meio-Sangue. Respirei fundo e ergui a sobrancelha, enquanto dedicava minha atenção ás últimas palavras da menina. De fato, minha madrasta já não batia bem da cabeça de tantos chifres; bancar os pacíficos enquanto romanos atacavam? Ah, não. Isso com certeza não aconteceria.

A menina de cabelos cor ketchup saiu do pavilhão enquanto uma sessão de conversas indignadas e covardes se iniciava. Soltei um riso fraco. -Cabum. -disse, vendo a desordem que se instalara ali. Passei os olhos rapidamente pela mesa de Ares, tentando identificar o que eles conversavam entre si, mas não obtendo sucesso. Por fim, levantei e, mesmo sem ter comido nada, saí dali, indo pelo caminho que  me levaria de volta para o chalé. Não ligava tanto para meus irmãos, mas se haveria guerra, os filhos de Zeus precisariam estar preparados para liderar. Bufei, fazendo com que minha franja saísse da frente dos meus olhos. Sempre sobrava pra mim, incrível.

avatar
Filhos de Zeus

Idade : 20
Mensagens : 111

Ficha Campista/Divina
Level: 39
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 18 Jan 2014 - 21:44

when you feel my heat, look into my eyes
it's where my demons hide, it's where my demons hide

Deixei Clarie e a outra garota no Bosque, afim de falar com Quíron sobre o que andava acontecendo. Pretendia manter minha promessa à filha de Atena e contar ao centauro apenas a parte da treta que era de minha conta: O sumiço do meu namorado. Caminhava cabisbaixa, esbarrando em árvores hora ou outra - e em casos extremos batia a cabeça. Meus pensamentos viajavam diretamente para o pior das hipóteses possíveis, então hora ou outra eu era obrigada a erguer o olhar pro céu e apertar os olhos afim de reprimir alguma lágrima de se formar. Apesar de tudo, continuava me recusando a ser aquele tipo de garota que sofre e chora pelos cantos, além do mais porquê não havia nada mais bizarro do que uma filha de Dionísio chorando. Minha vontade de verdade era gritar, xingar e descontar todo o meu ódio em alguém. Uma certa rainha do Olimpo, de preferencia. Podia sentir que meu humor estava mutável novamente, e como sempre em tais ocasiões, eu não me reconhecia. A Christina, aquela doce, simpática e sempre sorridente filha de Dionísio simplesmente sumia, e eu me sentia mais uma esquizofrênica.

Notei uma certa movimentação no Pavilhão do Refeitório enquanto caminhava, como se alguém tivesse fazendo um discurso ou algo do tipo. Não tínhamos aquele tipo de coisa todos os dias, então decidi ver o que era, torcendo para que não fosse algo inútil. Cheguei bem a tempo de ouvir uma campista de Ares - que reconheci como Rebecca - discursar algo sobre um sonho com Hera. Sim, mais dessa mulher. Revirei os olhos sem paciência e juntei a pouca paciência que me restava para prestar atenção na menina ruiva. Enquanto falava, alguns de seus irmãos faziam comentários desagradáveis os quais fiz de tudo para ignorar, mas explodi no primeiro. - Quer calar a porra da sua boca, sua merda ambulante?! - gritei sem paciência para o filho de Ares que havia chamado Rebecca de "bugada". Era exatamente aquele tipo de coisa que eu costumava fazer quando estava com o humor mutável daquele jeito. Por alguns segundos conquistei a atenção de todos ali - talvez por verem a "sempre sorridente Christina" tendo um ataque - e todos ficaram em silêncio, inclusive o filho de Ares que não se atreveu a dizer uma só palavra sequer novamente. Revirei os olhos e suspirei antes de forçar um sorriso para que Rebecca continuasse o que tinha a dizer.

Ouvi atentamente as palavras da filha de Ares, enquanto mantinha os braços cruzados. Sobre o discurso da menina, não houve muitas surpresas, mas infelizmente confirmou meus pensamentos sobre a rainha do Olimpo e dos romanos nisso tudo. Pelo menos agora eu tinha uma justificativa para acusar os romanos diante do Quíron. As palavras de Rebecca eram claras: Estar preparado a qualquer hora e tentar diálogo e racionalidade ao máximo. Irônico da parte da deusa pedir racionalidade em guerra justamente para uma filha de Ares. Apesar das informações limitadas, eu poderia passar um tempo meditando tudo o que eu sabia para assim tentar descobrir ou entender os planos da deusa, como mil peças de um quebra cabeça espalhado. Saí dali ainda irritada e impaciente, afim de falar com Quíron e tomar uma atitude em relação a aquilo tudo que vinha acontecendo.
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Siobhan O'Connell em Sab 25 Jan 2014 - 12:47



War incoming.

Tudo estava perfeito até chegarmos ao refeitório. Logan e eu, depois de termos expressado que estávamos ambos a morrer de fome e necessitados de um valente pequeno almoço, aproveitamos o caminho até aqui repleto de sorrisos e tentando ser despreocupados da missão dele. Cada dia que passava, mais certo me sentia estar na companhia dele, e só o fato de ele ter aparecido às portas da confusão que é o chalé de Hermes para me vir buscar... Tinha me dado uma alegria para o dia inteiro, porém não há bela sem senão... Hera tinha que ter estragado a nossa boa disposição. Tornar Logan preocupado com uma estúpida missão de proteger a sua cria pondo a sua vida em risco. Quer dizer, os Deuses andam assim tão ocupados para colocar semideuses a fazerem o seu trabalho? Que pedido egoísta.

Suspirei bem fundo e mantive uma expressão mais descontraída possível, mas o refeitório também estava com um ambiente de cortar à faca. Campistas murmuravam inquietamente sobre algo. Algo de muito errado aconteceu. Entramos cuidadosamente por dentro das portas e despedi-me de Logan com um leve beijo nos seus lábios e segui caminho até à mesa dos indefinidos. Adorava sentar na mesma mesa que ele, mas regras eram regras. Mordi o lábio e sentei-me ao lado de uma cara familiar do chalé de Hermes, uma garota indefinida de longos cabelos compridos que estava a tentar esconder a sua preocupação ao brincar com os seus talheres. Só com aquilo, fez com que eu franzisse as sobrancelhas e inspeccionasse a sala com uma breve olhadela. Ambiente de cortar à faca era estar a ser simpática. Só faltava pegar fogo.

— Bom dia, que se passou aqui..?  cumprimentei a garota preocupada ao meu lado. A pergunta que fiz, tornou o seu corpo tenso, como se tivesse tocado numa ferida aberta. Ela engoliu em seco e eu observei cada seu passo muito atenta.

Sim... algo de muito mau tinha acontecido. Agarrei-me e esperei pela pior das noticias, os segundos que ela tomava para encaixar os seus pensamentos tornavam-se nas piores das torturas. E quando finalmente falou e me contou o que tinha passado... O meu queixo caiu, olhos arregalaram-se e o coração parecia ter parado. Os romanos iam atacar a qualquer momento guiados por uma força superior. E nós, gregos, a nossa missão era trazê-los à razão. Só podiam ter endoidecido de vez! E para o meu gosto, tinha sido Hera quem nos tinha avisado da ameaça. Isso queria dizer que a possibilidade que o sonho de Logan, passar por apenas um infeliz pesadelo, era nula. De repente já não tinha assim tanta vontade de comer... Coloquei a palma da mão em frente da boca e mordi ao puxar o prato para a frente. A portadora da mensagem era uma filha de Ares, e como é obvio, na mesa se tinha instalado a desordem. Porém, a única vontade que tinha era de gritar com a própria Deusa por ter começado esta confusão.            
 

 eu | pensamento | narrador
thanks tess
avatar
Devotas de Hera

Mensagens : 84

Ficha Campista/Divina
Level: 18
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Siobhan O'Connell em Dom 23 Fev 2014 - 21:15

saio dali pq me esqueci de colocar a saída. <3
avatar
Devotas de Hera

Mensagens : 84

Ficha Campista/Divina
Level: 18
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Harlan A. Bréhier em Ter 8 Abr 2014 - 15:49


O garoto permanecia com seu velho e simples sorriso no rosto, ele parecia ter gostado da companhia da garota a sua frente, ela parecia ter ficado tímida com alguma atitude feita por ele, o que o fez sorrir mais ainda, de forma involuntária. Ele ergueu a sobrancelha e passou a mão pelo cabelo o bagunçando de forma repentina, parou com a ação assim que Harmonia havia voltado a falar, falou como se ele fosse um galanteador que jogava charme para todas. — Hahaha, não. Para ser sincero eu não acho que alguma garota vá se interessar por mim. — O que de fato era a maior verdade já dita pelo rapaz, porém mesmo ele sabendo que era filho de Eros e tendo a certeza de que, querendo ou não, as garotas o olhavam... Ele apenas queria ser olhado de outra forma, sem que aqueles dotes encantantes de um filho de Eros estivessem nele, porém era impossível, um dia ele iria acabar se acostumando com isso. — Eu apenas sou cara de pau por natureza, é porque não sou tímido, então sobra espaço demais, tudo se preenche com meu jeito cara de pau. — Ele voltou a esbanjar um sorriso de orelha a orelha, voltando a bagunçar seu cabelo. Em seguida terminou sua refeição e ficou apenas tomando seu, agora, suco de limão enquanto olhava para a bela garota sentada a sua frente. De fato ele deveria conversar que estava encantado com o jeito fofo, meigo e espontâneo da jovem menina.

avatar
Filhos de Ares

Idade : 22
Mensagens : 11

Ficha Campista/Divina
Level: 6
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Harlan A. Bréhier em Ter 8 Abr 2014 - 15:49

Saio dali com Harmonia.
avatar
Filhos de Ares

Idade : 22
Mensagens : 11

Ficha Campista/Divina
Level: 6
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Gabby Hoff. Fitzgerald em Ter 22 Abr 2014 - 21:42

Eu estava no meu chalé, dormindo, roncando, sonhando e babando quando
comecei a sentir uma fome enorme. Me levantei, coloquei pantufas que tinham carinha de Yoda, para
combinar com meu pijama de sabres de luz, e saí do chalé 22 super ninjamente.
Driblando as harpias, porque eu sou muito foda e consigo fazer isso, fui até o pavilhão de refeitório.
Chegando lá, sentei em cima da mesa que era destinada a uso dos filhos de Zeus e esperei a comida aparecer
magicamente. Uma pizza apareceu e comecei a devorá-la no escuro. Uma cena super normal, num acampamento
para pessoas normais.
avatar
Filhos de Éolo

Idade : 20
Mensagens : 203

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Mini Espírito da Tempestade
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Aliados e ParceirosCréditos e Copyright©
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Wild Scream RPG RPG Hogwarts Todos os direitos reservados a Monte Olimpus RPG® 2011-2016