Pavilhão Refeitório

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pavilhão Refeitório

Mensagem por Harlan A. Bréhier em Dom 8 Dez 2013 - 22:35

Relembrando a primeira mensagem :


Estava sentindo fome, a preguiça de usar poderes estava no auge, então fui diretamente até o pavilhão do refeitório para fazer uma bela e maravilhosa refeição, me sentei no mesmo e fiquei observando distraidamente as poucas pessoas que passavam pelo lugar, minha comida apareceu como num piscas de olhos fiquei ali comendo distraído e pensando em alguma coisa interessante, na verdade não estava pensando em absolutamente nada, mas fazer? Dei de ombros e voltei meu olhar distraído para algumas coisas que aconteciam por ali, fiquei distraído enquanto comia, estava com preguiça até para comer, revirei os olhos e voltei a me concentrar na comida. Enquanto continuava observando atentamente todos os movimentos dos campistas ao meu redor.

avatar
Filhos de Ares

Idade : 22
Mensagens : 11

Ficha Campista/Divina
Level: 6
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Ágatha Pevensie Kane em Ter 22 Abr 2014 - 21:48

Nutella. Também conhecido como o fluído vital que pulsa em minhas veias. Eu tinha um pote daquilo, para eventuais emergências. O problema é que não guardava um estoque de torradas ou coisas do gênero, também. O que quer dizer que, quando a emergência finalmente chegou, tive de abrir mão da minha já rara dignidade e me dirigir, com a juba que fazia meu pai me desejar "bom dia, leãozinho" e meu pijama-macacão-de-bebê do Stitch, para o refeitório. Driblar harpias era rotineiro, então chegar ao pavilhão não foi difícil. Difícil foi tentar entender o que alguém com um ótimo gosto para pijamas e um gosto horrível para assentos confortáveis fazia, sentada na mesa de Zeus, no escuro.
avatar
Caçadoras de Artemis

Idade : 20
Mensagens : 68

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Gabby Hoff. Fitzgerald em Ter 22 Abr 2014 - 21:52

Quase morri de susto quando aquele Stitch, ou seja lá como se escreve/fala isso,
apareceu na minha frente. Por pouco não engasgo com o queijo da fatia GG de pizza que
eu comia aka devorava.
- BATER NA PORTA QUEM SABE HEIN - gritei, nada elegante.
Era Ágatha, com um pote de nutella na mão. Reconheceria um daqueles de longe. Cães policiais
farejam drogas; eu farejo nutella e gordices.
avatar
Filhos de Éolo

Idade : 21
Mensagens : 203

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Mini Espírito da Tempestade
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Ágatha Pevensie Kane em Ter 22 Abr 2014 - 21:58

Além de um gosto péssimo pra assentos, o ser em questão tinha uma noção péssima de horas nas quais não devemos gritar.
- Assim, harpias não são de nada, e tals, mas não custa não anunciar ao resto do acampamento que estamos aqui.
Percebi que conhecia a criatura que parecia ter certa dificuldade em manter o queijo que mastigava dentro da boca, e olhava para meu pote de HP/mana (sim, potes de Nutella são poderosos) com um olhar esganado e psicótico.
Num instinto protetor, levie o pote para trás das costas:
-Ok, garota, façamos um trato: a gente divide esse pote e você me arranja um pacote de doces da Fini. Isso ou nada - finalizei, com meu melhor olhar de "aceitar ou morrer".
avatar
Caçadoras de Artemis

Idade : 20
Mensagens : 68

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Gabby Hoff. Fitzgerald em Ter 22 Abr 2014 - 22:00

- Eu grito se eu quiser. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! - super madura, eu sei.
Ela me fez uma proposta super aceitável, e assenti.
- Tá, mestra. Senta aqui comigo e vamos desfrutar das gordices. - chamei.
avatar
Filhos de Éolo

Idade : 21
Mensagens : 203

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Mini Espírito da Tempestade
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Ágatha Pevensie Kane em Ter 22 Abr 2014 - 22:03

-Acho que é por isso que semideuses morrem cedo. E por isso que ainda não recebeu seu sabre de luz, também.
Sentei do lado dela, apesar de ser um lugar totalmente não-sentável, e abri o precioso pote, que foi iluminado pelo brilho celestial da deusa do chocolate, que eu tinha de descobrir quem era.
[b]-Ok. Me passe as torradas-[b] disse, segurando a preciosidade como se fosse um troféu.
avatar
Caçadoras de Artemis

Idade : 20
Mensagens : 68

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Gabby Hoff. Fitzgerald em Ter 22 Abr 2014 - 22:10

Com a força do pensamento jedi, fiz chover bala fini em cima de mim e de minha amiga (eu achava que era minha amiga, já que nos dávamos bem no tempo curto em que pertenci a caçada) recém chegada. Revirei os olhos com seu comentário chato. Ok que ela era a mestra, mas até Yoda era mais maneiro que ela. 
- Eu estou viva e tu também. Para de reclamar e abre esse pote logo. - falei, sabendo que aquela frase me renderia um tapa. - No.contrato dizia bala fini. NÃO ACHA QUE TÁ ABUSANDO?! - perguntei, encarando-a.
avatar
Filhos de Éolo

Idade : 21
Mensagens : 203

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Mini Espírito da Tempestade
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Ágatha Pevensie Kane em Qua 23 Abr 2014 - 14:38

Cerrei os olhos, num olhar super ameaçador que só fez parecer que eu estava com sono ou que tinha acabado de acordar - as duas alternativas são corretas, então o olhar não foi um desastre total - ante ao comentário da garota, e mentalmente decidi que não deixaria ela raspar o restinho do chocolate do pote. Como alguém ousava pedir para apressar/profanar o sagrado ritual de abertura do pote?

-SIM, TEM QUE TER BALAS FINI. - gritei, esquecendo totalmente minhas próprias recomendações. Afinal, quem liga pra elas mesmo?

- Mas no contrato geral do universo também diz que a sagrada Nutella não pode ser profanada por dedos impuros. O que quer dizer que, a menos que tenha uma colher, precisamos de torradas. - bradei, enquanto mastigava furiosamente uma bala avermelhada e açucarada. Francamente, muito me surpreende eu ter aceitado guiar uma criatura dessa no estudo da força. Aliás, por que eu fiz isso mesmo?
avatar
Caçadoras de Artemis

Idade : 20
Mensagens : 68

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Gabby Hoff. Fitzgerald em Qua 23 Abr 2014 - 16:36

Quem diria que a hipocrisia alcançaria até a Tenente de Ártemis? Fiz um gesto de negação com a cabeça, fingindo um falso desapontamento. Com os dedos, fiz aspas no ar, deixando claro logo de cara que minha citação era um deboche descarado. - "[...] assim, harpias não são de nada, e tals, mas não custa não anunciar ao resto do acampamento que estamos aqui." - comecei, forçando minha voz até que ela ficasse algo completamente diferente do habitual e estranha demais para ser a de Ágatha. Simplificando, deixando-a com o tom ideal para o que eu estava fazendo. - "Mas sabe, acho que é por isso que semideuses morrem cedo." E acho que é por isso que vai perder seu sabre de luz... - pausei meu comentário, ficando de pé em cima da mesa, que agora eu dividia com a filha de Atena; que estava muito entretida na tarefa de reclamar e devorar as balas que eu fizera chover. - ... e sua Nutella. AHÁ! - gritei, arrancando o pote da mão dela. Antes de dar tempo a ela para me bater, atacar, matar, ou algum gesto meigo do tipo, voei (surprise, bitch!) até a mesa destinada aos filhos de Hermes, que se encontrava a muitas mesas de distância. - Bobeou, perdeu. - falei. Tomada por uma súbita coragem que não me pertencia, coloquei o dedo indicador na boca, babando-o bem, e então pousei-o no doce de avelã que era melhor que ambrosia bem devagar. Levei uma porção de Nutella à boca e sorri, demonstrando mais coragem e ousadia do que eu realmente tinha.

OFF: MORRI, BJÃO
avatar
Filhos de Éolo

Idade : 21
Mensagens : 203

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Mini Espírito da Tempestade
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Ágatha Pevensie Kane em Qua 23 Abr 2014 - 16:52

Ok, eu merecia o tom debochado de voz da garota. Mas, afinal, me cite um ser que é racional enquanto com sono. Nenhum, correto? Correto. Mas se tinha uma espécie pseudo-humana pior que as outras, essa seria a de filhos de Éolo. Ameaçar meu sabre de luz foi como um ataque à minha integridade moral. Mas sequestrar a Nutella... Era digno de  morte. Profaná-la com a baba nada sagrada de semideuses... Eu seria capaz de virar filha de Ares ali mesmo só para usar de sua fúria divina.
-Você... Vai... Morrer - disse, entredentes, com um olhar sanguinolento e nada sonolento. Ok, ela voava. Sequer tive tempo para invejar isso ok, talvez tenha invejado um pouco enquanto sai correndo, em direção à futura sopa de semideusa. E com correr, eu não digo sair rapidamente do local. Eu digo alcançar a velocidade do lobo, e a força do mesmo, enquanto me preparava para saltar sobre a garota.
avatar
Caçadoras de Artemis

Idade : 20
Mensagens : 68

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Gabby Hoff. Fitzgerald em Qua 23 Abr 2014 - 17:04

A Nutella sempre fora o ponto fraco de Ágatha; um dos, na verdade. Eu sabia disso - abençoados sejam aqueles anos de caçada que tive -, e pensando melhor, depois de ter colocado o dedo babado umas três vezes dentro do pote, acho que eu não deveria ter feito aquilo. Mas, obviamente, não havia como reverter, voltar no passado, control Z, essas coisas. O olhar enfurecido de Ágatha me disse isso. As rugas em sua testa quase me fizeram rir, e por muito pouco consegui conter uma risadinha. A filha de Atena então pulou de cima da mesa, e quase tarde demais notei o que ela ia fazer. Quando a Tenente de Ártemis pulou em mim, dei um impulso forte para cima, ficando quase que inalcançável. - ONDE ESTÁ SEU DEUS AGORA? - gritei, e então me permiti rir. Estava agora deitada no ar, do mesmo jeito que alguém deita em uma cama ou sofá, com o pote de Nutella em cima de minha barriga - quase inexistente, vale a pena lembrar. Como se estivesse em uma piscina, mexi os braços de modo semelhante à um nado de costas, e logo comecei a me mover no ar. - Você é tão pequenininha daqui de cima. - falei, dando uma olhadela na caçadora. Rindo mais um pouco - pelos sete ventos, eu estava mesmo abusando da sorte -, meti o indicador novamente no pote, pegando mais um pouco do creme de avelã e levando-o a minha boca. Sono? este já não se fazia mais presente.

"Nadei" mais um pouco, parando alguns metros acima da mesa de Ares; outra forma de deboche, uma que estava sendo calculada em minha mente hiperativa. Virei-me, ficando deitada numa pose que lembrava aquelas modelos praianas de calendário; o que eu poderia muito bem retratar, se não estivesse com pantufas de Yoda e pijamas de flanela de sabres de luz. Meu dedo foi novamente para dentro do pote, agora já quase pela metade - HA, HÁ! -, e sacudi-o para a garota. - E então, o que vai fazer? - questionei, depois de alguns minutos, quando finalmente comi mais um "dedo" (?) de Nutella.
avatar
Filhos de Éolo

Idade : 21
Mensagens : 203

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Mini Espírito da Tempestade
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Ágatha Pevensie Kane em Qua 23 Abr 2014 - 17:23

Claro que correr perde pra voar. Mas a irracionalidade da fúria não me permitiu pensar nisso. Conclusão: meu deus certamente estava bem longe dali, porque eu estava em óbvia desvantagem. Controlando a respiração ofegante, apenas observei o deboche da garota:
-Bem, de algum lugar você tinha que ver as pessoas de cima, não é mesmo?- revidei, com uma leve risadinha irônica, fazendo referência à incontestável baixa estatura da filha de Éolo. Aparentando mais calma do que realmente estava, me dirigi vagarosamente aonde a menina fora, passando por detrás das mesas, propositalmente saindo um pouco do pavilhão.
Assim que me pus debaixo do céu, dei um sorrisinho de deboche para Gabby, respondendo sua pergunta a maneira mais diva possível:
-O que eu vou fazer? Que tal brilhar?- disse, enquanto a aura lunar tomava conta de mim, desnorteando a garota. Ela podia conhecer a caçada, mas não ficara lá por tempo o suficiente para aprender os melhores truques. Aproveitando seu momento de confusão, usei a agilidade mais que ninja que a caçada me proporcionara para, com uma corrida e um breve salto, puxasse seu pé do alto do pavilhão, fazendo com que nós duas caíssemos numa mesa qualquer, e sua pantufa voasse para longe. Graças à Zeus não havia pratos nela, ou teríamos uma conta salgada a pagar para o acampamento.
-O Yoda caiu. A força não está mais com você. Agora, cabeça de vento, diga suas últimas palavras, e me dê o pote.- não, eu não pretendia reaproveitar o material babado. Apenas readquirir minha dignidade. E... Eu pensaria no que mais depois -q
avatar
Caçadoras de Artemis

Idade : 20
Mensagens : 68

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Gabby Hoff. Fitzgerald em Sab 21 Jun 2014 - 20:03



my things, get out
Acordei e era só isso que eu sabia até aquele momento porque a verdade é que eu me arrastei para fora da cama, e dali para o chuveiro, e continuei me arrastando até o refeitório. Estava de pé, um tanto quanto indecisa entre me sentar e comer ou simplesmente agarrar um bolinho e ir para outro lugar, como diria a minha mãe "procurar a minha turma" que no caso não chegava a existir, mas ok. Preenchi um prato com ovos mexidos, torradas, biscoitos e um cupcake de amora, eu adorava amoras. Me sentei sozinha na ponta da mesa, beliscando a minha comida despreocupadamente até que algo surge na minha frente e eu vejo o glacê rosa sendo levado a boca de Roonie. Ela simplesmente colocou o indicador no meu cupcake, no meu glacê e no meu prato. — Sabe, tem outros duzentos cupcakes de onde veio esse, Roonie! — Esbravejei, mas a filha de Fobos tinha a péssima mania de não se importar, e resmungou algo sobre querer o meu e não outros duzentos. Revirei os olhos, levemente irritada, dei uma garfada nos meus ovos mexidos e comecei a comer. Roonie por outro lado continuou ali, me olhando com um sorriso perverso e animado nos lábios, admito que fiquei meio curiosa com o que ela queria, mas não daria o braço a torcer. — Vai ficar me olhando ou vai dizer a que veio? — Obviamente não foram palavras que sairam de sua boca, mas meu cupcake que entrou nela, Roonie deu uma bela mordida antes de devolver meu doce e rir para mim, com os lábios meio rosas por causa do glacê. Acabei rindo, puxando um guardanapo e jogando para Roonie, que se mantinha ali com aquele ar de diversão. — Sério, quer me sequestrar ou precisa de mim pra planejar algum plano terrorista? — Murmurei em um tom quase conspiratório.
avatar
Filhos de Éolo

Idade : 21
Mensagens : 203

Ficha Campista/Divina
Level: 28
Mascote: Mini Espírito da Tempestade
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Mike Dimitriev em Qua 25 Jun 2014 - 10:38


I Want To Break Free


Mike sabia que o dia não estava indo nada bem, principalmente quando nos primeiros minutos da manhã, sentiu a maior dor que alguém pode sentir. Ainda estava sonolento quando deixou sua cama, descalço e o dedinho do pé é uma parte do corpo que é um anexo para sentir dor, o bateu o dedinho do pé em sua cama, sentiu uma dor dilacerante e, claro, xingou de Nêmesis à Zeus sem o menor pudor. 

- Ai, ai, ai... - os olhos azuis dele estavam marejados, enquanto sentou-se na cama mexia com medo no próprio dedo - Quebrei essa por*a...Ai... Parava de mexer, colocou o pé no chão, com o maior cuidado que poderia ter e sentiu uma dor latente, vindo do seu dedo mindinho, literalmente, até suas entranhas, fato, ele não conseguia firmar o pé.Seu dia havia começado bem. #sqn 

- tem como ficar pior? - Olhou ao redor, por sorte ninguém havia ouvido o que acabava de dizer. Seria pior se algum dos Deuses tivesse escutado isso e atendesse seu pedido. Respirou aliviado. Com toda dificuldade de chegar ao refeitório e ainda manco, sentou-se em uma das mesas servindo-se. Bem alimentado decidiu seguir com seus prováveis afazeres, tudo seria mais difícil.

Arrastando o chinelo levantou, levando consigo um copo com suco, estava bom para deixar para trás, por isso decidiu levar, mas ao sair da mesa sem olhar ao redor, sentiu seu corpo trombar com alguém. Se fosse apenas isso estava bom, o dedinho sendo pisoteado como se fosse uma barata, o suco caindo nos nos dois, sua roupa branca ficou como se tivesse sido atingindo em batalha, pois o seu suco de uva caia na camiseta branca, ainda bem que não era ele quem lavaria depois, se não a raiva do rapaz seria bem maior. Mike não sabia se sentia dor ou se empurrava o dito cujo que lhe fez isso ou, pior, se sentava de volta na cadeira e começava a chorar. 

Sendo filho de Nêmesis, sua reação foi a mais espontânea possível, primeiro olhou quem havia o aleijado, novamente, uma garota. Analisou as consequências, claro que não, apenas a empurrou, para longe de seu pé, mas não fez usando tanta força, foi uma reação involuntária e justa ao menos para ele.

- É cega? esqueceu os óculos? Vê se olha por onde anda! criatura - depois da explosão de raiva, Dimitriev respirou fundo olhando para ela com os olhos marejados, viu que não apenas ele havia sido ensopado com o suco, cujo ainda estava cheio, e abriu um sorriso amigável. Menos mal. - Desculpa! Não queria ofender! Não estou tendo o meu melhor dia! - Mike era exatamente isso. - Filho de Nêmesis, Capitão Kirk.. Brincadeira, Mike! - Limpo a mão no Jeans que era azul e estendeu para a garota, não fazia muito tempo que estava lá e ela estava sendo o mais próximo de uma conversa com alguém que ele estava tendo até o momento.



avatar
Filhos de Nêmesis

Mensagens : 8

Ficha Campista/Divina
Level: 5
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Cassie Ferrer Schmidth em Qua 25 Jun 2014 - 18:21



Nunca era possível se livrar de fato da bagunça do chalé de Hermes, ainda mais quando você almoçava na mesma mesa de campistas com quem dormia. E a barulheira era algo interminável. A verdade é que eu estava extremamente entediada para me importar com o que acontecia a minha volta, Veig estava conversando alegremente com uma garota que eu não lembrava o nome, as duas estavam sentadas do outro lado da mesa, a apenas duas pessoas de distância. Eu nunca fui alguém muito quieta ou comportada, então peguei uma colherada do purê de batatas do meu prato, posicionei-a de maneira que minha mira não falhasse e joguei. O purê bateu no queixo de Veig, fazendo com que ela interrompesse sua frase no meio e me olhasse irritada. Todos os campistas que viram começaram a rir no mesmo instante, assim como eu.  — Só queria te pedir pra me passar o frango, Veig. — Disse no tom mais debochado que pude. 
avatar
Filhos de Fobos

Mensagens : 29

Ficha Campista/Divina
Level: 19
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Ranveig Rewards O'Hare em Qua 25 Jun 2014 - 18:44

There's no stopping curiosity
Who's to say I can't do everything? Well I can try, and as I roll along I begin to find things aren't always just what they seem

Se eu tentasse não pensar muito na minha própria vida, ela poderia ser agradável. Ali, em um ambiente com comida sobrando e barulho por todos os lados, era bem fácil esquecer os problemas e fingir que estava em um acampamento por pura diversão, e não por ser filha de algum deus grego desconhecido. Deus grego no sentido literal, não no de “meu pai é um gato”. Mas, como disse, era fácil esquecer disso e ali, rodeada por alimentos saborosos que exalavam um cheiro incrível, era quase possível achar a baderna do chalé de Hermes algo bom. Quase. Estava conversando animadamente com a garota que dividia a beliche comigo, trazia até um sorriso no rosto – coisa que se tornara rara desde que eu entrara ali – até ser atingida por algo pastoso e amarelado, vindo de algum local à minha direita.

O golpe sujo e inesperado fez toda a mesa de Hermes – ou seja, metade do acampamento – gargalhar abertamente, ainda mais com a fala debochada de Cassie, uma outra indefinida com quem vinha me dando bem até então. Dando um sorriso irônico e fulminando-a com o olhar, passo a mão em meu queixo, jogando o purê de batatas que me atingira em cima da mesa, com um brusco movimento de pulso, enquanto perguntava: – Passar o frango? Esse aqui? – finalizei a frase arremessando nela uma generosa quantidade de frango desfiado, usando o garfo como catapulta. Troquei o sorriso irônica por uma risada, ao ver o molho da comida escorrer da testa – onde a comida acertara – para o nariz de Cassie, deixando um rastro avermelhado por onde passava.
avatar
Indefinidos

Mensagens : 5

Ficha Campista/Divina
Level: 2
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Rachel Learmonth Dicker em Seg 12 Jan 2015 - 21:26


here's to never growing up
When the sun's going down, we'll be raising our cups

Não estava mais aguentando o silencio do chalé. A maioria dos meus meio-irmãos já estavam dormindo e alguns outros fora do chalé. Ali estava eu, jogada em um sofá da sala. Não estava nem um pouco afim de dormir. Levantei e andei até um espelho na parede de gelo. Arrumei meu cabelo e sai porta a fora do chalé. Desci as escadas e estava indo em direção ao Pavilhão. Ajeitei meu blazer e fui ajeitando umas pulseiras balançando. Não estava olhando para frente direito até que esbarro com Arianne. Soltei uma risada idiota enquanto ajeitava meu cabelo. – E aí amiga, está com fome? – Perguntei para a feiticeira que passara dias treinando tentando desenferrujar. Tanto ela, quanto eu. Peguei pelo seu braço e fui caminhando lado a lado com a garota.

Fomos conversando até chegar ao Pavilhão do Refeitório. Estava cheio e a fogueira de oferendas crepitava. Sabia que tinha que se sentar na mesa do meu chalé, mas olhei para ela e estava vazia. Não queria sentar sozinha naquela noite, já bastava ficar no chalé atoa. Então propus a Ari que se sentássemos juntas.
avatar
Adotados de Hestia

Idade : 19
Mensagens : 20

Ficha Campista/Divina
Level: 6
Mascote: Lobo Albino Gigante
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Arianne F. Malkovich em Seg 12 Jan 2015 - 21:53

— Não to entendendo essa minha fome, por Zeus! — Resmunguei enquanto me arrumava para ir até o refeitório (coisa que eu já tinha feito pelo menos umas 4 vezes só nesse dia). Acho que eu estava pegando muito pesado nos treinos e isso estava fazendo minha fome triplicar. E também tinha o calor infernal que fazia com que os treinos ficassem mais cansativos ainda. Ajeitei minha camisa laranja e saí do chalé saltitando que nem um unicórnio feliz.

Não estava prestando muita atenção por onde andava ao tomar o caminho do pavilhão, por isso acabei esbarrando em alguém. Ouvi a pessoa perguntar se eu estava com fome e me virei para ver quem era. Sorri ao ver a Srta. Cabelos de fogo (lê-se Rachel) na minha frente. — Eu estou morrendo de fome, moça — Sorri de modo amigável para Rachel. Enlaçamos nossos braços e fomos caminhando para o pavilhão do refeitório enquanto conversávamos coisas banais.

O pavilhão estava cheio e a fogueira das oferendas estava mais bonita que nunca, o que indicava que todos estavam felizes e calmos. Rachel perguntou se não podia se sentar comigo, olhei para a mesa número vinte e soltei um suspiro ao ver somente o Vinny lá. Eu realmente não sabia onde estavam os outros e estava ficando preocupada com o sumiço de Angelique. Acho que Vinny não iria se importar se eu levasse Rachel para se sentar comigo. — Pode, claro — Respondi enquanto a puxava para  a minha mesa, minha barriga não parava de roncar e eu podia até sentir minha boca salivando.
avatar
Filhos de Hécate

Idade : 19
Mensagens : 230

Ficha Campista/Divina
Level: 37
Mascote: Corvo Negro Infernal
Mochila:

Ver perfil do usuário http://www.little4venger.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Rachel Learmonth Dicker em Ter 13 Jan 2015 - 11:57


here's to never growing up
When the sun's going down, we'll be raising our cups

Sentei com Arianne na mesa do chalé 20. Dei uma virada para atrás para ver se alguém iria reclamar. Na verdade, essa era a primeira vez que eu não sentava na minha mesa. Cumprimentei o meio-irmão de Ari, que estava sentado no lado direito. Era noite, mas o calor era infernal. Tirei meu blazer colocando em cima da mesa no lado esquerdo. Separei o cabelo do meu rosto e o joguei para atrás. Fui colocando nos pratos tudo o que havia de melhor na mesa. Não sei porque, mas meu apetite realmente surgiu.  

Fui beliscando do prato enquanto conversava com Arianne. Colocando os assuntos e as fofocas em dia. Todos ao redor conversavam abertamente. – Vou até a fogueira fazer minha oferenda. Para Héstia e Quione. – Me levantei do banco. – Já volto! – E fui caminhando até a fogueira. Pairei sobre a exuberante chama de cores. Peguei a comida que estava em mãos e ofereci. Me virei de volta para a mesa do chalé 20. Fui fitada por uns semideuses por não estar indo na direção da mesa certa. Não dei nem atenção soltando um sorriso de deboche. Balancei meu cabelo enquanto arrumava o arco. Não sei porque, eu estava com uma sensação estranha de que todos conspiravam contra mim. Ri, enquanto sentava a mesa.
avatar
Adotados de Hestia

Idade : 19
Mensagens : 20

Ficha Campista/Divina
Level: 6
Mascote: Lobo Albino Gigante
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pavilhão Refeitório

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Novo Tópico   Responder ao tópico
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum

Aliados e ParceirosCréditos e Copyright©
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Wild Scream RPG RPG Hogwarts Todos os direitos reservados a Monte Olimpus RPG® 2011-2016