Bosque

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Bosque

Mensagem por Oliver A. DeVito Böhmer em Qua 27 Nov 2013 - 15:55

Relembrando a primeira mensagem :

 Kendall era teimoso, tive que pedir para que ele parasse milhares de vezes. Mesmo estando machucado ele queria continuar, e aquilo já estava me irritando. Podia ver ele gemia em meio a alguns passos por conta da dor, até que ele se viu vencido pela minha insistência e parou, e se sentou perto de um tronco.

-- Até que fim ! – Exclamei – Escute, sei que você quer ir atrás dos seus amigos, eu também quero ir atrás dos meus, mas de nada vai adiantar se estivermos feridos. Entendeu? – Perguntei para ele, e ele fez que sim com a cabeça.

Dei uma rápida avaliada nele para ter uma noção da real situação em que ele estava. Assim como eu, ele estava bem sujo e sua fantasia tinha se reduzido a farrapos, mas pelo menos a roupa que ele escolheu tinha mais tecido do que  a minha.
Tenho que admitir que ele era forte, não só no sentindo físico, mas também na persistência. Tinha cortes nas mãos, pernas e braços além de arranhões no rosto e costas, isso sem falar na possível torção do pulso esquerdo, e mesmo assim ele andou por um longo caminho até finalmente parar para me escutar.

-- Vamos lá ! – Falei para mim mesmo respirando fundo.

Eu já tinha cuidado de feridos antes, mas era meio complicado me concentrar sabendo em tudo o que estava acontecendo a minha volta. Milhares de questionamentos surgiam na minha cabeça conforme eu permanecia de olhos fechados. Mais uma vez eu estava sendo testado, paciência não era uma das minhas melhores virtudes, mas por fim eu consegui fazer com que algumas plantas medicinais crescessem.
Usando a minha adaga e meus dentes eu rasguei a única manga da minha blusa que restava, fui até uma árvore próxima e peguei pedaços da sua casca rígida, pedi para que Kendall estendesse o seu pulso, e com cuidado o embalei, improvisando uma tala.
Cuidar dos cortes e ferimentos foi um pouco mais embaraçoso para mim, tive que pedir para o menino tirar a blusa, para que eu pudesse cuidar das suas costas. Tenho que assumir que percorri os olhos pelo o seu corpo quando ele fez, afinal não era algo que eu via com frequência.
A cena seguinte foi um pouco bizarra, eu insisti que Kendall não me olhasse fazendo aquilo, mas ele era teimoso demais para acatar as minhas regras. Tive de mastigar algumas das folhas para fazer compressas sobre as feridas maiores, principalmente às da perna. Eu estava sentado sobre os joelhos, enquanto ele ainda se apoiava no troco. Levei a minha mão a sua testa umas três vezes só para me certificar de que ele estava bem e não estava com febre.

-- Pronto, agora é só esperar um pouco, eu ainda não faço milagres. – Falei olhando para o garoto com um sorriso torto.  












Teimosinho


Legendas
Ações  ʊ  Falas  ʊ  Pensamentos
avatar
Filhos de Deméter

Idade : 22
Mensagens : 64

Ficha Campista/Divina
Level: 10
Mascote: Grou-Coroado
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Bosque

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sex 3 Jan 2014 - 21:07



Terminei o beijo fazendo careta para a pergunta. - Não tive muitos namorados, sou uma boa menina, lembra? - disse seriamente, apesar de estar sorrindo. Chaz sorria mais ainda, o que me fez pensar que ele achava que eu estava brincando. - Hey, isso é sério. Não tive mais de dois relacionamentos sérios antes de você, mas isso não vem ao caso - disse ainda com o queixo apoiado nas mãos. Achei melhor mudar de assunto, porque aqueles papos não parecia agradar tanto nenhum de nós, embora gostaria de saber mais sobre sua vida antes do Acampamento. Geralmente, a vida de todos ali antes do "da grande descoberta" não era algo triste ou que incomodasse, mas preferiam deixar quieto num canto e não se lembrar com frequência, como no meu caso. Voltei a apoiar a cabeça no ombro de Chaz, enquanto olhava para o céu estrelado, procurando alguma constelação que havia visto em livros - Acho que deveríamos sair em missão juntos algum dia. Uma difícil o suficiente para que eu precise defender você - disse sorrindo, imaginando a cena. Voltei meu rosto para o lado, afim de ver a expressão de deboche de namorado com meu comentário. - O que foi? Estou aqui a mais tempo do que você - sorri e lhe dei um selinho - Em um duelo poderia te deixar em coma com facilidade e talvez um dia precise salvar sua vida - disse com um sorriso perverso, dizendo indiretamente que eu não era a frágil da relação. Ri com meus pensamentos, e em seguida voltei a olha-lo com seriedade. - Mas se algo sério acontecer por aqui, qual é o plano? Fugimos e vamos viver perigosamente - perguntei com a expressão séria e ao mesmo tempo sugestiva.

avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sex 3 Jan 2014 - 23:45



  Escutei ela dizer que não teve muitos namorados e a encarei desconfiado. Chris não era o tipo de garota que ficava sem uma fila de pretendentes. Até mesmo me tendo como namorado é preciso ficar atento com os urubus que ficam rondando minha garota. Sorri em deboche, esperando que ela contradizer suas palavras. Mas ao contrário, refutou minhas suspeitas com rapidez, querendo se livrar do assunto. - Sei... Boa menina... - disse sarcástico. Claro que eu acreditava nela, só queria irritá-la. Afaguei seus cabelos rindo enquanto ela apoiou a cabeça em meu ombro.
  Ela então sugeriu que fossemos juntos a uma missão, dizendo que ela me defenderia.  - Você me defender? - soltei uma gargalhada. Sei que ela é habilidosa, mas imaginei a cena. Ela embebedando um monstro ou algo do tipo, seria hilário. - Não estou te subestimando, meu amor... - disse entre risos - Sei que você é experiente no que faz. Talvez seja bom pra mim ver que você não é tão indefesa quanto parece, eu poderia ficar mais tranquilo. - expliquei. Busquei seus lábios, dando um beijo rápido. - Depois vamos falar com Quíron sobre isso.
  Acomodei-me na pedra, não mudando muito de posição para não incomodar Chris. Deixei de olha-la por um momento e passei a observar o céu. Estava limpo e estrelado, nunca fui bom de astronomia, mas sabia de algumas coisas. - Ta vendo aquela bola ali? Avermelhada e rosada? - apontei - É Vênus. Não a deusa, óbvio, o planeta. Aparece às vezes. - contei. Então a escutei perguntar qual seria meu plano se algo sério acontecesse. Será que ela sabia de alguma coisa? Dei de ombros, pensando sobre o assunto. - Eu não fugiria, não faz meu estilo. - falo sorrindo - Eu te algemaria em um local seguro, talvez uma adega, pra que você não quebrasse as unhas em uma luta. - continuo em tom de deboche - E jogaria gasolina no circo pegando fogo. - dei uma falsa risada maligna. Eu estava exagerando um pouco. Sou mais "dou um boi pra não entrar numa briga e uma boiada pra não sair". - Mas sua ideia pode ser um plano B.

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 4 Jan 2014 - 0:39



Levei as mãos até o rosto e apertei os olhos afim de tentar enxergar minhas unhas roídas no escuro. - Acho que não tenho problemas com as minhas unhas -disse rindo, observando seu rosto enquanto encarava o céu durante uma risada maligna sobre jogar gasolina e colocar fogo no circo. Me voltei para ele novamente, apoiando as mãos sobre seu ombro e meu queixo em cima delas, de forma com que nossos rostos ficassem próximos - Acha que esse Plano B seria egoísta? Digo, depois de tanto tempo em que o Acampamento nos acolheu, acha que seria egoismo abandonar o navio enquanto afunda? - perguntei séria. De repente a expressão de Chaz mudou para uma pensativa, como se perguntasse se eu sabia de algo que estava prestes a acontecer - Não sei o que pode acontecer, mas se esse filho de Hera estiver aqui... Esse acampamento vai virar praça de guerra, porque pelo o que ouvi meu pai dizer, não é só Zeus quem está atrás da tal cria. Hades também está - o encarei séria. - Não conte isso para ninguém. Ouvi meu pai e Quíron passar essa informação para aqueles que viajaram até o Alasca. Quando percebeu que a coisa ficou séria entre Hades e Zeus, Quíron os mandou voltar por segurança - terminei de explicar. Esse tipo de coisa eu só ouvia porque tinha mania de treinar minhas habilidades de espiã. Quando ouvia um sátiro dizer à alguém que meu pai ou Quíron estava chamando, significava que havia treta e missão acontecendo. Tinha mania de largar qualquer coisa que estava fazendo para enfiar a cara debaixo da janela da Casa Grande para ouvir, mas é claro que não revelaria a Chaz minhas fontes -q - Mas esquece isso - tentei afastar o assunto com um sorriso. - Vamos passar a noite toda aqui? - perguntei erguendo as sobrancelhas com um sorriso, afinal, não achava má ideia.


[/color]
avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sab 4 Jan 2014 - 2:03



   Eu não esperava que a conversa voltasse a ficar séria, então acabei me surpreendendo com o bombardeio de informações que recebi. Não era nada além do esperado: é de se imaginar que Zeus não curtiria um bastardo de Hera. Ainda assim, ter a confirmação de minhas suspeitas fez meus pressentimentos se tornarem mais reais. Todos os dias eu observava os outros campistas perambularem despreocupados enquanto minha mente me alertava de que algo estava errado. Bom, pelo menos não sou o único, Chris acabou se mostrando muito perceptiva. Levantei da pedra, sentando-me. Cruzei os braços em cima do joelho, ainda atento ao que ela falava.
  -Não é o navio que importa, são os tripulantes. - respondi sua pergunta usando a mesma metáfora. - Se... - comecei a dizer, mas acabei por me interromper. - Não pense que sou mal agradecido, mas não acho que o lugar realmente importa, as pessoas sim. Existe um limite pra tudo, até pra luta, pra morte, pra orgulho. Então se o futuro não nos for favorável, eu optaria por um plano B. - "e te arrastaria comigo", completei mentalmente. Eu não tinha a mesma relação que ela com o acampamento, mas compreendia sua preocupação. Claro que eu lutaria até vencer ou até a razão me mandar abortar a missão. Sempre achei a história de o capitão permanecer em um navio afundando estupidez - porque há como recomeçar, reconstruir-. Entretanto, a verdade é que eu não tenho noção de onde estou me metendo e isso me deixa louco.
   Novamente ela mudou de assunto, mas mesmo vendo seu sorriso não consegui relaxar. - Podemos esperar o dia clarear, não falta muito tempo. - disse pensativo. - Você não está com aquela garrafa de vinho, está?  - voltei meu olhar pra ela, esboçando um sorriso. 

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 4 Jan 2014 - 2:25



Havia me arrependido de contar o que sabia para Chaz na mesma hora em que notei o quão tenso ele ficou com aquele assunto. Por outro lado, me sentia mais leve por ter contado aquilo à alguém. - Claro que sim. As duas, na verdade - disse me levantando também, depois de quase bater a cabeça quando Chaz levantou repentinamente -qq. Peguei as garrafas que que havia deixado do lado da pedra e lhe entreguei uma delas. Analisei o rótulo, tentando identificar a safra, sem sucesso devido a escuridão. - O que vai querer fazer depois de beber essa garrafa inteira e ficar doidão? - perguntei rindo enquanto abria minha garrafa de vinho, me imaginando tendo que levar Chaz para o chalé. - Digo, como pular no lago, subir em uma árvore, fazer esse tipo de doideiras. Aquele tipo de coisa que se conta para os filhos algum dia  - imaginei enquanto bebia um gole do vinho. Observei o horizonte  e percebi os primeiros raios de sol se aproximando. Me perguntei como estaria a festa e o que Quíron e meu pai diriam daquilo quando acordassem. Provavelmente já tinha saído do controle, e eu precisaria chegar lá gritando para que todos fossem como zumbis para seus devidos chalés. Embora tudo isso, não tinha presa pra sair dali com Chaz. Adorava de passar o tempo sozinha com ele e aquela noite havia sido especial. Observei seu rosto enquanto bebia o vinho de sua garrafa e me aproximei meus lábios de seu pescoço, dando leves beijos ali. - Tá com sono? Essa noite você provou que consegue acompanhar o pique "Up All Night Long" de uma filha de Dionísio, por que eu seria capaz de correr numa maratona agora sem problemas - disse rindo antes de beijar seus lábios mais uma vez.



avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sab 4 Jan 2014 - 3:05



   Recebi a garrafa e fiz uma referência com a cabeça como agradecimento. Tirei a rolha com o dedão para em seguida beber um gole do vinho. O gosto era de vinho tinto seco, um dos melhores que já tinha tomado. Apreciei o sabor enquanto escutava suas insinuações de que eu logo ficaria bêbado. Olhei pra ela sorrindo debochado. - Amor, isso é vinho, não absinto. Não acho que eu vá ficar "doidão"... Talvez na próxima. - mantive o sorriso bebendo mais alguns goles. - É muito bom. -elogiei.
   Os primeiros feixes de luz passavam pelas frestas entre as árvores, Chris parou para observar a cena e eu parei para observa-la. Ela parecia ficar mais bonita a cada segundo. Ri de mim mesmo por me deixar entrar de cabeça em nós, tomando um longo gole da bebida pra tentar aliviar minha falta de raciocínio lógico. Mas obviamente não fui bem sucedido já que seus beijos me distraíram. Abracei sua cintura com o braço direito, colocando minha mão em sua coxa, e segurei a garrafa com a mão esquerda. - Acho que eu viveria sem dormir se você pedisse. - confessei estupidamente. - Quer dizer, eu não tenho tanto sono assim. - corrigi. Correspondi ao seu beijo sem deixar que ela se afastasse. Puxei-a pra mais perto de modo possessivo, aprofundando nosso beijo. Só me afastei pra que ela pudesse respirar, descendo meus lábios pra sua orelha. - Seu sabor é melhor que o do vinho. - disse sorrindo, querendo provocá-la.  
  

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 4 Jan 2014 - 3:45



Aquela história de viver sem dormir caso eu pedisse soou tão interessante que fiquei tentada a pedir, mas desisti quando Chaz me puxou mais para perto, afim de aprofundar os beijos. - Eu sei - comentei de modo convencido enquanto sorria sentindo os beijos de Chaz na minha orelha, coisa a qual ele já havia descobrido que me provocava. Mordi o lábio por um instante e mudei de posição, dessa vez subindo para o seu colo. "Vamos ver quem provoca mais aqui", pensei começando a beijar seu pescoço enquanto passeava minhas mãos debaixo de sua camisa. A reação de Chaz foi imediata, embora eu não achasse o suficiente. Depois de alguns instantes então em meios aos beijos, tirei sua camiseta enquanto voltava os beijos para sua boca. Chaz não protestou, mas como não queria que meu namorado passasse frio, me aproximei mais dele, abraçando seu corpo. Eu pretendia ficar ali, beijando e provocando-o até amanhecer por completo, mas de repente, um barulho próximo me chamou a atenção. Separei nossos lábios por um instante e ergui a cabeça na direção do barulho. De início não pareceu ser nada, mas não demorou para que uma asa penada denunciasse a presença de uma hárpia perto dali. Arregalei os olhos imediatamente e sai do colo de Chaz, o que me fez cair da pedra de bunda no chão. Chaz me encarou espantado e confuso, mas antes que ele pudesse perguntar, eu o puxei pelo ombro para que se escondesse atrás da pedra comigo. - A casa caiu! Tem uma harpia ali perto - disse alto o suficiente para que ouvisse, enquanto me erguia para ver se ela tinha ido embora. Geralmente não tinha medo de harpias da limpeza, mas uma nos flagrando naquele momento tão bom para ser atrapalhado era outra história. Poderia colocar Chaz e eu em problemas sérios. Me abaixei atrás da pedra novamente assim que vi a silhueta da harpia novamente. - Quando eu disse "Fazer loucuras", se esconder de uma harpia não estava na minha lista - disse mordendo as bochechas para não rir alto daquela situação e nos denunciar.



avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Sab 4 Jan 2014 - 11:17



   Olhei pra ela sorrindo malicioso enquanto ela subia no meu colo. Estava prestes a fazer um comentário sobre sua atitude quando ela passou a me beijar e passar a mão no meu abdômen. Imediatamente subi minhas mãos dos seus tornozelos até suas coxas e as apertei, puxando-a na minha direção. Joguei minha camisa pro lado depois que ela a tirou e envolvi suas costas com meus braços, beijando-a. Permaneci com o beijo, inclinando-me em sua direção. Entretanto ela saltou do meu colo de repente e caiu estabanada no chão. Sexy q. - Desculpa? - disse confuso olhando sua cara assustada. Eu não entendia o que tinha feito de errado. Mas assim que abri a boca pra perguntar ela me derrubou no chão. Cai de costas na grama e bati a cabeça em um galho.
  Foi então que escutei uma gralhada esganiçada de ave. Harpias. Chris olhou pros lados com cara de desespero dizendo que "a casa caiu". Reprimi a risada, olhando-a com uma expressão de "você está louca?". Ela também passou a rir baixo. Recompus minha seriedade e coloquei meu indicador na boca, fazendo shiu pra ela. Olhei por cima da pedra, procurando a criatura. Essa voava longe, mas sabia que havia campistas ali e continuava procurando. Devagar, estendi o braço sobre a pedra e peguei as garrafas de vinho. Entreguei uma pra Chris e segurei em sua outra mão. - Vamos.
 Levantei e comecei a correr, puxando minha namorada comigo. Adentramos na mata fechada, conseguindo assim despistar a harpia. Antes de continuar, paramos pra recuperar a respiração. - E você queria uma maratona! - acusei. Olhei-a pelo canto do olho e ri. Depois me aproximei de onde ela estava e a prendi contra uma árvore. Colei meu corpo no dela e fiquei a pouco centímetros de sua boca, observando seu lábios. Passei a encarar seus olhos e sorri levantando as sobrancelhas. - Você me deve uma camisa. - disse calmo antes de me afastar e beber os últimos goles do meu vinho.
  

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Christina R. Lockhart em Sab 4 Jan 2014 - 21:10



Ri e cruzei os braços observando Chaz, indignada. - Não devo nada! Se pôde salvar as garrafas, porque não salvou sua camiseta? - perguntei sorrindo. Chaz tinha o talento de transformar qualquer situação séria como aquela em comédia, e eu amava isso nele. Ainda tentando normalizar a respiração, observei o caminho por onde viemos, numa tentativa de encontrar a harpia sem sucesso. Com certeza ela percebeu a movimentação enquanto corríamos, e não deveria estar longe. Me aproximei de Chaz novamente, passando os braços ao seu redor. - Vamos sair daqui. Tenho ideia de um lugar melhor para ir agora - disse com um sorriso malicioso, que foi imediatamente retribuido. - Se conseguir me alcançar - disse soltando-o, antes de sair dali correndo como uma criança retardada.


avatar
Filhos de Dionisio

Idade : 23
Mensagens : 183

Ficha Campista/Divina
Level: 43
Mascote: Tigre Mecânico
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Chaz W. Moriarty em Seg 6 Jan 2014 - 13:56



   Cruzei os braços e observei Chris sair correndo como uma doida floresta a fora. Pensei seriamente em ficar parado e ver até onde ela iria sem ver que eu não estava a seguindo. Contudo, escutei o barulho do bater de asas de harpia se aproximando e percebi que não era a melhor hora pra trollar minha namorada. Corri atrás de Chris, fazendo o máximo possível pra não chamar a atenção da harpia, e saímos de lá juntos.
  

avatar
Filhos de Poseidon

Mensagens : 113

Ficha Campista/Divina
Level: 34
Mascote: Hipocampo
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Flynn Ehlers Sieghart em Qui 9 Jan 2014 - 22:36


in the woods I
Caminhava pela trilha do bosque com Eliezer, minha coruja, sobrevoando silenciosamente indo de uma árvore a outra conforme eu me aproximava. Após o jantar, Elizer parecia incomodado e eu era capaz de sentir isso. Uma sensação de que eu deveria ir com ele para o bosque me inquietava e então parti para lá. Da última vez que isso acontecera, uma ninhada de filhotes de coruja havia caído de um galho e corriam perigo. Eu estava com uma roupa simples, camiseta laranja do acampamento, uma calça jeans, um tênis escuro e uma jaqueta de couro negro, que era a minha capa de invisibilidade que não estava em ação. — Eu espero que seja algo simples dessa vez, Eliezer. — a coruja com a penugem castanha soltou um pio agudo sem revelar o que estava por vir. As Dríades se escondiam quando eu me aproximava, elas pareciam incomodadas com alguma coisa.

Passara-se alguns minutos e eu já estava começando a ficar irritado. — Ainda não chegamos? — Eliezer pousou em um galho em um voo gracioso e piou negativamente. Fiz uma pausa para descansar, encostei-me em uma árvore e bebi a água em meu cantil. A luz do luar passava por entre as árvores, não era um caminho escuro o que eu cruzava, mas qual o motivo daquele silêncio? E o que estava fazendo as Dríades sempre tão simpáticas, se esconderem? Bebi mais um gole ouvindo o som da água descendo em minha garganta, havia algo errado naquela floresta.

Fechei o meu cantil e Eliezer começou a bater suas asas de forma nervosa. Olhei para ele e vi que a coruja olhava na direção que eu acabara de vir, alguém ou algo estaria vindo? Levantei-me e enfiei o cantil no bolso de meu jeans. Minha jaqueta se transformou em uma capa de invisibilidade e eu envolvi o meu corpo, ficando invisível. Comecei a caminhar de volta com cuidado para procurar o que estava por perto.

avatar
Filhos de Atena

Idade : 21
Mensagens : 38

Ficha Campista/Divina
Level: 15
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Zoey M. Ludwing em Qui 9 Jan 2014 - 23:21

EAT, STUPID MANTICORE!
–  Naomi! Você tem que comer! – A loirinha disse tentando enfiar  um peixe na garganta de sua mantícora de estimação. O monstro apenas cuspiu o alimento. – Di immortales, você quer morrer de fome? – Perguntou e enfiou o peixe babado na garganta de Naomi. Ela cuspiu novamente. Karol bufou e se jogou na grama. A mantícora subiu em cima dela soltando pequenos grunidos e começou a morder o nariz e as orelhas da filha de Ares. – Eca. – Gemeu Karol. Tirou a mantícora de cima de si e se sentou no chão. – Você é tão teimosa quanto... – As palavras morreram em sua garganta. “Meu pai.”, ela pensou, e isso levantou uma questão em sua mente. Os deuses estavam em guerra porque Hera, sua patrona, havia tido uma prole mortal. Aquilo era estranho, pois Hera era a deusa do casamento e traíra o marido, rompendo todos os valores morais. Por fim, Karol atiro-se na grama do chão e encarou o céu azul, enquanto pensamentos desabrochavam em sua mente e Naomi mordiscava o peixe morto no chão.
With: Naomi.

 
 
 
clumsy @ sa!

avatar
Devotas de Hera

Idade : 20
Mensagens : 24

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Flynn Ehlers Sieghart em Qui 9 Jan 2014 - 23:45


in the woods II

Olhei para cima e Eliezer me indicou para penetrar o caminho entre dois grandes carvalhos, assim que o fiz, uma pequena clareira se revelou e para meu espanto, havia uma Manticora degustando alguma coisa. Ainda invisível, desci minha mão esquerda em busca de meu amuleto de prata em um de meus bolsos, mas antes que eu o tocasse, encontrei uma garota dos cabelos claros deitada, observando o céu de forma sonhadora. Sobre a luz do luar, reconheci Karolinny, uma filha de Ares e Devota de Hera. A Manticora deveria ser um mascote, meus músculos que formigavam acabaram relaxando e eu sabia que não corria perigo. Retirei a minha capa que magicamente se transformou em uma jaqueta em meu corpo.

— Karolinny? O que faz aqui tão tarde? — minha voz ecoou pela clareira e alertou a Manticora, que demonstrou não gostar de minha presença. — Calma aí, estou só de passagem — murmurei levantando as mãos, sabia que alguns mascotes poderiam causar problema, Eliezer por exemplo, ficava mais agressivo conforme minhas emoções se alteravam. Olhei seriamente para a campista, será que ela estaria me seguindo? Não, provavelmente estaria somente em um passeio noturno e não havia relação com o nervosismo de Eliezer.

Ela me olhou confusa, talvez não estivesse me reconhecendo. — Eu sou o Flynn, filho de Atena. Estou... err... dando um passeio por aqui, Eliezer estava meio impaciente — apontei para a minha coruja que olhava com curiosidade a Manticora. Por algum motivo, Eliezer não me fizera seguir em frente e sim, encontrar Karolinny. — Então, está em um passeio noturno ou algo lhe fez vir até aqui? — Indaguei estreitando o olhar para analisar algo que poderia soar estranho na garota.
avatar
Filhos de Atena

Idade : 21
Mensagens : 38

Ficha Campista/Divina
Level: 15
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Zoey M. Ludwing em Qui 9 Jan 2014 - 23:59

What are happening?
Karol encarou o menino com atenção, piscando os olhos algumas vezes. Não enxergava muito bem a noite. Tentou sorrir e assobiou. – Naomi, vem! – Prontamente, Naomi se sentou ao lado da dona, olhando para o filho de Atena com atenção a procura de qualquer movimento brusco demais. Karol se sentou no chão e prendeu os cabelos em um coque improvisado. – Na verdade, só estava de passagem. Naomi me fez segui-la até aqui e quando a alcancei, ela se recusou a ir embora. – Disse e soltou um pequeno rosnado no final. – E você? Perseguindo corujas ou passeando? – Perguntou enquanto acariciava a cabeça de Naomi, que não tirava os olhos de Flynn por um único segundo.
With: Naomi and Flynn.

 
 
 
clumsy @ sa!

avatar
Devotas de Hera

Idade : 20
Mensagens : 24

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Flynn Ehlers Sieghart em Sex 10 Jan 2014 - 0:31


in the woods I
— Err... talvez eu esteja aqui pelo mesmo motivo que você. Você não sente? Algo está diferente, as Dríades do bosque estão escondidas, não há vento soprando e nem animais fazendo seus barulhos noturnos — senti uma pontada de insegurança em minhas entranhas, a Manticora da garota agira de forma suspeita e a trouxe até a bosque assim como Eliezer fizera comigo. Olhei ao meu redor e o clima do bosque continuava com aquela atmosfera que me incomodava de alguma forma. Será que Karolinny não percebia? Ela parecia estar agindo de forma muito natural. Sentei-me para demonstrar que não estava tenso, mas meus olhos revelariam a minha preocupação se eu não mudasse de assunto. Os pensamentos corriam em minha mente de forma rápida, meu raciocínio tentava desvendar o que ocorria, mas estava além do que eu era capaz, o que isso significaria?

— Você é uma Devota de Hera, não é mesmo? — meu olhar caiu sobre a campista de forma avaliadora. — Fiquei sabendo de uns boatos que Hera tem um... filho. As Devotas devem ter conhecimento do que está acontecendo, não? — peguei um graveto e comecei a cutucar o gramado, o tom sério em minha voz poderia deixa-la alerta, então tentaria não tornar aquilo um interrogatório. Há alguns dias eu estava sonhando com vozes que comentavam isso pelo acampamento, além é claro, de sonho com pavões gigantes. Não poderia deixar aquilo me atormentar, esperava que fossem apenas sonhos aleatórios e sem significado algum.

avatar
Filhos de Atena

Idade : 21
Mensagens : 38

Ficha Campista/Divina
Level: 15
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Zoey M. Ludwing em Sex 10 Jan 2014 - 0:45

What are happening?
Na verdade, a filha de Ares também percebera que a floresta estava quieta demais, mas era uma boa atriz e sabia se comportar naturalmente. Mordeu os lábios e avaliou o rosto da prole de Atena. Cabelos desgranhados, aparência cansada, olhos alertas. Ela então se perguntou se ela mesma não estaria assim. – Eu também sinto uma vibração estranha na floresta. Sinto que a qualquer instante alguma coisa pode pular de trás de uma árvore e arrancar minha cabeça. – A loira admitiu. Passou as mãos no cabelo para tira-los da testa. Bufou por seus cabelos serem tão lisos e nunca ficarem presos. – E quanto a sua pergunta... Hera teve uma prole mortal, sim, mas é apenas o que as Devotas sabem. Comunicação não é lá o ponto forte de Lady Hera. – Ela disse e começou a cutucar Naomi, que no começo, a ignorou, mas logo se irritou e começou a mordiscar impacientemente a mão da dona.
With: Naomi and Flynn.

 
 
 
clumsy @ sa!

avatar
Devotas de Hera

Idade : 20
Mensagens : 24

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Flynn Ehlers Sieghart em Sex 10 Jan 2014 - 1:01


in the woods IV
Conforme eu conversava a garota mudou completamente de postura, parecia mais atenta e não tão distraída como demonstrava antes. Será que ela estaria mentindo? Ela provavelmente deveria saber de alguma coisa, talvez houvesse algo que a impedisse de falar sobre essa prole de Hera. Mordi o lábio tentando pensar na próxima jogada, sentia como se estivesse em um tabuleiro de xadrez em que cada movimento errado poderia afastar as respostas que eu buscava. — Tudo bem, eu... acredito em você — menti e olhei Eliezer que começara a ficar agitado, piava de forma que me fazia temer, como se um poder se aproximava. Levantei-me abruptamente e percebi que a Manticora também estava agitada.

— Seja lá o que estiver acontecendo aqui, acho que não irá demorar para descobrirmos — alguma coisa caiu em meu ombro, peguei com minha mão esquerda e vi que era uma pena de pavão, um olho azulado envolto de penas verdes que refletiam várias cores sobre o luar. Logo, mais penas começaram a cair na clareira, como uma chuva em câmera lenta. — Karolinny... me diz que isso é algo que você está fazendo? — meu coração pulsava, eu podia sentir um poder emanando na clareira e aquilo me assustava.

Eliezer pousou em meu ombro e possuía um olhar ameaçador, como se também fosse capaz de sentir tudo aquilo. Foi então que um brilho dourado iluminou a clareira, protegi os meus olhos para que não ficasse atordoado com a luz. Quando tornei a olhar, um majestoso pavão surgira e nos olhava como se fosse capaz de ler os nossos corações. — P-Pavão? Karolinny... — queria dizer que aquilo significaria algo sobre Hera, mas as palavras não saíam de minha boca, estava hipnotizado pela cauda do pavão, colorida e a mais bela que eu já havia visto em toda a minha vida.
avatar
Filhos de Atena

Idade : 21
Mensagens : 38

Ficha Campista/Divina
Level: 15
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Zoey M. Ludwing em Sex 10 Jan 2014 - 1:18

What are happening?
A filha de Ares engoliu em seco. Conseguia perceber facilmente que o menino não acreditava nela. – Eu sei que é provável que as Devotas de Hera saibam de algo a mais, mas não sabemos. Tudo o que sei é que Hera teve uma prole mortal e desonrou não somente ao juramento de fidelidade das devotas, como também a si mesma. – Ela não podia evitar. Aquelas palavras estavam presas em sua garganta havia tempos, e que lugar melhor para dizer aquilo do que numa floresta deserta no meio da noite?
Quando ia começar a se desculpar pelo desabafo, algo chamou sua atenção. Uma pena de pavão simplesmente caíra do céu, sendo seguida por mais e mais outras. Piscou, confusa e murmurou. – Eu não quero te assustar, mas não sou eu que estou fazendo isso. – Uma forte luz queimou na floresta, fazendo a garota levantar os braços para proteger o rosto por instinto. Naomi correu para atrás de suas costas de guinchava como um animal morrendo. E tão de repente quanto chegou, a luz foi embora, deixando para trás um enorme e magnífico pavão.
With: Naomi and Flynn.

 
 
 
clumsy @ sa!

avatar
Devotas de Hera

Idade : 20
Mensagens : 24

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Flynn Ehlers Sieghart em Sex 10 Jan 2014 - 1:36


in the woods V
Eu deveria atacá-lo para nos proteger? Não, o pavão era ameaçador, mas não de uma forma agressiva e sim, com um poder dos deuses, o poder de Hera. Ele permanecia nos olhando, lançava um olhar para mim e para Karolinny, seu olhar penetrava a minha alma e despia todas as barreiras que eu pudesse tentar colocar para esconder os meus mais profundos desejos e anseios. — Err... Pavão, você está aqui por algum motivo especial? — minha voz trêmula saíra, eu não aguentava mais aquele estranho momento em que ele apenas nos observava. Suas penas de sua cauda refletiam luz dourada em toda a clareira.  

— Filho de Atena e Filha de Ares, Devota de Hera, venho para lhes trazer uma mensagem — sua voz era grave e macia, como se mil pássaros cantassem através dele. Eu temia o rumo que aquilo estava tendo, aparentemente os meus recentes sonhos possuíam algum significado. — Em alguns dias Hera, rainha dos Deuses, irá enviar uma mensagem aos heróis. Estejam preparados — o seu brilho se intensificou, protegi novamente os meus olhos e quando os abri tudo desaparecera, tanto o pavão, quanto as penas que caíram sobre o gramado. — Hey!? Você veio aqui trazer uma mensagem dizendo que iríamos receber uma mensagem? Que grande utilidade — meu coração pulsava, meu corpo ansiava por respostas e aquela aparição só trazia mais dúvidas.

Virei-me para Karolinny com fúria no olhar. — O que é isso?! Você está escondendo algo, eu sei disso. Fale a verdade! — esbravejei. — As Devotas devem saber de alguma coisa, devem ter recebido alguma mensagem — respirava com dificuldade, eu estava assustado, um pressentimento de que as coisas iriam piorar passava por todo o meu corpo e a garota não estava ajudando em nada. Por que ela mentiria para mim? Seria algum juramento que ela não poderia quebrar? Mil e uma ideias cruzavam minha mente, mas todas pareciam sem significado.
avatar
Filhos de Atena

Idade : 21
Mensagens : 38

Ficha Campista/Divina
Level: 15
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Zoey M. Ludwing em Sex 10 Jan 2014 - 1:48

What are happening?
O coração da Devota batia com força o suficiente para ser ouvido por Naomi, que se enroscava desesperadamente, tentando acalmá-la. – Flynn, eu sinto muito, mas estou tão confusa e assustada quanto você. – Pensou em como era estranho uma filha de Ares dizer aquilo, mas continuou. – Quer saber o que sei? Eu já te contei tudo que sei! – Disse e começou a andar em círculos na frente do filho de Atena, assustando Naomi e a coruja dele. – Isso é frustrante! Hera parou de contactar as Devotas depois que descobrimos sobre a criança, então tudo o que sei é o mesmo que você sabe. – Agora a menina balançava os braços furiosamente. – Di immortales, por que eu mentiria? Todos já sabem sobre a prole de Hera, não teria motivos pra esconder alguma coisa. – Em segundos, toda a sua fúria se esvaiu e ela caiu de joelhos no chão. Enterrou o rosto nas mãos, mas logo as tirou de lá. – Me desculpe, Flynn. Acho que estou muito irritada com essa coisa toda. – Ela disse em desabafo e tirou as mãos do rosto. Sabia que naquele momento parecia fraca e indefesa, mas não aguentava mais sustentar suas emoções.
With: Naomi and Flynn.

 
 
 
clumsy @ sa!

avatar
Devotas de Hera

Idade : 20
Mensagens : 24

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Flynn Ehlers Sieghart em Sex 10 Jan 2014 - 2:03


in the woods I
Tentava respirar com mais calma, mesmo através de meu medo eu conseguia perceber que eu estava imaginando coisas. Talvez aquela filha de Ares emotiva estivesse sendo sincera. Eliezer pulou de meu ombro e se escondeu entre os galhos de uma árvore baixa, ele queria voltar para o acampamento, assim como eu queria. Fechei os olhos e controlei o que eu sentia, precisava pensar de forma racional e com calma. — Tudo bem... acho que estou um pouco tenso com isso tudo, desculpe-me — minha voz estava em um tom mais calmo, mas um tom irritado ainda sibilava em algumas sílabas. Sentei-me ao seu lado, não era bom em consolar as pessoas, ainda mais uma filha de Ares que a qualquer momento poderia me dar um soco ou algo do tipo.

— Isso... isso deve estar te preocupando também, afinal, a Deusa que você jurou devoção está quebrando os seus próprios votos — olhei para o bosque, os sons dos animais estavam voltando e uma brisa fria começava a soprar. — Eu... eu vou encontrar uma resposta para isso tudo, não se preocupe, irei trazer paz para o chalé das Devotas e para o acampamento, juro pelo rio Estinge — um trovão ecoou na clareira, meu juramento estava feito. Encontraria as respostas e ajudaria a trazer paz para o acampamento. Olhei para o céu, as estrelas brilhavam por entre algumas nuvens, mas eu conseguia distinguir algumas constelações.

— Karolinny, sei que nunca conversamos muito, mas, o que você acha que está para acontecer? — não queria deixar um clima ruim entre nós, digo, não que eu estivesse interessado nela, afinal, ela era uma Devota e eu gostava de rapazes. Mas, nada me impedia de manter um bom relacionamento com elas, ainda mais depois de ter jogado em suas costas que ela estaria mentindo.
avatar
Filhos de Atena

Idade : 21
Mensagens : 38

Ficha Campista/Divina
Level: 15
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Zoey M. Ludwing em Sex 10 Jan 2014 - 2:14

What are happening?
Karol balançou a cabeça e em poucos segundos, sua compostura forte e impecável estava de volta. Olhou para o filho de Atena e antes que seus olhos se encontrassem, ela desviou seu olhar, pois sabia que assim que aqueles olhos tocassem os dela, ela desataria a falar e expor seus sentimentos como havia feito alguns segundos atrás. Mas não pode deixar de sorrir. Ele fizera o mais fortes dos juramentos jurando que traria paz as Devotas. Ao Acampamento. A ela. – Não sei, mas não é nada bom. Provavelmente, uma guerra. – Disse e enterrou as mãos na terra, apertando cada grão ali. Extravasando seu medo, seu desespero e sua raiva para a terra. Não se perdoaria se assumisse uma postura sentimental novamente. – E se essa guerra acontecer, não vai haver meios de pará-la. – Ela disse desenhando o rosto de Naomi no chão. – Alguém me disse uma vez... "Comece uma guerra quem quiser, pare-a quem puder." – Recitou e encarou o chão, pensando em sua mãe. A militar sempre dissera aquilo a filha.
With: Naomi and Flynn.

 
 
 
clumsy @ sa!

avatar
Devotas de Hera

Idade : 20
Mensagens : 24

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Flynn Ehlers Sieghart em Sex 10 Jan 2014 - 2:36


in the woods VII
Ela disse o que eu temia, mais uma guerra estaria por vir. — Quantas guerras os semideuses terão que presenciar para podermos ter paz? Eu queria ser capaz de trazer paz para nós. Mas, com o conhecimento que eu tenho atualmente, não consigo ainda encontrar uma forma de fazer isso — falei de forma desolado enquanto a observava brincar com a terra. Eu sabia que para realizar esse meu juramento, demoraria um bom tempo, teria que fazer algumas jornadas e eu nem ao menos sabia por onde começar. Levantei-me e dei algumas palmadas em meu traseiro, limpando a terra que ficara em meu jeans.

— Karolinny, tivemos um encontro... err... meio estranho, mas talvez seja hora de voltar para o acampamento — Assoviei e Eliezer planou silenciosamente para o meu ombro. Havia muito o que pensar, teria que pesquisar um pouco sobre Hera e algo que pudesse me ajudar com aquilo tudo. Não conseguiria ficar parado esperando a mensagem de Hera, poderia demorar um dia, dois dias ou mesmo meses. — Você vem comigo? Não acho que teremos um pavão dando uma mensagem sobre uma mensagem novamente — falei ironizando o que ocorrera há pouco. Ela concordou, então voltamos juntos para o acampamento, saindo dali.
avatar
Filhos de Atena

Idade : 21
Mensagens : 38

Ficha Campista/Divina
Level: 15
Mascote: Coruja
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Zoey M. Ludwing em Sex 10 Jan 2014 - 2:40

*saimos dali*
avatar
Devotas de Hera

Idade : 20
Mensagens : 24

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Hera em Dom 12 Jan 2014 - 22:01


search and destroy
Com cuidado, deixo minha segunda campeã sem memória ali e saio em seguida, em direção aos chalés.

avatar
Deuses

Mensagens : 108

Ficha Campista/Divina
Level: 100
Mascote: Pegasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Aliados e ParceirosCréditos e Copyright©
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Wild Scream RPG RPG Hogwarts Todos os direitos reservados a Monte Olimpus RPG® 2011-2016