Lago de Canoagem

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lago de Canoagem

Mensagem por Convidado em Qui 21 Nov 2013 - 21:14

Relembrando a primeira mensagem :


And everything needs a start

Eu estava muito entediado e nada melhor do quer remar para matar o tédio, por isso, coloquei um short um pouco folgado preto e uma regata branca, que deixava minhas contas de argila bem evidentes, tinha exatas sete delas e se tudo desse certo, teria mais. Para completar meu visual, usava óculos escuros, mais por ter uma certa fotossensibilidade - traduzindo: a luz afeta meus olhos - que por questões estéticas, e eu devo admitir que amava ficar ao ar livre, ao invés de me prender em casa. Eu sei, estava escuro, mas ainda assim, as luzes me incandesciam, por isso os óculos. Em meu caminho até o lago de canoagem, eu podia jurar que tinha algumas garotas me comendo com os olhos, desculpa, mas ser um filho de Dionísio gostoso afetava as moças.

Assim que cheguei ao lago, fui procurar uma canoa livre, óbvio, e tirei a minha regata, estava sozinho ali, então, podia ficar sem camisa, ao menos era assim que eu pensava. Meus tênis me protegiam de qualquer picada de bichos escondidos na grama, enquanto eu caçava a minha canoa, com a blusa jogada sobre o ombro. Sorri ao encontrar a escolhida e verifiquei os remos da mesma, que estavam lá. Tirei meus tênis e coloquei-os dentro da canoa, ao oposto da maioria dos garotos, meus tênis não fediam, por isso me arriscava em tirá-los sem soltar um projeto da bomba atômica no ar e matar umas tantas pessoas. Deixei meus pés se acostumarem com a temperatura da água e suspirei, enquanto me alongava. E nisso, quase que minha blusa caiu na água, segurei a mesma, quando ela estava a alguns centímetros de se molhar.
 
Template por: Cold Jansen;
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Alicia H. Malkovich em Seg 6 Jan 2014 - 7:59


...
everything can change

Meus olhos estavam fixos em Alexis, como quem admirava e ao mesmo tempo analisava toda sua alma. Ao contrário do que muitos pensam, posso parecer  A durona, talvez até seja demais, só que tudo não passa de proteção. Proteger a mim mesmo sempre foi meu lema. Revirei os olhos quando a menina comentou sobre o maço de cigarros, virei na direção do lago. – Isso me acalma, me faz esquecer um pouco das outras coisas, ou seja, me faz bem. – Basicamente a mesma resposta que a tempos atrás dei para uma filha de Dionísio, Christina a chefe do chalé e quem me roubou o bem mais precioso.

A deixa da menina para que eu falasse sobre nossa mãe era inevitável, aquela era a hora certa, talvez devesse contar tudo o que eu sabia sobre ela. – Então, vamos começar. – Dei uma pausa para pegar fôlego. – Nossa mãe se chama Lilian Malkovich e ela é uma mulher surpreendente. Lembra-me muito mais você no jeito de ser calmo. – Permiti que um sorriso escapasse de meus lábios ao lembrar. – Na verdade não sei como ela está agora, não à vejo desde quando cheguei no acampamento, uns três anos por aí. – Dei de ombros. – E a propósito esse acampamento é cheio de familiares nosso, um dia você irá conhecer todos. E eu tenho uma irmã adotiva que é feiticeira de Hécate. – Ri, lembrando de Arianne e da falta que ela me fazia.

De repente notei que estava mais relaxada, menos na defensiva do que no inicio. Virei meu corpo de volta à direção dela. – Na verdade se você vê um canto do chalé meio abandonado com um violão parado lá é meu beliche. – Ri, lembrando de como era bom tocar nas horas livres, agora eram só treinos durante o dia e andanças durante a noite, ou dormir durante o dia. – Não costumo dormir nas noites, sempre fico andando pelo acampamento, é mais silencioso, e então durmo durante o dia. – Dei de ombros dizendo a mais pura verdade de todas. – E... ér... está gostando daqui? Alguém tem te perturbado? Porque se estiverem me fala que eu arrebento eles. – Minha expressão era séria. Mas como assim de repente comecei a ficar protetora com ela, nem a conhecia direito. Mas sabia que deveria, a questão era: eu não sabia como me enturmar.


TEMPLATE BY CALIFORNICATION
avatar
Indefinidos

Mensagens : 180

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Angel Hutcherson em Qua 8 Jan 2014 - 13:35

Depois de fazer um treino de armas de longa distância fui procurar o que comer já que antes estava morrendo de fome, resolvi dar umas voltas pelo acampamento, dei uma mordida em meu sanduíche, e comecei a passear pelos locais enquanto devorava o sanduíche. Sentia-me meio confusa, não sabia o que fazer realmente e estava com um pouco de medo, tinha acabado de descobrir que era filha de Ares, o deus da guerra e o pior... Eu nem gostava de guerras para ser filha dele, isso me fez pensar se eu não sofreria bullying por conta dos meus irmãos que amavam uma briga. 


Meus pés estavam doloridos desde meu último treino. Mas ainda dava pra andar, pelo menos até o lago de canoagem. Não que eu fosse me jogar no lago, mas eu só precisava deitar de baixo de uma árvore, sem música, enquanto pudesse ouvir o som da água correndo. E foi basicamente isso. 


Depois de terminar de comer, voltei ao chalé de Ares só para pegar um livro, pois já que eu não tinha nada melhor pra fazer mesmo. Peguei o livro “A Culpa é das Estrelas”. Saí do chalé e comecei a andar em direção ao lago de canoagem, estava fresco e calmo por ali, era um lugar ótimo para embarcar na leitura e deixar minha mente vagar, me sentei na beira do lago na “posição do índio” de baixo de uma árvore. Agora que estava ali me sentia um pouco ‘animada’, não que eu não quisesse ler, mas estava meio inquieta; Deixei minha mente vagar e comecei a ler o livro.



***


Após algum tempo o tédio começou a me dominar, fechei o livro e coloquei ele sob minhas pernas; Me encostei pensativa sobre a árvore e fechei meus olhos.






avatar
Filhos de Ares

Idade : 20
Mensagens : 18

Ficha Campista/Divina
Level: 2
Mascote: Mantícora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Phil A. Cutler em Qua 8 Jan 2014 - 15:56

É, eu odeio o refeitório. Muitos jovens reunidos em um só lugar é sinônimo de barulho. Pelo menos, não me sento mais na mesma mesa que os filhos de Hermes e indefinidos. Eu havia terminado meu café-da-manhã e estava saindo daquele lugar, pensando no que fazer. Caminhei sem rumo, até meus olhos encontrarem um lago grande e azul, depois de uma floresta. Um lago... Deve ser calmo lá. Pensei enquanto me movia na direção da trilha.

Depois de alguns passos cheguei no meu destino. É, de perto o lago é bem mais bonito. Não sou filho de Poseidon ou um amante de água, mas não posso mentir. Dei alguns breves passos na direção do lago e pelo canto dos olhos enxerguei algo. Virei a cabeça naquela direção e pude ver uma garota sentada ao pé de uma árvore. Seus cabelos eram lisos e compridos, loira. Aproximei-me da jovem e vi que ela estava de olhos fechados. Meus olhos desceram até suas pernas, onde me deparei com um livro. Confesso que demorei um pouco para poder ler o título, a dislexia raramente me ajudava.
- A culpa... é... das estrelas.  - Li, um pouco demorado, como uma criança que aprendeu a ler há pouco tempo. Minha intenção era de acordar a campista. - Já ouvi falar desse livro.
avatar
Filhos de Fobos

Mensagens : 8

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Angel Hutcherson em Qua 8 Jan 2014 - 16:13

Aquele lugar não era tão alto, e a água poderia ser muito bem ouvida. Logo, não me veio nenhuma outra ideia espetacular - como eu sempre tenho - enquanto eu estava deitada ouvi alguns passos de longe, mas continuei de olhos fechados. Alguns segundos depois disso, alguém se aproximou mais e falou comigo, sobre o livro que estava sobre as minhas pernas. -Já ouvir falar deste livro- disse-me uma voz de homem. Com calma, abri meus olhos devagar tirando o livro de sobre as minhas pernas e o segurando. Respirei fundo olhando para o jovem homem e finalmente disse seja lá quem fosse ele:  É um livro realmente muito bom, devo estar lendo ele pela terceira vez. - Sorri - Você gostaria de se sentar aqui?— 
avatar
Filhos de Ares

Idade : 20
Mensagens : 18

Ficha Campista/Divina
Level: 2
Mascote: Mantícora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Phil A. Cutler em Qua 8 Jan 2014 - 16:27

- Me sentar? É, até que gostaria. - Respondi com um sorriso curto, então sentei ao lado da garota. Estiquei minhas pernas e encostei minha cabeça no tronco da árvore, ficando de frente ao lago. Coloquei ambas as mãos no chão, utilizando-as para me equilibrar -  Existem dois finais para este livro. O final otimista e o pessimista. - Fiz uma breve pausa, apenas para respirar. - O otimista, a narradora não morreu, apenas encontrou a felicidade e parou de escrever em seu diário. O pessimista, ela morreu. - Eu sorri em seguida.
avatar
Filhos de Fobos

Mensagens : 8

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Angel Hutcherson em Qua 8 Jan 2014 - 16:38

Assim que o rapaz já havia se sentado, fiquei pensativa por alguns segundos. É. Dava pra ver que ele era mais velho que eu. Devia ter o que? Vinte anos, talvez? Não, nenhum semideus sobreviveu até essa idade no acampamento. No máximo tem dezoito. Mas o por quê de eu estar reparando naquilo... Eu não sei. Que idiotice a minha, credo. Quanto ao que ele falou sobre o livro, apenas concordei com a cabeça e simplesmente o respondi: - Eu achei interessante em como a menina Hazel lidou com toda a situação. Ela perdeu alguém em que amou. Eu não sei como eu reagiria.. me virei totalmente de lado para ele, apoiando o peso do corpo nas costelas e o rosto, em uma mão. - O que você está fazendo andando aqui pelo lago? O tédio te consumiu também? - e sorri amigavelmente.




avatar
Filhos de Ares

Idade : 20
Mensagens : 18

Ficha Campista/Divina
Level: 2
Mascote: Mantícora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Phil A. Cutler em Qua 8 Jan 2014 - 17:08

A garota mudou sua posição. Virei um pouco meu rosto, e então vi os olhos verdes da campista. Muita gente considera olhos verdes como lindos, mas eu não acho. Eu aprecio os olhos negros. Ela falou sobre o livro e em seguida, perguntou sobre o que havia me levado até alí. Na verdade, eu não sabia responder. Fiquei em silêncio por alguns segundos, observando o lago e em seguida, o píer. - Bem, a procura por um lugar tranquilo me traz aqui. Estava no refeitório e lá é muito barulhento. - Então a respondi.
avatar
Filhos de Fobos

Mensagens : 8

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Angel Hutcherson em Qua 8 Jan 2014 - 17:20

      Lago de Canoagem

O dia não começou tão interessante para mim, até o momento em que decidi ir ao lago de canoagem. Sair um pouco dessa vida de semideusa e treinos com armas, para variar era bom de vez em quando. Eu tinha ido para o lago com a mesma intenção que ele: ficar em um lugar tranquilo para relaxar.
Olhei para o lago - Ah, sou Angel. Filha de Ares –revirei os olhos, voltando a atenção para o garoto. - Desculpe, eu não sei o seu nome. Será que eu posso saber? - abaixei a cabeça sorrindo.





avatar
Filhos de Ares

Idade : 20
Mensagens : 18

Ficha Campista/Divina
Level: 2
Mascote: Mantícora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Phil A. Cutler em Qua 8 Jan 2014 - 17:47

Ouvi a garota apresentar-se, dizendo ser filha de Ares. - Filha do deus da guerra? Interessante. - Disse um pouco baixo. Eu não entendia muito de mitologia, não tinha muito interesse por isto, mas agora, sendo um semideus e vivendo em um mundo onde deuses existem, eu devia saber. Pelo que minhas meia-irmãs haviam me explicado no chalé, Phobos era irmão gêmeo de Deimos, e ambos filhos de Ares. Os irmãos acompanhavam seu pai em guerras. - Bem, então você deve ser minha meia-tia. Sou Phillip, filho de Phobos.
avatar
Filhos de Fobos

Mensagens : 8

Ficha Campista/Divina
Level: 4
Mascote: Criatura Metamorfoga
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Angel Hutcherson em Qua 8 Jan 2014 - 17:58


Lago de canoagem

Sorri-lhe curtamente e olhei-o nos olhos, esperando alguma reação surpresa ou similares quando disse num tom um pouco soturno que meu pai divino era Ares.  Uma coisa estranha era dizer que era filha do deus da guerra, afinal ele nunca ficou próximo o suficiente ou agiu como pai para mim para que eu pudesse considerá-lo uma figura paterna. É claro que ele havia me reclamado e me dado um tipo de proteção, porém era o mínimo que podia fazer depois de ter me abandonado por quinze anos e me deixado a deriva. Não acompanhei as mudanças do mundo em minha volta e o direito de crescer normalmente foi tirado de mim. Fui obrigada a sair de Las Vegas sozinha e ver amigos que tentaram me trazer em segurança para um abrigo seguro para semideuses perecerem durante essa tentativa, sem durar dois dias ao meu lado. O garoto não devia entender a minha formalidade repentina no meio do diálogo, por isso tratei de explicar — Não gosto de pensar nele exatamente como um pai, prefiro chamar ele de doador do espermatozoide. Aí eu não falo que sou filha dele. Eu fui só consequência. — Dei de ombros, soltando um novo suspiro, exageradamente longo e teatral. Esqueci um pouco do quão dramática é minha vida e voltei a analisar o garoto. Nunca havia me interessado muito pelos campistas, ou pelo menos, não o suficiente para me preocupar em conhecer um pouco mais a pessoa. Inclinei a cabeça para o lado e suavizei a minha expressão carrancuda, ainda observando Phil com genuíno interesse. — Você se dá bem com o seu pai? Ele já falou com você?— Perguntei - Meu pai nunca falou comigo...Eu gostaria que algumas coisas fossem diferente- eu disse ainda olhando para baixo.






avatar
Filhos de Ares

Idade : 20
Mensagens : 18

Ficha Campista/Divina
Level: 2
Mascote: Mantícora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Alexis H. Malkovich em Dom 12 Jan 2014 - 16:11

Lago de canoagem

Não pude deixar de sorrir quando Alicia começou a falar de nossa mãe e de como eu era parecida com ela, também não pude deixar de notar o jeito como Alicia me olhava, era um jeito protetor, como se eu não soubesse me proteger e fosse me quebrar a qualquer momento. – Feiticeira de Hécate? – Perguntei, eu já tinha visto algumas pelo acampamento, mas não imaginava qual delas poderia ser minha meia irmã, a ideia até que me deixava um pouco feliz, depois de passar uma vida inteira sendo filha única (eu me sentia meio sozinha, ás vezes) era bom saber que eu tinha irmãos. – Temos mais irmãos? E primos? Sabe, essa coisa de família olimpiana é meio complicada – Resmunguei, eu ainda não entendia muito bem os laços que eu tinha com as outras pessoas do acampamento, apesar de terem me dito que ninguém ligava muito para a parte olimpiana.

Quando Alicia disse que ficava num dos chalés vazios pensei logo no de Hera, mas eu nunca tinha visto ninguém entrar e sair de lá, então pensei no de Ártemis e de Héstia, não conhecia Alicia muito bem, mas meus instintos me diziam que Alicia não pertencia a caçada. – Você é adotada de Héstia? – Perguntei, tentando adivinhar que caminho minha irmã tinha escolhido para si. – Ninguém me incomodou... Bem, meus irmãos do chalé de Ares dizem que eu tenho que treinar já que uma guerra está para vir, você sabe dessa guerra? – Perguntei e soltei um suspiro. – Não gosto de guerras, me sinto meio deslocada naquele chalé e foi uma surpresa quando fui reclamada pelo deus da guerra – Admiti, sorri para Alicia, ela tentava me proteger, eu podia até não admitir, mas gostava disso.

- Sim, eu estou gostando daqui – Falei por fim. – Finalmente encontrei um lugar com pessoas que nem eu, passei minha vida inteira achando que fosse estranha e agora sei que não sou – Continuei sorrindo, estava tão feliz por ter encontrado minha irmã gêmea que era incapaz de conter minha felicidade, mas também não deixava de ficar preocupada com a tal guerra que estava por vir.
avatar
Mortos

Mensagens : 9

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Alicia H. Malkovich em Qui 16 Jan 2014 - 8:44


...
everything can change

Me contive a não acender o cigarro já que a reação de Alexis não foi uma das melhores, joguei ele para baixo das pernas, flexionando-as a altura do peito, joguei os cabelos platinados para o lado e dei de ombros quando mencionado a Arianne novamente. – Possivelmente você já deve ter visto ela, é uma baixinha e loira, filha de Poseidon. Ela basicamente vive a treinar ou sair em missão hoje em dia, mal temos tempo para nos vermos. – Fiz careta como se aquilo fosse algo normal no cotidiano da nossa família, se eu mal a via, imaginem os outros, Nichollas não tinha idéia desde que começou a namorar aquela cabeça de vento, Gabriella era outra que deveria estar por ai roubando coisas dos outros. – Na verdade nem me refiro tanto a nossa família olimpiana, mas a mortal deve ter uns três ou quatro por aqui. – Ri, definitivamente daqui a pouco encheríamos o acampamento com Malkovich’s.

Desviei o olhar do horizonte e fixei na minha irmã. – Como soube? – Sorri. – Sim, a deusa Héstia me adotou para ser uma de suas amadas meninas, e particurlamente foi uma das melhores experiências da minha vida. – Exceto algumas em que eu estava bêbada em alguma boate pegando duas garotas ao mesmo tempo, mas isso Alexis não precisava saber agora. Dei de ombros mais uma vez, relaxando o corpo para deitar apoiada pelos cotovelos. – Isso é verdade, uma guerra está por vir, tempos muitos difíceis nos espera. E sim, você deveria treinar ao menos para aprimorar seus instintos de filha de Ares. – Olhei severamente para ela, como em uma ordem. – Contraditório isso, às vezes você nem parece minha irmã. – Fiz careta, brincando com ela. – Mas você é filha de Ares, e como filha de Ares deve saber como se portar em meio a uma guerra. Infelizmente não poderei te proteger quando ela começar. – Dei de ombros, não espera eu falei isso mesmo?

Olhei para o lado oposto em que ela estava, e o lago já começava a ficar um pouco movimentado. Os campistas iam ali para conversar ou ver a hora passar antes de mais um treino. Revirei os olhos quando um grupo de filhas de Afrodite chegou e se movimentava com aqueles belos corpos. – De que adianta serem lindas e gostosas se são cabeça de vento tanto quanto os filhos de Éolo? – Ri de mim mesmo. – Ér.. acho que falei alto demais. – Disse levando a mão a cabeça para coçá-la com certo receio. – Você nunca será normal minha irmã, sempre há loucura no sangue de um Malkovich. – Coloquei a língua pra fora brincando com ela. Por Zeus, aquela não era eu. Só havia uma pessoa que me transformava nesse ser alegre e divertido, e por incrível que pareça agora existia mais uma, minha irmã.




TEMPLATE BY CALIFORNICATION
avatar
Indefinidos

Mensagens : 180

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Davos H. Grümmer em Dom 2 Fev 2014 - 15:53

Saio dali com Harmonia.
avatar
Guardião de Perséfone

Idade : 26
Mensagens : 117

Ficha Campista/Divina
Level: 50
Mascote: Cavalo Carnívoro
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Alexis H. Malkovich em Seg 3 Fev 2014 - 19:52

Saio dali com a Alicia <3
avatar
Mortos

Mensagens : 9

Ficha Campista/Divina
Level: 1
Mascote: Manticora
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Logan K. Scheubaer em Sab 22 Fev 2014 - 16:14

PATINAÇÃO NO GELO
ARE YOU AFRAID OF WINTER?
Sentia saudades de Moscou. Parecia que já tinham completado anos desde ultima vez que vi a cidade, assim como a casa de campo da família. Olhar para o lago de canoagem do acampamento remetia-me lembranças. Tinha perdido a conta de quantas vezes eu já tinha aprontado no lago que costumava visitar quando eu entrava de férias, ele estando congelado ou não. O cheio dos altos pinheiros, as ondas quebrando contra a costa e canoas flutuando era simplesmente magnifico, aquele sem duvida era um dos meus lugares favoritos do acampamento todo.

Infelizmente, graças à proteção mágica do acampamento, aqui era sempre quente. Invejava os mortais por poderem curti a neve e eu preso aqui dentro embaixo de um sol escaldante. Por sorte tínhamos os filhos de Quione que garantiam a diversão no frio. Um deles tinha congelado o lago de canoagem, assim criando uma pista de patinação. Corri em direção ao meu chalé e peguei meus patins de patinação no gelo, logo fui ao de Quione pedir um modelo feminino emprestado.

Ϟ Ϟ Ϟ
Vendei Shiv e direcionei-a ao lago, onde podia se ouvir ao longe gritos e riso de diversão. Mordi o lóbulo direito da ruiva e sussurrei nos ouvidos dela que a mesma já poderia tirar as vendas, assim ela a fez – Surpresa – falei com um sorriso bobo no rosto enquanto segura com ambas as mãos os pares de patins – A caçadora se dispõe de acompanhar-me? – perguntei a menina e dei um passo à frente, ficando apenas alguns centímetros de distancia – Ou tens medo? – envolvi a cintura da ruiva em meus braços e a puxei para mais perto, beijando-a.


avatar
Filhos de Zeus

Idade : 23
Mensagens : 110

Ficha Campista/Divina
Level: 26
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Siobhan O'Connell em Dom 23 Fev 2014 - 21:18



Skiing? What?

Adorava dias preguiçosos onde não havia qualquer tipo de tarefas a colocar-se à nossa frente. Um grande zero ao lado de todas as obrigações existentes para um campista. Hoje, o dia era especialmente para se aproveitar. E por isso mesmo, o chalé de Hermes estava calmo e poucos eram os campistas que tinham decidido aproveitar o seu belo dia dentro do dormitório bagunçado. Parecia ter sido uma das únicas que se tinha decidido ficar por aqui a espreguiçar-se na cama comendo batatas fritas de pacote, numa tentativa de recuperar a energia perdida depois de tantos treinos e aliviar as dores de cabeça que tinha depois dos meus terríveis pesadelos.

Soltei um pesado suspiro olhando para a batata na minha mão, perguntando-me se havia de continuar a comer ou não. Semicerrei os olhos confrontando todas as vantagens e desvantagens que teria se comesse mais um frito desnecessário para o meu corpo. Será que dava o braço a torcer à minha gula? Porém, fui interrompida pelo som irritante da porta do chalé a soltar aquele seu chiar vindo do inferno. Segui cuidadosamente com o olhar em direção do som e os meus olhos se arregalaram, seguido de um pequeno sorriso a formar-se nos lábios. Logan conseguia sempre surpreender-me até ao mais pequeno dos pormenores. Saltei da minha cama e corri para junto dos seus braços, cumprimentando-o com uma chuva de beijos suaves nos seus lábios. Só que o garoto me interrompeu, como se tivesse um presente para mim. Fiz pressão nas minhas sobrancelhas, um pouco céptica e ansiosa para ver o que tinha em mente. 

xxx
Para aumentar ainda mais a minha curiosidade e acelerar o meu pobre coração, o moreno teve a brilhante ideia de vendar os meus olhos impossibilitando de eu conseguir ver. Para minha sorte, crescer perto de uma floresta tinha feito com que a minha audição fosse muito melhor que a de alguns campistas. Escutei com atenção os vários sons, gritos de entusiasmo e, de vez em quando, um chiar de metal sobre uma superfície quebradiça. Mas sem a minha vista nunca iria conseguir adivinhar este mistério. Não havia nada no acampamento que... Logan mordiscou o meu lóbulo seguido de um sussurrou que provocou um arrepio involuntário por toda a minha pele e retirou a venda dos meus olhos. Não podia acreditar no que os meus olhos viam. Era impossível. Virei-me para o moreno, com um sorriso de ponta a ponta, que o contagiou.

 
— Não posso acreditar... Como..? Neve..! — suspirei tentando conter a criança dentro de mim que queria pular para o gelo do lago. Olhei o moreno como se o que estivesse à nossa volta fosse um sonho, mas logo caindo o olhar ao ver o par de patins que ele segurava nas suas mãos. Logan sorriu novamente mas desta vez com um saudável riso a acompanhar, enquanto tratava de substituir os seus ténis por um par de patins e avançando em frente para o ringue de gelo. E tomei a iniciativa para fazer o mesmo. De patins agora postos, subitamente dúvidas preencheram a minha mente. Eu nunca tinha andado de patins na minha vida. Para mim, neve era um assunto quase que desconhecido e todas as vezes que a tinha visto, o aviso que tinha sempre recebido do meu pai era para me afastar. Mas para Logan, neve deveria ser sinónimo de normal por causa do seu sangue russo. O moreno à minha frente tomou um pequeno sorriso e seguiu para o lago congelado, avançando uns pequenos centímetros.

 — Adorava, mas esqueceste do pormenor que... Eu nunca andei de patins. Mas medo, senhor Logan?! — e antes que pudesse continuar a falar, Logan atreveu-se a puxar-me para os seus fortes braços com um simples impulso e aproveitando o momento para me beijar nos lábios. Agarrei-me ao seu pescoço como se a minha vida dependesse disso, porém as minhas pernas cederam e os meus pés me traíram. Cai redonda no gelo trazendo o moreno comigo. — Pois... Acho que primeiro vais ter que me ensinar e depois aproveitamos, que tal? Porque senão, assim, não vamos a lado nenhum. — pisquei-lhe o olho apontando para o chão contendo a dor aguda nas minhas costas e o riso pela patetice que era por ter caído. 
 

 eu | pensamentos | narrador
thanks tess
avatar
Devotas de Hera

Mensagens : 84

Ficha Campista/Divina
Level: 18
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Logan K. Scheubaer em Dom 23 Fev 2014 - 21:52

PATINAÇÃO NO GELO
ARE YOU AFRAID OF WINTER?
Meu coração disparou a menina excitação da menina ao ver o lago completamente congelado, com semideuses patinando por sua superfície. Aquele brilho nos olhos como uma criança ao ganhar doces fez com que meu dia ficasse completo. Adorava provocar felicidade na ruiva, e outras coisas mais. Ao saber que a menina não sabia andar de patins no gelo trazia-me um semblante preocupado e nervoso, diríamos que não sou um professor ideal. A ruiva deve ter percebido isso, pois logo mordi meu lábio inferior e cocei levemente os cabelos que pediam na minha nuca.

Estava entretido com Shiv aos meus braços até perceber que a menina estava caída e eu em cima dela. Vários semideuses olharam em nossa direção, fazendo minhas bochechas ficarem vermelhas de vergonha. Imagina o que Quíron pensaria ao ver-me naquela situação com a ruiva. Ao ouvir a voz da menor eu voltei ao mundo e sorri para a mesma – Talvez não seja tão ruim assim ficar tão próximo de você – sussurrei nos ouvidos dela e sorri maliciosamente. Levantei-me rapidamente do chão e dei-lhe minhas mãos em ajuda.

Quando estávamos em pé, eu segurei na cintura da menina, ficando ao lado dela – Patinar no gelo não é tão difícil assim, pelo o gelo ser liso, você só precisa se impulsionar para frente e mover os pés assim – impulsionei-me para frente, movimentando minhas pernas em um movimento semicircular, entortando-os na diagonal – É que nem andar de bicicleta, você só vai aprender fazendo – falei ao voltar ao lado da ruiva – Agora vamos – encostei a palma da mão direita nas costas da menina e dei um leve impulso para a mesma se locomover.


avatar
Filhos de Zeus

Idade : 23
Mensagens : 110

Ficha Campista/Divina
Level: 26
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Siobhan O'Connell em Seg 24 Fev 2014 - 21:55



Skiing? What?

Era impossível não ter notado na hesitação no olhar de Logan quando lhe tinha dito que não sabia andar de patins. E ainda para mais, o embaraço de termos caído juntos graças ao meu jeito desajeitado que atacava nos melhores momentos. Logan ficara obviamente envergonhado, sendo um filho de Zeus, era normal ele ficar. Os genes do pai dele eram demasiado orgulhosos para... Parei no meu pensamento naquele preciso momento. Enrolei os meus lábios trincando-o suavemente ao contemplar o vazio. Os meus estranhos sonhos agora deslizavam lentamente para a realidade. Isto só podia ser uma brincadeira de mau gosto. Porém, o som da voz de Logan trouxe-me de volta.

Olhei para a sua cara e um leve vermelho nas suas bochechas se fazia desaparecer lentamente. Só aquele murmúrio e aquelas simples palavras me fizeram derreter por dentro, sem contar que cada vez que Logan sorria assim podia jurar que patinar no gelo não devia ser assim tão difícil...
— Desculpa por termos caído. — murmurei igualmente mas num tom como se estivesse falando para os meus botões. Aceitei a sua mão e nos recompusemos direito. Desta vez sem erros. Tomei um longo fôlego, que encheu os meus pulmões de ar gélido, e mentalizei-me para o pior.

Logan segurou-me firmemente pela cintura, como quem não me iria deixar ir sozinha nem que implorasse, e ficando sempre do meu lado. E meio que agradecia-lhe por isso. Ouvi a breve explicação do professor e tentei imitar os seus passos, mas falhando.
— Logan, isto não vai dar certo... — entreolhei o garoto moreno e o chão de gelo. E sem que dar um pequeno aviso, o russo me ofereceu um simpático impulso, mas o meu instinto foi voltar a agarrá-lo pela minha vida. Se olhares matassem, aposto que o meu quase que faria isso.

Obriguei o russo ficar do meu lado até eu me sentir confortável o suficiente para patinar livremente. E por surpresa, não demorou muito até que apanhasse o jeito. Não era fácil quando estamos habituados a terra lamacenta e trepar árvores como se fosse tão fácil como respirar. Andei um pouco agora para apanhar o jovem moreno à minha frente e lhe passei à frente piscando-lhe o olho numa provocação.
— Catch me if you can. — falei o suficientemente alto para que ele ouvisse e acelerei o meu passo ganhando um pouco mais de confiança no escorregadio chão.      
 

 eu | pensamentos | narrador
thanks tess
avatar
Devotas de Hera

Mensagens : 84

Ficha Campista/Divina
Level: 18
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Logan K. Scheubaer em Ter 25 Fev 2014 - 22:20

PATINAÇÃO NO GELO
ARE YOU AFRAID OF WINTER?
Shiv desculpou-se da forma mais fofa do mundo. Impossível foi não deixar de estampar o sorriso bobo de orelha a orelha, porém esse logo sumiu quando a ruiva lançou-me um olhar perigoso, não duvido muito que se ela tivesse um punhal na mão eu já teria dado tchau para a vida. Mordi meu lábio inferior nervosamente, porém logo puxei a menina para mais perto do mim. Levei meus lábios na direção do pescoço da menina e rosnei fracamente, onde apenas a menina poderia ouvir – Desculpa – pedi, logo mordendo levemente a região.

Fiquei um tempo ao lado da ruiva para a mesma não cair, porém, infelizmente, o aprendiz superou o mestre. Em questões de minutos a irlandesa deslizada habilmente as laminas dos patins no gelo. Logo ela já tinha passado de mim, piscando um olho em provocação, duvidando da minha capacidade para alcança-la – Você não esta muito metida para uma principiante? – perguntei rolando os olhos, porém logo soltei uma leve gargalhada após apertar os passos – Acho que não é tão difícil assim passar de você, Caçadora – brinquei mostrando-a a língua.

avatar
Filhos de Zeus

Idade : 23
Mensagens : 110

Ficha Campista/Divina
Level: 26
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Siobhan O'Connell em Qui 27 Fev 2014 - 20:09



Skiing? What?
Só bastou russo colocar os seus lábios perto do meu pescoço, murmurando uma pequena desculpa e logo mordendo o mesmo sítio, para provocar uma imediata reação em todo o meu corpo. Inclinei um pouco o meu pescoço por causa daquela leve impressão ainda dos seus lábios. Se não estivéssemos no gelo, ou de patins ou com campistas por perto, o garoto iria pagar por causa daquela simples provocação. E pelo que parecia estar a ver, todos os semideuses estavam demasiado ocupados com as suas próprias coisas deixando-nos no nosso próprio mundo.

Logan reagiu de imediato à competição, provavelmente devido ao seu sangue de filho de Zeus. Deixei com que uma gargalhada escapasse os meus lábios olhando-o de cima a baixo enquanto que ele se tratava de rolar os olhos acompanhado também por uma bela gargalhada que fez o meu estômago virar. Nunca me iria cansar do seu belo sorriso.  
— Talvez é porque eu tenho um professor que me puxa para isso. — brinquei encolhendo os ombros e já deslizando os patins pelo gelo aproveitando o ar gélido contra a minha cara. Inspirei profundamente, queimando os meus pulmões, mas sempre deslizando pelo gelo. Olhei sobre o meu ombro, vendo que Logan se aproximava cada vez mais de mim sem qualquer problema. Talvez não tivesse sido a minha melhor ideia, pois ele apanharia-me em menos de alguns segundos por causa da sua experiência. O mestre sempre supera o seu discípulo.

— Tenta, Trovãozinho. Aposto que não vais conseguir nem daqui a milhar de anos. — zombei em resposta aplicando um pouco de mais entoação no novo nome que lhe tinha dado e apanhando o meu lábio inferior entre os dentes. Queria voltar-me para trás para ver a sua reação, mas agora não podia. Se ele me apanhasse sofreria nas suas mãos.
 

 eu | pensamentos | narrador
thanks tess
avatar
Devotas de Hera

Mensagens : 84

Ficha Campista/Divina
Level: 18
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Logan K. Scheubaer em Qui 27 Fev 2014 - 20:49

PATINAÇÃO NO GELO
ARE YOU AFRAID OF WINTER?
Franzi o cenho com o apelido que a ruiva tinha adotado a mim. A criatividade da menina conseguia ser pior do que a minha. Comecei a adotar mais velocidade ao patinar até passar de Shiv. Aquela adorava uma provocação, assim como eu, até nisso éramos parecidos. Mordi o lábio inferior com tais pensamentos, pois minha vontade era de raptar a menina ali e prender no alto de uma torre para ela ser só minha. Maníaco? Talvez sim.

Não demorou muito para eu alcançar à ruiva e logo ultrapassar-la. Eu virei em direção a menina, fazendo com que eu patinasse de costas – Trovãozinho consegue ser pior do que Caçadora – brinquei com a menina e mostrei-lhe a língua, infelizmente acabei por cair no chão antes mesmo de saber a reação da irlandesa.

avatar
Filhos de Zeus

Idade : 23
Mensagens : 110

Ficha Campista/Divina
Level: 26
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Siobhan O'Connell em Sex 28 Fev 2014 - 21:14



Skiing? What?

E como previsto, não demorou muito até que o atrevido do moreno se disparasse a patinar à minha frente para me apanhar. À medida que ia tentando me afastar do som do chiar do gelo a entrar em contato com as lâminas, parecia que se tornava numa tentavia em vao. Logan acelerou o seu passo com a precisão de alguém experiente, trazendo atrás de si uma rajada de vento frio que me congelou até aos ossos. E com um perfeito deslize, ele se virou de cara para mim com um ar triunfante e orgulhoso do seu feito. Até assim Logan conseguia parecer o garoto mais encantador que já tinha encontrado principalmente com o seu pesado sotaque russo a acompanhar cada palavra que falava.

Cruzei os braços ao encarar o moreno à minha frente enquanto tentava parar as lâminas que deslizavam no gelo. E pela sua cara, o quer que vinha aí seria interessante. Campistas, provavelmente filhos de Quione, passaram atrás de nós não se importando muito com a nossa presença. Porém a minha atenção agora era em Logan, um pouco ansiosa para ver que raio é que o filho de Zeus tinha em mente. E como sempre provocador, só que o tiro saiu-lhe pela culatra. Ao tentar fazer com que o meu sangue borbulhasse e antes de eu ser quer poder responder, perdeu o seu equilíbrio para trás ao estar a patinar para trás. A minha primeira reação foi de esticar o meu braço para que o moreno não caísse, mas foi em vão. Ele já estava no chão mostrando uma careta de desconforto.

Logo a seguir, o meu próprio riso traiu-me. Uma gargalhada escapou-se dos meus lábios sem que eu pudesse evitar. O feitiço tinha se virado contra o feiticeiro. 
— Sim, estou a ver que sim, Logan. Tens toda a razão. — tomei um tom brincalhão na minha voz acenando em afirmação ao estender o meu braço para que ele se pudesse levantar do chão gelado. Há não muitos minutos atrás, eu estava naquela mesma situação e tinha puxado o pobre russo comigo.

Porém, o meu sorriso logo desvaneceu quando ouvi um som muito longínquo de metal acompanhado por berros aterradores. Um vazio preencheu o meu estômago e bloqueei o meu olhar em Logan. Não podia ser. Não hoje. Estava um dia tão lindo para se aproveitar... A minha cabeça começou a latejar como nunca antes. Parecia uma pequena bomba relógio dentro de mim que contava os segundos finais antes de explodir. Manti uma cara séria para o moreno à minha frente tentando disfarçar a dor. Ele tinha um trabalho a fazer devido a um pedido invejoso por parte da toda poderosa Hera.
— Diz-me que não estás a ouvir o mesmo que eu... — sussurrei para o moreno de face fechada à minha frente esperando que ele me prometesse que nada se passava. O seu corpo parecia tenso, igual a de um guerreiro pronto para o pior que aí viria. — Os romanos chegaram..? — a minha voz saiu ríspida ao parecer que tinha um pequeno bolo preso na minha garganta e a cara de Logan nada ajudava.      
 

 eu | pensamentos | narrador
thanks tess
avatar
Devotas de Hera

Mensagens : 84

Ficha Campista/Divina
Level: 18
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Logan K. Scheubaer em Sex 28 Fev 2014 - 22:01

GOODBYE, SWEETHEART
AND MAY THE ODDS BE EVER IN YOUR FAVOR
Fechei a cara ao ver a menina rindo de minha cara por ter caído no chão. A menina parecia que não enxergava sua própria imagem no espelho, pois há poucos minutos atrás a mesma sem nem um passo já tinha caído.  O sorriso da menina logo vacilou, olhei para trás esperando ver algum monstro terrível, porém apenas via outros meio-sangues se divertindo na superfície gélida do lago. Porém logo entendi o porquê daquela expressão. Ouvia vários passos e barulhos de galhos e folhas secas sendo quebrado, os tinires de uma espada encontrando a outra e os gritos de guerra. Não, a guerra não podia estar acontecendo logo naquele instante. Não tinha nem ideia de quem era a maldita filha de Hera que eu tinha que proteger. A única pessoa que me importava proteger naquele momento era a ruiva que se encontrava à minha frente com um rosto sério, mesmo que isso significasse minha morte.

Olhei ao redor com raiva, a qualquer momento um romano poderia aparecer por entre as árvores, e a única arma que eu portava era meu raio mestre. Meu cérebro trabalhava a mil. Pensava em milhares de lugares que eu poderia esconder a irlandesa sem que ninguém descobrisse por no mínimo uns cinquenta anos. O único lugar que veio na minha mente fora o Bunker 9, no meio da floresta. O bom era que nenhum romano possuía conhecimento daquele lugar, assim como muitos gregos.

Vem – falei seriamente, mostrando o tom de preocupação na minha voz. Andei até a borda do lago e ali mesmo larguei meus patins assim como Shiv. Sem nem colocar sapato algum eu puxei a ruiva. Corríamos rapidamente por entre as árvores até chegar ao estábulo. Percebi a cara de estranheza da menina por estarmos ali. Não me dei o trabalho de responder, não tínhamos esse tempo todo. Corri até Bran, meu Pégaso – E aí, amigão, hoje nós vamos ter um trabalhão – falei para ele, acariciando sua cabeça.

Montei-me em cima dele e ajudei a ruiva a subir – Segura firme. Não gostaria que você caísse daqui – vire-me para ela e pisquei-lhe o olho direito. Sussurrei as coordenadas para onde deveríamos ir e Bran abriu suas asas e voou.

O vento batia violentamente no meu rosto, mas isso não me impediu de usar minha visão de águia e ter a visão de vários semideuses romanos e o Pinheiro de Thalia em chamas. Mordi meu lábio inferior em preocupação. Sabia que aquilo era apenas o básico que eles iriam fazer, e para completar, estávamos totalmente desamparados.

Voamos em direção ao meu chalé e lá pegamos todas as minhas armas e mais algumas para Shiv. Minha intensão era não deixar ela nem triscar naqueles armamentos, entretanto, nunca se sabe o que vai acontecer. Voamos em direção ao Bunker 9, um abrigo subterrâneo muito bem escondido, que levara anos até os semideuses da antiga geração achassem.

Adentramos o bunker, onde a escondi – Não faça nenhuma besteira, por favor. Fique aqui, não quero te perder – falei e inclinei-me, beijando-a lentamente – Espero que esse não seja nosso ultimo beijo – indaguei tristemente, porém acabei por dar um sorriso de canto. A ultima coisa que precisava naquele instante era de uma depressão pós-despedida – Deve haver mantimentos na dispensa, algo na geladeira, e o resto você tenta encontrar, agora devo ir – despedi-me dela com um “até mais”, mesmo não tendo a certeza se eu iria voltar. Minha vida estava sendo ameaçada do lado romano e do lado divino.

Obrigado Hera, pensei. Ao menos ela poderia me dizer onde a filha dela estava para eu protege-la, pois não estou nem um pouco a fim de morrer.

Montei de volta em Bran e voei em direção a minha possível morte. O Pinheiro de Thalia.

avatar
Filhos de Zeus

Idade : 23
Mensagens : 110

Ficha Campista/Divina
Level: 26
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Logan K. Scheubaer em Ter 4 Mar 2014 - 14:49

Saio do local com a Shiv
avatar
Filhos de Zeus

Idade : 23
Mensagens : 110

Ficha Campista/Divina
Level: 26
Mascote: Pégasus
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Kristen Wolsten. Bellamy em Ter 18 Mar 2014 - 0:12

Era uma tarde como as demais no Acampamento Meio-Sangue. Após um - nem tão - longo período de treinos, dei a mim mesma uma folga e caminhei até o Lago de Canoagem afim de matar o tempo até a hora do jantar. O que seria mais natural do que uma filha de Poseidon próxima à água? Também porque qualquer um gostaria de relaxar a sombra de uma árvore próxima à um lago. Não era necessário ser filha de Poseidon para achar aquilo algo extremamente agradável. Me sentei a sombra mais próxima o possível e retirei as sapatilhas dos pés, mergulhando-os na água fresca em seguida. - Ahh! Muito melhor - suspirei apoiando o peso do corpo sobre os braços atrás de mim. Naquele clima agradável de paz e silêncio, desejei ter meu violão ali, mas a preguiça era mais forte do que a vontade de ir busca-lo no chalé 3. Sem falar que eu corria o risco de dar de cara com minha - nem tão - amada irmã gêmea que eu mal conhecia. Eu não a via desde que fui para a casa dos Bellamy em Londres, mas tinha certeza que ela continuava por ai, e seria questão de tempo até o infortúnio de reencontra-la. Ainda me vingaria por o que ela havia feito com minhas roupas, era só questão de tempo. Após alguns minutos ali meus braços começaram a se cansar, por isso decidi me deitar sobre a grama ainda com os pés na água. Deveria aproveitar, já que dali a pouco tempo a sombra iria em bora e o sol queimaria meu rosto desprotegido se eu permanecesse ali por muito tempo.
avatar
Filhos de Poseidon

Idade : 21
Mensagens : 30

Ficha Campista/Divina
Level: 16
Mascote: Ovo [Indefinido]
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago de Canoagem

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Novo Tópico   Responder ao tópico
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum

Aliados e ParceirosCréditos e Copyright©
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Wild Scream RPG RPG Hogwarts Todos os direitos reservados a Monte Olimpus RPG® 2011-2016